Imprimir

Notícias

05/06/2020 | 05h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Kanye West afeta quarentena de Kim Kardashian

O problema é que o rapper não tem uma rotina programada como a empresária

Kanye West afeta quarentena de Kim Kardashian - Reprodução/Instagram

Segundo a imprensa americana, embora esteja 'tudo bem' no casamento de Kim Kardashian e Kanye West, o casal não tem curtido a quarentena juntos. Isso porque o rapper não tem uma rotina programada como a empresária, e isso está afetando a quarentena de Kim.

"Kim e Kanye têm abordagens contrastantes sobre como se manter ocupado em meio à quarentena de coronavírus. Às vezes, eles estão em páginas diferentes", disse uma fonte à revista US Weekly, observando que os horários opostos que eles tem, os colocam em desacordo às vezes.

"Ela acorda cedo e malha e ele acorda tarde. Kim está trabalhando sem parar e fazendo o que pode. Kanye está passando por um momento difícil, porque ele não tem uma rotina como Kim."

Apesar disso, a fonte assegura que não perigo de se romper o relacionamento, e afirma que o casal 'está indo bem' durante a crise de saúde.

Embora exista sim alguma tensão durante a quarentena, o casal - que está casado desde 2014 e tem quatro filhos, North, de seis anos, Saint, de quatro, Chicago, de dois e Psalm, de 12 meses - tem usado seu tempo em casa para resolver alguns problemas e tentar consertar alguns conflitos no casamento.

"Eles tiveram mais tempo juntos para conversar sobre seus sentimentos, sobre as crianças, seus objetivos profissionais e suas ideias de negócio", disse a fonte. "Ela está tentando manter a família unida, especialmente pelo bem das crianças", afirma.

Processo

 

Segundo o site TMZ, Kim Kardashian e Kanye West estão ameaçando o ex-guarda-costas de Kanye, Steve Stanulis, com um processo judicial multimilionário após revelações do rapper terem sido feitas pelo rapaz no mês passado. De acordo com o tablóide, o casal teria enviado um aviso ao profissional alegando que ele fez "declarações falsas e difamatórias" e violou um acordo de confidencialidade durante participação no podcast Hollywood Raw Podcast.

Stanulis, que teria sido demitido por West em 2016, contou que precisava seguir "regras ridículas" enquanto trabalhava para o músico. Ele também descreveu o rapper como "uma das minhas pessoas menos favoritas para trabalhar ao longo do tempo".

O site afirmou que, embora Kim e Kanye não tenham especificado quais declarações são falsas e difamatórias, eles ameaçaram processar o ex-funcionário em pelo menos US$ 10 milhões (aproximadamente R$ 53 milhões) por violar o acordo.

Ainda em 2016, a dupla havia ameaçado processar Steve pelo mesmo motivo e exigiram desculpas públicas. O assessor de Stanulis negou, ao TMZ, que qualquer violação do acordo de confidencialidade foi cometida.

"Meu cliente foi a um podcast para promover seu novo filme, e histórias antigas que já estavam por aí foram trazidas à tona. A equipe de Kanye e Kim enviarem uma carta ameaçadora para intimidar meu cliente contra seus direitos não garante nada. Meu cliente já deixou claro que respeita Kanye e seu tempo trabalhando juntos. Se Kanye e Kim desejam continuar com isso, isso depende deles, mas acho que seu tempo e dinheiro seriam mais adequados para ajudar em questões mais urgentes em nossa sociedade do que o que aconteceu há muitos anos", disse Zack Teperman.

Kim Kardashian e Kanye West processam ex-segurança
Kim Kardashian escreve carta e torna sua luta contra racismo
Irmãs de Kylie Jenner se assustam com gasto exagerado





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico