Imprimir

Notícias

27/07/2020 | 09h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

John Travolta ignorou cientologia para salvar Kelly Preston

A atriz morreu no começo do mês, vítima de câncer de mama

John Travolta ignorou cientologia para salvar Kelly Preston - Reprodução/Instagram

John Travolta anunciou no domingo 12 de julho que sua esposa Kelly Preston havia falecido depois de dois anos lutando contra um câncer de mama. A notícia foi uma surpresa para os fãs e a imprensa, já que eles nunca haviam comentado que a atriz estava doente.

No post, o ator de 66 anos elogiou abertamente a equipe médica de Kelly: "Minha família e eu sempre seremos gratos a seus médicos e enfermeiros do centro médico Anderson Cancer Center, e a todos os centros médicos que ajudaram".

O MD Anderson Cancer Center, em Houston, atualmente é classificado como o melhor hospital do país para o tratamento da doença.

Ex-membros da cientologia e amigos do ator elogiaram Travolta por permitir que Preston buscasse tratamento médico, e sugeriram que ele se separasse da Igreja, observando que o fundador da igreja, L. Ron Hubbard era 'realmente contrário à quimioterapia e radiação', relata o jornal inglês Daily Mail.

O ex-membro e crítico da seita religiosa, Jeffrey Augustine, disse ao diário: "A declaração foi inequívoca em apoio à equipe médica... Isso mostra que ele se afastou da cientologia", sugere o especialista.

Filha de John Travolta homenageia mãe que morreu de câncer

O fundador da igreja, L. Ron Hubbard, disse em sua conferência de novembro de 1959 que 'o câncer não é causado... sempre requer uma segunda alteração dinâmica ou sexual, como a perda de filhos ou algum outro mecanismo para causar uma condição conhecida como câncer'.

Jeffrey Augustine disse: "Hubbard realmente se opõe à quimioterapia e radiação. Mas as pessoas percebem que é necessário quando se trata de doenças graves. Na Igreja, eles diziam que ela perdeu Jett [Travolta, em janeiro de 2009], e é por isso que ela tem câncer, por isso temos que suportar isso... Mas eles fizeram isso com remédios. Isso foi tratado profissional e elegantemente, eu realmente admiro a maneira como ele fez isso".

Travolta, que ingressou na Igreja em 1975, disse em sua declaração que ele daria um tempo em sua carreira para estar com seus dois filhos, Ella Bleu e Benjamin: "Portanto, perdoem-me com antecedência se você não tiver notícias nossas por um tempo".

Esta é a segunda tragédia que afeta Travolta depois que seu filho Jett morreu em circunstâncias controversas em janeiro de 2009, aos 16 anos, durante férias familiares nas Bahamas.

Kelly Preston tinha 57 anos e há dois anos que lutava contra um câncer de mama. A notícia foi dada pelo marido no Instagram, com uma triste mensagem, que deixou os fãs de coração partido.

Apaixonada pela família, a última foto de Kelly Preston antes de morrer foi ao lado de John Travolta e dos filhos, Ella e Benjamin, e foi publicada em sua própria página na mesma rede social.

Na postagem, que foi feita para celebrar o Dia dos Pais em 21 de junho, também aparece uma imagem de Jett Travolta, primogênito do casal.

Kelly Preston sempre quis trabalhar com Judi Dench





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico