Imprimir

Notícias

06/07/2020 | 01h00m - Publicado por: Luigi Civalli | Foto: João Miguel Júnior/Globo

Luciano Huck deixa de ser acionista da rede Madero

Sua parte foi repassada para o sócio majoritário Junior Durski

Luciano Huck deixa de ser acionista da rede Madero - João Miguel Júnior/Globo

A partir de agora, Luciano Huck não tem mais nada a ver com a rede Madero. O apresentador do Caldeirão do Huck,da Globo, vendeu sua participação na empresa e sua parte vai ficar sob o controle de Junior Durski, sócio majoritário.

O OFuxico entrou em contato com a assessoria de Luciano Huck e confirmou a negociação.

“Luciano Huck, por meio da Joa Investimentos S/A, controlada por ele, comunica que deixa, a partir desta data, de ser acionista do Madero, tendo alienado a totalidade de sua participação societária para o fundador Junior Durski”, dizia o comunicado.

Vale lembrar que isso pode ser um sinal do posicionamento de Luciano Huck na política, já que o apresentador manifestou em mais de uma ocasião contra decisões do presidente Jair Bolsonaro, enquanto Junior Durski já demonstrou simpatia.

Luciano Huck retorna às gravações do Caldeirão: ‘Ansioso’
Irmão de Luciano Huck ganha declaração do namorado na web
Angélica vai para barraca do beijo e ganha bitoca de Huck

Dono do Madero criou polêmica

Vale lembrar que, em março deste ano, no início da pandemia do coronavírus, o empresário criticou as medidas de fechamento da economia tomadas por governadores. "Eu sei que temos que chorar e vamos chorar pelas pessoas que morreram por conta do coronavírus. Vamos isolar os idosos, aqueles com problemas de saúde, mas não podemos por conta de 5 mil pessoas que vão morrer... eu sei que é grave, que é um problema, mas o que é mais grave no Brasil é que ano passado morreram mais de 57 mil pessoas foram assassinadas no Brasil, mais de 6 mil por desnutrição, 5.400 de tuberculose", disse na época.

Atualmente, o Brasil já ultrapassou a marca de 64 mil mortos pela doença.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico