Imprimir

Notícias

30/07/2020 | 19h39m - Publicado por: Caroline Huertas | Foto: Reprodução / Zoom e Instagram

Luísa Sonza com MC Zaac: 'Anitta nos abriu portas lá fora'

Cantores falaram do processo criativo de novo hit, 'Toma', e planos de carreira

Luísa Sonza com MC Zaac: 'Anitta nos abriu portas lá fora' - Reprodução / Zoom e Instagram

Nesta sexta-feira (31), Luisa Sonza e MC Zaac lançarão a música e o clipe de Toma, o novo sucesso feito em parceria pelos cantores. 

Em coletiva on-line que o OFuxico participou, os artistas mostraram em primeira mão o hit que promete bombar e ainda conversaram um pouco sobre essa novidade, como foi o processo criativo, como foi a experiência com a parceria e deram spoilers sobre o que está por vir na carreira. 

Luísa Sonza é confirmada festival no Baja Beach Fest 2021

Adiantando sobre a música, Luísa afirmou que Toma tem uma pegada bem diferente de suas músicas anteriores, principalmente "Flores", seu feat. mais recente, realizado com o Vitão, e comparou com "Braba". 

"É uma proposta totalmente diferente de 'Flores'. 'Toma' tem uma identidade bem mais pop para o pop funk, com elementos mais dos anos 2000. É uma mistura. Se aproxima mais de Braba, mas tem o funk... É uma mistura de ritmos", explicou. 

"Essa música é um prato cheio. Como a Luísa falou, é uma mistura de tudo e, ao mesmo tempo, uma música diferente de todas", opinou Zaac. 

Hit de MC Zaac, Anitta e Tyga recebe certificado de platina

Luísa também contou que "Braba" e "Toma" foram criadas no mesmo dia e, praticamente, no mesmo momento.

"Elas foram feitas no mesmo acampamento criativo. Em um andar, eu fazia Braba com uns produtores, aí eu subia em outro piso e fazia Toma. Foi no mesmo dia, então aquele dia foi abençoado. A gente saiu de lá com 14 músicas, em 3 dias", revelou, também dizendo que já está trabalhando em um novo álbum a ser lançado em breve. 

Quarentena

Tanto a cantora quanto o funkeiro estão com tudo no processo de criação e cheio de ideias novas, mesmo em meio à pandemia e com todas as diferenças no mundo artístico que o coronavírus fez existir. 

"Nesse momento, é hora de se reinventar. E eu estou focado nisso. É só estúdio e casa todos os dias. Estou focado na música, pensando em vários clipes, tendo várias ideias", disse Zaac. 

"É um momento bem mais diferente, com produção mais limitada, que temos que tomar mais cuidado, mas é uma forma diferente de trabalhar e eu sou uma pessoa que gosta de se adaptar aos desafios. Sou aquela pessoa que entrega dentro das condições, que gosta de trabalhar com o que dá. É um período chato e difícil para todo mundo, mas, como cantora, meu pilar é o entretenimento, então é um momento que meu trabalho pode ajudar de maneira positiva as pessoas que estão em casa. A gente cansa e se irrita por estar trancado em casa, e eu como cantora uso esse momento para fazer meu trabalho e entregar entretenimento. É diferente de trabalhar, mas é um momento importante, até mais importante que o normal, para entregar conteúdo para as pessoas se distraírem, para ajudar as pessoas a esquecerem um pouco de tudo isso", ponderou Sonza. 

O clipe de "Toma", inclusive, sentiu essas mudanças que o isolamento social trouxeram, pois precisou ser feito de um jeito bem diferente do que estavam acostumados. 

"O processo de gravação foi bem nas normas, com todos os cuidados, porque é um momento que temos que levar muito a sério e não é brincadeira. Mas para mim, foi tudo maravilhoso do jeito que foi. A música é muito envolvente e a minha intenção é passar esse sentimento nos clipes sempre", afirmou Zaac. 

"E essa música é bem diferente do que estão acostumados com o Zaac, vocês vão vê-lo de uma forma bem diferente, como nunca viram", adiantou Luísa. 

"Eu surfo na onda e a onda da Luísa está bem demais. As músicas dela têm uma envolvência muito louca, então estou muito feliz com o resultado dessa", elogiou o funkeiro. 

Parceria

Luísa também não ficou para trás e encheu Zaac de elogios, mostrando-se muito contente pela parceria show que fizeram. 

"Zaac é maravilhoso, sempre quisemos fazer um feat. A gente já tinha feito uma música, mas decidimos esperar porque sentimos que não era aquela ainda. Mas eu ainda queria juntar essa Luísa pop com o Zaac, grande nome do funk. Então convidei ele de novo, ele aceitou e deu certo 'Toma', essa parceria maravilhosa. E que bom que ele aceitou!", falou. 

"O talento que Luísa tem, o pessoal não conhece nem 40%. Ela tem muita coisa para mostrar ainda", declarou. 

Expectativa

Luísa Sonza também falou de suas expectativas para a música "Toma". A cantora confessou que não gosta de criar muitas esperanças em torno de um projeto, mas adiantou que essa é uma das melhores de sua carreira e que está bem confiante. 

"Não gosto de criar muita expectativa. Óbvio que a gente tem estatísticas e metas, que, de acordo com elas, a gente acredita que vai bater isso ou aquilo. Mas não faço música criando expectativa de que tem que hitar. Eu sempre penso na longevidade do trabalho, de como isso vai agregar na minha carreira de alguma forma. Eu pensei em 'Toma' para uma música que eu quero cantar, com performance, que vem bem instrumental e sendo o oposto da expectativa de 'Braba', que é mais tranquila, mais para streaming. Eu trabalho cada música com uma proposta e minha expectativa é que essa proposta seja entendida e acatada. Mais do que em números, mas o sucesso de que ela venha e entre no lugar exato que eu tinha pensado e se transforme em algo épico e grandioso para aquele objetivo", declarou Sonza. 

A cantora também adiantou que essa música tem sua coreografia preferida da carreira até agora e que já considera um sucesso pelo resultado. 

"É minha coreografia preferida até agora. Não é facil, vai malhar a perna... Eu estou com a coxa desse tamanho de tanto que eu dancei, porque é a mais difícil até agora", brincou ela.

Luísa declarou ainda que gostou muito de gravar o clipe, mesmo com todas as restrições, e que também é seu preferido, além da coreografia. 

"Gravar o clipe foi incrível. Na minha opinião, é o meu melhor clipe até agora. Mesmo com as questões de pandemia, com uma equipe reduzida e menos dançarinos do que a gente queria para entrar tudo ceritnho na lei, o resultado foi o meu preferido até agora", opinou. 

Processo criativo

E o clipe tinha tudo para dar certo mesmo, pois já foi pensado enquanto ela escrevia a letra da música. Luísa Sonza planejou tudo em sua cabeça e garantiu que saiu perfeito, 100% como ela queria. 

"Eu fiz a música já pensando no clipe. Falei atá as cores que eu queria: verde e rosa. O clipe veio inteiro na minha cabeça. E é muito difícil, porque sou extremamente contraladora e, como estava muito pronto na minha cabeça, às vezes eu não consigo fazer 100% como eu quero. Mas 'Toma' parece que saiu direto da minha cabeça e eu consegui colocar tudo em prática. Expectativa e realidade estão iguais. Está exatamente do jeito que eu queria, tanto música quanto clipe, proposta, forma, coreografia... Vai ser tudo para minha carreira. Acho que vai ser um grande momento", destacou. 

Carreira internacional

E como Luísa Sonza bem citou a carreira, é claro que ela foi questionada sobre o interesse em projetos internacionais e ela nem titubeou em falar seu maior sonho.

"Quero fazer feat com a Beyoncé. Vou logo no alto escalão, porque não sou boba", brincou. 

A cantora revelou que está planejando fortemente lançar projetos para fora, inclusive já tem música em inglês e espanhol, que ainda não foram divulgadas, e pensa em misturar os três idiomas em canções. 

"Anitta abriu uma baita porta para a gente internacionalmente. Rainha!", começou ela, elogiando a colega de profissão.

"E não é o fato de eu buscar uma carreira internacional, mas é uma coisa que acredito que vá acontecer naturalmente nos próximos anos com todos os artistas. Porque o Brasil está cada vez em mais destaque no mundo, mostrando que é um grande lugar de artistas incríveis e de um público também incrível. Então, a internacionalização das celebridades é algo que vai acontecer de forma natural. Não só comigo, mas com todos os nossos artistas. Temos muito o que entregar musicalmente e o mundo está se dando conta disso", opinou. 

MC Zaac também destacou que os gringos deram muita oportunidade para o Funk brasileiro, até antes do que o nosso próprio País. 

"A galera deu oportunidade lá fora para o funk e aí que começaram a ver o potencial aqui. Acho que tem uma tendência a crescer, principalmente caminhando com o pop, o reggaeton, por envolver dança, por ser urbano. É um estilo musical brasileiro e as pessoas ainda encaram com um preconceito aqui. Tiveram que ouvir de lá de fora que é bom para dar valor também... Mas com certeza tem uma potência para crescer sempre. E, se depender de mim, vai sempre continuar", declarou. 

Falando nessa mistura de pop e funk, reggaeton e outros estilos musicais. Luísa Sonza também contou que sonha em fazer sertanejo, um feat. com Marília Mendonça, e também uma parceria com Ivete Sangalo. Também queremos!





Notícias Relacionadas

30/07/2020 | 18h29m - Caroline Huertas

Luísa Sonza: 'Recebo ataques e sei que é por um bem maior'

29/07/2020 | 14h52m - Flávia Almeida

Ivete Sangalo deixa o The Voice Brasil



Instagram

Instagram

OFuxico