Imprimir

Notícias

20/09/2020 | 04h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Lori Loughlin tem data para se entregar

Um juiz aprovou o pedido da atriz de Fuller House para cumprir pena de prisão perto de casa

Lori Loughlin tem data para se entregar - Reprodução/Instagram

Um juiz aprovou o pedido da atriz de Fuller House, Lori Loughlin, para cumprir sua pena de prisão na instituição correcional federal em Victorville, Califórnia. De acordo com uma ordem de 9 de setembro, o juiz Nathaniel M. Gorton assinou o pedido da atriz para cumprir sua pena em um presídio de segurança média, que fica perto de sua casa. 

Mas a aprovação final de sua solicitação depende das autoridades. Mesmo assim o registro penal federal mostra que a atriz de 56 anos já tem um número de registro atribuído. Ela deve ser entregar nas instalações o mais tardar às 14h00 do dia 19 de novembro de 2020.

A instalação de Victorville tem um campo de prisioneiras de baixa segurança com 300 presidiárias, onde Loughlin cumprirá sua pena.

Lori foi condenada em agosto a dois meses de prisão, dois anos de liberdade supervisionada, 100 horas de serviço comunitário e pagar uma multa de US$ 150 mil (R$ 804 mil) por seu papel no escândalo nacional de admissão em faculdades.

Seu marido, Mossimo Giannulli, foi condenado a cinco meses de prisão, dois anos de liberdade condicional, multa de US$ 250 mil (R$ 1,3 milhão) e 250 horas de serviço comunitário.

O casal foi preso em março de 2019 após ser acusado de pagar US$ 500 mil (R$ 2,6 milhões) para que suas filhas, Bella Giannulli e a youtuber Olivia Jade Giannulli, entrassem na Universidade do Sul da Califórnia.

Loughlin ficou emocionada quando se dirigiu ao juiz em sua sentença em 21 de agosto e confessou que estava arrependida do que fez.

"Tomei uma decisão terrível. Segui o plano de dar às minhas filhas uma vantagem injusta no processo de admissão à faculdade”, disse  durante a audiência virtual ao se sentar ao lado do advogado Sean Berkowitz.

"Ao fazer isso, [eu] ignorei minha intuição e me permiti desviar de minha bússola moral. Achei que estava agindo por amor às minhas filhas, mas, na realidade, só havia minado e diminuído as habilidades e realizações de minhas filhas. Embora eu desejasse poder voltar atrás e fazer as coisas de maneira diferente, só posso assumir a responsabilidade e seguir em frente. Tenho muita fé em Deus e acredito na redenção e farei tudo que estiver ao meu alcance para me redimir e usarei essa experiência como um catalisador para fazer o bem e retribuir para o resto da minha vida. Me sinto profundamente arrependida, mas estou pronta para enfrentar as consequências", disse Lori com lágrimas nos olhos.

Lori Loughlin insiste em sua inocência em caso de fraude
Filhas de Lori Loughlin estão fora da universidade após escândalo
Felicity Huffman é clicada com roupas de prisão pela 1ª vez

Reconexão com amigos

 

A youtuber Olivia Jade Giannulli, filha da atriz Lori Loughlin, está lentamente voltando a reconstruir seus relacionamentos após os pais mudarem seu pedido de inocentes para culpados, na fraude de admissão da Universidade do Sul da Califórnia (USC). E segundo a revista US Weekly, a ex-estudante voltou  se reconectar com seus colegas da faculdade agora que se sente 'mais aliviada' de ver que finalmente a situação está sendo enfrentada pelos pais.

Uma fonte contou à publicação: "Durante toda essa provação, Olivia estava distante de suas amigas da irmandade e de certas pessoas com quem estava próxima antes da notícia. Seus ex-amigos não tinham certeza se isso se baseava em aconselhamento jurídico ou no fato de ela se sentir envergonhada demais para enfrentar seus velhos amigos. Agora, Olivia está mais aberta a se comunicar com eles e a reavivar essas amizades", justificou o informante.

Aparentemente sua relação com a mãe e o pai Mossimo Giannulli também melhorou quando eles resolveram assumir sua responsabilidade. O casal foi acusado de pagar propinas para garantir que Olivia Jade e sua irmã, Bella Rose Giannulli, fossem admitidas na Universidade do Sul da Califórnia.

"Olivia Jade está realmente orgulhosa de sua mãe por se declarar culpada", disse a fonte. "Isso tirou um peso de seus ombros, sabendo que seus pais terão que enfrentar as consequências de suas ações e ela também."

Olivia Jade, que tem quase 2 milhões de inscritos no YouTube, ficou em silêncio nas mídias sociais após a prisão de seus pais em março de 2019. Nove meses depois, ela fez um breve retorno ao YouTube, mas parou de postar pela segunda vez depois de fazer dois vídeos em dezembro.

 


 





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico