Imprimir

Notícias

23/10/2020 | 12h13m - Publicado por: Flávia Almeida | Foto: Reprodução/Instagram

Ivete, sobre maternidade: ‘Tinha suspeita de que seria boa mãe’

Cantora disse que orienta seu filho a se posicionar contra o machismo

Ivete, sobre maternidade: ‘Tinha suspeita de que seria boa mãe’ - Reprodução/Instagram

Orgulhosa mãe de três, Ivete Sangalo participou de uma live com Isabel Filardis e contou que trata seu primogênito Marcelo, de igual para igual, e faz o possível para educa-lo contra o machismo. Segundo a cantora, o garoto de 11 anos é seu amigo e a conversa entre eles é bem franca.

“Eu converso com ele papo reto. Ele é meu amigo. Ele está descobrindo muitas coisas da vida dele. Trato meus filhos como indivíduos. Não os subestimo. Óbvio que tudo adequado ao seu tempo e à sua idade. No que eles podem compreender, o papo é muito reto, firme e consciente. Acho que estou salvaguardando meus filhos dos perigos do mundo”, revelou a artista.

Veveta destacou na transmissão ao vivo que foi essencial que houvesse uma intervenção cedo com seu único filho homem, de 11 anos, uma vez que ele cresce numa casa com três mulheres, Ivete, e as irmãs gêmeas, Helena e Marina, de dois aninhos.

“Eu dizia: ‘Para elas não vou falar nada, eu vou é educá-lo de outra forma’, elas já estão preparadas. Já têm esse fardo de um DNA social que traz a gente até aqui. E isso foi perguntado por mulheres na grande maioria. Mulheres que sofrem com a permanência desse radicalismo da visão do homem.”

Sete motivos para assistir a reprise de Haja Coração

Mandando bem

A artista destacou que sempre quis ter uma família grande.

"Minha casa era muito confusa, mas muito feliz, muito diversa e colorida. Cada um tinha seu jeitinho. Essa grande confusão me fez querer ter família grande. Eu queria um bocado de filhos”

Aos 48 anos, ela não esconde a modéstia ao contar que já imaginava que desempenharia bem o papel de mãe.

“Hoje falo de boca cheia que tenho três filhos. Eu tinha uma suspeita dentro de mim que seria uma boa mãe. Eu sinto medos e angústias. A grande maioria como mãe. Penso no que posso dar de melhor para os meus filhos, no que posso deixar de legado. Embora esteja cercada de circunstâncias muito positivas, de muitos privilégios, eu me permiti até aprender dentro dessa pequena tristeza”.

"Confesso que é tudo bem breve e bem esporádico. Mas nem a esse breve e esporádico eu me permitia. Eu aprendi que até minha tristeza me deixa maior e mais poderosa", completou.

Ivete Sangalo apoia campanha Outubro Rosa: ‘Celebrar a vida’

Ivete Sangalo dirige novo clipe e avisa: 'Me deixou tímida'
Ivete Sangalo e Emicida lançam Trevo, Figuinha e Suor na Camisa





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico