Imprimir

Notícias

11/12/2019 | 10h32m - Publicado por: Ará Rocha | Foto: Fotomontagem: Chico Audi e Divulgação

Gugu Liberato e Gabriel Diniz entre os mais pesquisados na web em 2019

Pesquisa do Google mostra os assuntos mais procurados em 2019

Gugu Liberato e Gabriel Diniz entre os mais pesquisados na web em 2019 - Fotomontagem: Chico Audi e Divulgação

Muitos segmentos estão preparando suas retrospectivas do ano de 2019. Para compor cada uma delas, muitos assuntos se tornaram os mais buscados na web.

Nesta quarta-feira (11), o Google revelou os dez temas mais acessados, como futebol, vagas de empregos e personalidades que morreram este ano.

Sobre o assunto falecimento, Gugu Liberato lidera a pesquisa, seguido pelo cantor Gabriel Diniz, Thanos (personagem de Os Vingadores), o jornalista Ricardo Boechat e o ator Caio Junqueira.

Veja o Ranking:

1 Copa América

2 Tabela do Brasileirão

3 Gugu Liberato

4 Vagas de emprego

5  Gabriel Diniz

6  Thanos

7  Flamengo X Vasco da Gama

8  Ricardo Boechat

9 Copa do Mundo de Futebol Feminino

10 Caio Junqueira

A morte repentina de Gugu Liberato

O apresentador Gugu Liberato sofreu um acidente caseiro no dia 20 de novembro. Ele teve uma queda de uma altura de cerca de quatro metros, quando fazia um reparo no ar condicionado instalado no sótão. Foi prontamente socorrido pela equipe de resgate e admitido no Orlando Health Medical Center, onde permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva, acompanhado pela equipe médica local. Mãe e irmãos do apresentador, respectivamente dona Maria do Céu, Amândio e Aparecida viajaram para Orlando, chegando ao hospital por volta das 19h30 do dia seguinte.

Na admissão no hospital, Gugu deu entrada em escala Glasgow de 3 (usada para medir a consciência e a evolução das lesões cerebrais em um paciente, vai de 3 a 15) e os exames iniciais constataram sangramento intracraniano. Em virtude da gravidade neurológica, não foi indicado qualquer procedimento cirúrgico. Durante o período de observação foi constatada a ausência de atividade cerebral.

O anúncio da morte

A morte encefálica foi confirmada na sexta-feira, dia 22 de novembro, pelo Prof. Dr. Guilherme Lepski, neurocirurgião brasileiro chamado pela família, que após ver as imagens dos exames em detalhes, confirmou a irreversibilidade do quadro clínico diante da mãe do apresentador, Maria do Céu, dos irmãos Amândio Augusto e Aparecida Liberato, e da mãe de seus filhos, Rose Miriam Di Matteo.

Doação de órgãos

Atendendo a uma vontade sua, todos os órgãos do apresentador foram doados. Segundo informações da equipe médica responsável, essa doação poderá beneficiar até 50 pessoas. Filho de Gugu, João Augusto, um menino de apenas 18 anos, teve que assumir a responsabilidade de assinar toda a papelada referente aos trâmites para a repatriação do corpo do seu pai. Uma missão dura, com um peso enorme a um menino tão jovem, que se despede do seu grande herói, como ele mesmo se referia ao pai. Com a morte de Gugu Liberato (60), que aconteceu em Orlando, na Flórida, pelas leis locais, cabe ao primogênito assinar todas as documentações necessárias para a liberação do corpo.

Velório e enterro

O corpo de Gugu chegou ao Brasil no dia 28 de novembro. Os familiares de Gugu também viajaram no mesmo voo AD 8707, Azul Linhas Aéreas Brasileiras. A chegada aconteceu no aeroporto de Viracopos, em Campinas, às 6h05 da manhã de quinta-feira. De lá, seguiu para a Assembleia Legislativa, localizada no bairro do Paraíso, onde teve velório aberto ao público a partir das 12h.

Na sexta-feira (29), às 10h, aconteceu um cortejo da ALESP até o Cemitério Gethsêmani. O trajeto definido pela Policia Militar, passou por avenidas como: Avenida Pedro Álvares Cabral, Praça Armando de Sales Oliveira, Rua Manoel da Nóbrega, Avenida República do Líbano, Rua Oliveira Pimentel, Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, Rua Engenheiro Oscar Americano, Avenida Morumbi, Avenida Giovanni Gronchi, Rua Corgie Assad Abdalla, Rua Maestro Torquato Amore, Rua Francisco Preto, Rua Panônia e Praça da Ressurreição.

O enterro aconteceu no dia 29 de novembro, no cemitério Gethsêmani, sob aplausos e com populares cantando para o apresentador e sua família. 

Gabriel Diniz morre em acidente aéreo

O cantor Gabriel Diniz, de 28 anos, morreu no dia 27 de maio deste ano. O avião em que o cantor viajava caiu no litoral de Sergipe, mais especificamente em Porto do Mato, no município de Estância, durante uma viagem de Salvador para Alagoas.

O artista se tornou ainda mais conhecido, pelos quatro cantos do Brasil, como um dos grandes nomes da atualidade, principalmente após o lançamento, ainda no ano passado, do hit Jenifer.

Além de cantor, Gabriel era compositor e gravou parcerias com vários outros renomados artistas, como Wesley Safadão, Leo Santana, Maiara e Maraisa, entre vários outros.

A assessoria de imprensa de Gabriel Diniz encaminhou comunicado sobre o assunto para OFuxico.

"A Luan Promoções, familiares, fãs, amigos e equipe estão todos muito abalados com está triste notícia que pegou todos de surpresa nessa manhã, 27. Com muito pesar confirmamos a morte do Gabriel Diniz e de todos tripulantes! O cantor estava em um bimotor que caiu no sul do estado de Sergipe no começo dessa tarde. Sua alegria estará para sempre em nossos corações! Não deixaremos perder a sua irreverência jamais, você conquistou uma nação com o seu trabalho e carisma! Estendemos nossos sentimentos também aos familiares dos outros tripulantes envolvidos!", foi o texto encaminhado.

Velório e sepultamento do cantor

O corpo de Gabriel Diniz chegou ao ginásio poliesportivo Ronaldo Cunha Lima, em João Pessoa, na Paraíba na madrugada do dia 28 de maio. O velório do cantor foi aberto ao público para que fãs pudessem dar um último adeus ao dono do hit Jeniffer. Além do velório, também aconteceu uma missa de corpo presente antes de seguir para o cortejo rumo ao sepultamento, no cemitério Parque das Acácias.

Acidente de helicóptero tirou a vida de Ricardo Boechat

O jornalista Ricardo Boechat, 66 anos, morreu na queda do helicóptero que caiu no dia 11 de fevereiro deste ano. O acidente aconteceu pela manhã, no Rodoanel, em São Paulo. A informação foi confirmada pelo governo do estado. Além de Boechat, o Corpo de Bombeiros encontrou o corpo do piloto da aeronave carbonizado. 

O chamado de socorro foi feita às 12h14. Boechat tinha uma palestra em Campinas e estava retornando para São Paulo a caminho da Band, emissora na qual trabalhava. O jornalista deixou seis filhos e era casado com Veruska Seibel Boechat. Sempre ligado à família, Boechat sempre se referia a mãe, Dona Mercedes, com muito carinho.Há informação de que o helicóptero acabou se envolvendo em um acidente com um caminhão. 

O velório do corpo do jornalista Ricardo Boechat foi realizado no dia 11 no Museu da Imagem e do Som, em São Paulo. A cerimônia foi aberta ao público até às 14h do dia seguinte, quando os familiares e amigos partiram para o cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, onde o corpo foi cremado.

Caio Junqueira morre após acidente de carro



Na manhã do dia 23 de janeiro, o ator Caio Junqueira, dos filmes Tropa de Elite e da série O Mecanismo, da Netflix, morreu no Rio de Janeiro. Ele tinha sofrido um grave acidente de carro no Aterro do Flamengo, no último dia 16 de janeiro e estava internado desde então. Ele tinha 42 anos. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro e o corpo seguirá para o Instituto Médico Legal (IML) para passar por autópsia.

No dia 24, o corpo de Caio Junqueira foi velado e sepultado no Cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro, sob aplausos. 

Familiares se emocionam na missa de Gugu Liberato





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico