Imprimir

Notícias

12/05/2020 | 18h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Irmão de piloto acusa Kobe Bryant por acidente fatal

Berge Zobayan abriu processo em resposta ao processo de Vanessa Bryant

Irmão de piloto acusa Kobe Bryant por acidente fatal - Reprodução/Instagram

De acordo com novos documentos judiciais relacionados com o acidente de helicóptero que matou Kobe Bryant, sua filha Gigi e outras sete pessoas, o irmão do piloto Ara Zobayan, que também morreu no acidente, está culpando os passageiros pela tragédia.

Segundo Berge Zobayan, Kobe e o resto da tripulação 'estavam cientes dos riscos' de voar nas condições que estava o clima.

O irmão do piloto, juntamente com o representante entraram com esses documentos em resposta ao processo por homicídio culposo anteriormente iniciado por Vanessa Bryant em fevereiro.

O site HollywoodLife conseguiu acesso aos documentos do processo aberto por Berge Zobayan, nos quais ele afirma que 'quaisquer ferimentos ou danos aos autores e / ou a seus falecidos foram causados ​​total ou parcialmente diretamente pela negligência ou culpa dos autores e / ou seus falecidos, incluindo seu conhecimento, bem como o conhecimento voluntário com todos os riscos envolvidos, e que essa negligência foi um fator substancial para causar seus danos, pelos quais o réu respondente não se responsabiliza.'.

Além disso, Berge também exige um julgamento por júri, além de listar as outras três filhas de Bryant ainda vivas como demandantes.

Isso ocorreu depois que a esposa de Kobe, Vanessa, entrou com uma ação por morte ilícita contra o piloto e a companhia aérea, 'buscando indenizações compensatórias e punitivas decorrentes do acidente de helicóptero em Calabasa'.

Em fevereiro, o National Transportation Safety Board atualizou o público sobre o acidente após uma extensa investigação, compartilhando que não havia evidências de falha do motor ou quaisquer outros problemas mecânicos com o helicóptero.

No entanto, a investigação continua e a causa definitiva do acidente ainda está sendo determinada.
 

Familiares das vítimas abrem processo


Famílias das quatro vítimas do acidente de helicóptero que matou Kobe Bryant e sua filha, Gianna, entraram com processos pelas mortes.

O ex-técnico de beisebol do colégio, John Altobelli, sua esposa Keri e sua filha Alyssa, que jogava basquete com Gianna, junto com a treinadora de basquete feminino Christina Mauser, estavam entre as nove pessoas a bordo do helicóptero que caiu em direção a academia de Kobe, Mamba Academy, em Thousand Oaks, no dia 26 de janeiro, matando todos eles.

Agora, os membros sobreviventes das famílias Altobelli e Mauser seguiram os passos da viúva de Kobe, Vanessa Bryant, e processaram a companhia do helicóptero, Island Express. De acordo com documentos da corte obtidos pelo site TMZ, eles dizem que a companhia 'negligenciou e violou os cuidados de porte, aluguel, cuidado, controle, confiança, fretamento e operação do helicóptero em questão'.

Como dito no processo, a companhia privada estava voando mesmo com as condições climáticas serem consideradas pela polícia de Los Angeles como 'não estando boas para voar'. Na manhã do acidente, a polícia de Los Angeles proibiu os voos de helicóptero por causa das péssimas condições do clima.

 





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico