Imprimir

Notícias

05/06/2020 | 14h45m - Publicado por: Caroline Huertas | Foto: Reprodução / Instagram

Luisa Mell quer ajudar mãe de menino que caiu do prédio

Caso chocou o Brasil e a ativista se revoltou com a impunidade

Luisa Mell quer ajudar mãe de menino que caiu do prédio - Reprodução  / Instagram

Luisa Mell se compadeceu ao saber do caso do menino Miguel, de 5 anos, que morreu após cair do nono andar de um prédio de luxo onde sua mãe, Mirtes Renata, trabalhava. 

A ativista ficou chocada com a 'impunidade' em relação a patroa da mãe do garoto, Sari Corte, que estava responsável por ele quando tudo aconteceu. 

Mirtes precisou descer com o cachorro dos patrões para passear e deixou seu filho, que a acompanhou no dia de trabalho, no apartamento, sob os cuidados da mulher.

Sari, por sua vez, estava ocupada fazendo suas unhas e, quando Miguel resolveu encontrar a mãe no térreo, colocou-o no elevador e apertou os botões dos andares de cima. Chegando no nono piso, que não tinha proteção, o garoto acabou caindo e morreu. 

Luisa Mell ficou abismada com o fato da mulher ter pagado fiança e se livrado de responder pelo crime. Ela tinha sido acusada de homicídio culposo, quando não há intenção de matar. 

Em seu Instagram, a ativista revelou que quer ajudar a mãe do menino, Mirtes Renata, a fazer justiça e afirmou que vai pagar o advogado para cuidar do caso por ela.  

"Meu coração está despedaçado com esta tragédia. Por favor, quem conhecer a mãe, entre em contato comigo", disparou. 

Luisa Mell também falou da falta de divulgação do nome e da foto da mulher responsável, alegando que a imprensa estava escondendo por ser esposa de um prefeito. 

"Para meu espanto, a polícia e imprensa não estão divulgando o nome dela. Parece que é esposa de político do Estado. Uma vergonha! E se fosse o contrário? Queremos justiça para Miguel. Me ajudem a não deixar esta mulher ficar impune porque é rica e influente", acrescentou ela. 

A famosa também rebateu comentários de quem falou que Miguel não deveria ter acompanhado a mãe no trabalho, sendo que ela não tinha com quem deixá-lo em meio à pandemia de coronavírus e com as escolas fechadas. 

"Eu, com todos meus privilégios, estou encontrando extrema dificuldade de trabalhar e cuidar do meu filho. Mas como disse, tenho todos os recursos. Agora, e quem não tem? Com quem ficarão os filhos das trabalhadoras, sem escolas?", levantou o questionamento. 

 

 

Luisa Mell é acusada de racismo por internautas e rebate
Luisa Mell detona Latino após sorteio de cachorro





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico