Imprimir

Notícias

26/02/2021 | 10h00m - Publicado por: Michele Marreira | Foto: Divulgação

Maitê Proença volta com peça autobiográfica O Pior de Mim

Em 2020, o espetáculo foi indicado ao Prêmio Arcanjo de Cultura

Maitê Proença volta com peça autobiográfica O Pior de Mim - Divulgação

Provocada por este mote, a atriz e escritora Maitê Proença estreou em setembro passado um dos maiores sucessos teatrais de 2020, a peça de O Pior de Mim, com texto de sua autoria e direção de Rodrigo Portella.

O solo teve sua primeira temporada prorrogada por duas vezes, e volta a ser apresentado a partir de 4 de março, desta vez diretamente da casa da atriz.

A obra é um trabalho corajoso em que a artista revisita a história de sua vida desde a infância até os dias de hoje. Ela faz, em cena, uma reflexão sobre como sua conturbada história familiar repercutiu na vida pessoal e carreira, os eventuais bloqueios desenvolvidos e tudo que precisou fazer para se libertar. Vemos as circunstâncias que lhe foram impostas em cruzamento com as armadilhas que ela mesma se impôs para se defender.

Ela fala ainda da mulher de 60 anos no Brasil, de machismo, misoginia, dos preconceitos enfrentados. É um trabalho que parte de uma história pessoal para falar de todas as histórias, na medida em que todos enfrentam em maior ou menor grau bloqueios e travas oriundos de traumas pessoais. Todo o público, em alguma medida, poderá se ver naqueles relatos e reflexões.

A peça estreou em 2020 dentro do projeto “Teatro Já”, do Teatro PetraGold/RJ, criado pela atriz Ana Beatriz Nogueira e pelo ator e curador do teatro Andre Junqueira. O projeto apresentou peças em transmissão ao vivo do palco do teatro para plateias virtuais em todo o Brasil e o mundo, e presencialmente para um único espectador.

Metade da arrecadação dos ingressos era destinada ao auxílio de famílias de técnicos e artistas teatrais, desempregados devido à pandemia do coronavírus.

“Atriz com farta capacidade de comunicação não só em sua atuação como também na dramaturgia que constrói, mostrando seu domínio das palavras e da poesia que emana delas”, frisou o crítico cultural, Miguel Arcanjo Prado, do Blog do Arcanjo e membro APCA. 

FICHA TÉCNICA

Texto e Atuação: Maitê Proença

Direção: Rodrigo Portella

Trilha: Marcello H

Produção: Maite Proença

Assessoria de Imprensa: JSPontes Comunicação – João Pontes e Stella Stephany

SERVIÇO

NOVA TEMPORADA: a partir do dia 04 de março

HORÁRIOS: sempre às quintas-feiras, às 19h

INGRESSOS: R$20,00

ONDE COMPRAR E ONDE ASSISTIR: https://site.bileto.sympla.com.br

GÊNERO: confessional/DURAÇÃO: 50 min /CLASS. INDICATIVA: 14 anos/TEMPORADA: até 25 de março

Maitê Proença sobre sucesso no digital: 'O momento pede verdade'





Notícias Relacionadas

04/01/2021 | 11h24m - Flavia Almeida

Aos 62 anos, Maitê Proença causa em ensaio de maiô

17/12/2020 | 17h27m - Andréia Takano

Conheça os indicados ao Prêmio Arcanjo de Cultura 2020



Instagram

Instagram

OFuxico