Imprimir

Notícias

13/08/2020 | 09h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram @sussexroyal

Livro sobre Harry e Meghan pode deixar cicatrizes na realeza

Os Duques de Sussex garantem que não tem nada a ver com Finding Freedom sobre sua vida juntos

Livro sobre Harry e Meghan pode deixar cicatrizes na realeza - Reprodução/Instagram @sussexroyal

O novo livro sobre os Duques de Sussex, Finding Freedom - Encontrando a Liberdade: Harry e Meghan e a Formação de uma Família Real Moderna - dos autores Omid Scobie e Carolyn Durand, pode deixar marcas difíceis de cicatrizar entre o príncipe e sua família na Grã Bretanha.

De acordo com uma fonte do Palácio, as afirmações explosivas que existem dentro da publicação 'deixará muitas cicatrizes' no relacionamento.

Omid e Durand asseguram que eles entrevistaram 'mais de 100 fontes' para escrever o livro, e embora no começo a imprensa disse que o livro tinha a aprovação do Príncipe Harry, agora os autores afirmam que eles nunca conversaram com o casal, e as histórias reais estão baseadas em fontes próximas aos Duques de Sussex.

Príncipe Charles ajuda Príncipe Harry financeiramente 


Finding Freedom narra o romance do duque e da duquesa de Sussex e o breve período como membros da monarquia antes deles abandonarem sensacionalmente seus papéis reais para forjar uma nova vida para eles e seu filho Archie na América.

Os repórteres reais, Omid Scobie e Carolyn Durand afirmam que não entrevistaram o casal, mas, em vez disso, falaram com 'mais de 100 fontes, com acesso ao círculo íntimo do casal, com tudo corroborado com pelo menos duas fontes'.

Uma fonte do palácio disse ao jornal Daily Mirror: "Alguém pode realmente se perguntar quem são essas duas fontes. É justo dizer que há muito ceticismo sobre o envolvimento dos dois temas principais do livro. É triste e difícil imaginar um mundo onde isso não causará danos duradouros a muitas das relações pessoais exploradas neste relato unilateral.”

Pai de Meghan Markle pode apelar à justiça para ver o neto

Os observadores reais compararam o lançamento do livro à biografia sensacionalista da princesa Diana, feita por Andrew Morton, em 1993, intitulada 'In Her Own Words'.


A Princesa de Gales foi posteriormente revelada como tendo corroborado fortemente com o jornalista, o que levou a uma troca de queixas na mídia entre ela e o Príncipe Charles após o divórcio.

Desentendimentos

Segundo um informante, uma das fontes dos jornalistas contou ainda que Harry se desentendeu com um dos assessores do irmão, o Príncipe William, porque acreditava que ele estava dando informações sobre sua vida à mídia.

"Infeliz por estar em segundo plano para seu irmão William e a cunhada Kate, Harry acreditava que os assessores do duque e da duquesa de Cambridge conspiraram contra ele para espalhar histórias na mídia que o pintavam de forma negativa (...) Harry estava chateado que estava acontecendo tão publicamente. Houve momentos em que ele sentiu que as pessoas que trabalhavam com seu irmão colocaram coisas lá fora para fazer William parecer bem, mesmo que isso significasse jogar Harry debaixo do ônibus. Foi uma época confusa, e sua cabeça estava desordenada - ele não sabia em quem ou no que acreditar, e ele e William também não falavam o suficiente, o que tornava tudo muito pior."

Príncipe Harry quer reforma das redes sociais
 

Os autores afirmam ainda que os assessores reais temiam que a popularidade de Meghan e Harry estivesse eclipsando a popularidade da própria Família Real.

Os autores de Finding Freedom afirmam que uma reunião de crise foi realizada em 2019 para 'proteger a monarquia' em meio a especulações sobre a deterioração do relacionamento de Harry com William.

"Harry bizarramente rotulou William de 'esnobe' por se referir a Meghan como 'aquela garota' depois que ele expressou preocupações de que ele poderia estar apressando seu romance com a atriz de TV.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico