Imprimir

Notícias

06/10/2020 | 20h33m - Publicado por: Raphael Araujo | Foto: Lukas Alencar

Malu Falangola sobre adiar o casamento: ‘Foi uma decisão óbvia’

Atriz de Amor sem Igual conversou com a reportagem de OFuxico

Malu Falangola sobre adiar o casamento: ‘Foi uma decisão óbvia’ - Lukas Alencar

Malu Falangola, atriz de Amor sem Igual, da Record TV, conversou com exclusividade com a reportagem de OFuxico e comentou a respeito do retorno às gravações da trama e ainda relembrou o 'susto' após o início da pandemia do novo coronavírus.

Segundo Malu, ela e todo o elenco da novela ficaram em choque quando tudo aconteceu em março.

“Foi muito doido. Estávamos exatamente no pico do ritmo, já na reta final, personagens super em alta e parou. Fiquei preocupada, pensando se ia voltar no mesmo ritmo, pois deixei cena sem gravar no meio. Voltei gravando uma cena que havia começado meses atrás. Foi um desafio, mas faz parte”, revelou ela, junto com o fato de ter sido muito bem recebida na emissora desde o início da trama.

“A equipe super ajudou a gente, reviu e revisou várias cenas do passado para relembrarmos, foi um trabalho em equipe para dar conforto à gente, um verdadeiro trabalho em equipe”, completou.

Em relação ao set de gravações, ela contou que havia vários procedimentos a serem seguidos por todos, tendo álcool em gel em todo lugar e máscaras descartáveis para cada um, além de já entrarem no estúdio esterilizando e medindo a temperatura.

“Também fizemos as cenas mantendo o distanciamento recomendado, sendo algumas até mesmo revisadas e modificadas. O ensaio era com máscara e na hora de gravar sem máscara, sempre colocando de volta depois de fazer a cena. Foi bem diferente, mas com muito cuidado e atenção para não haver nenhum descuido”, explicou Malu.

Um dos grandes pontos de Ioná na vida de Falangola foi o surgimento da necessidade de ter aulas de stiletto e de tecido acrobático, que gerou vários desafios e satisfações para a artista.

“Foi um desafio. Eu tinha medo da altura, não tinha resistência física, mas tínhamos uma professora muito boa, ela ‘me tirou do chão’, digamos assim, para me levar para a prática mesmo. Mas quando você vai fazendo, o negócio vai viciando, se tornando um estilo de vida e uma característica da personagem”, disse, junto com o fato de que pretende seguir a prática após o final da pandemia.

Totalmente Demais e peça online

 

Malu Falangola também participou de Totalmente Demais, além de uma peça online na quarentena

Além de Amor Sem Igual, Malu também pode ser revista em Totalmente Demais, da TV Globo, na qual interpretou uma das candidatas ao concurso.

“Foi meu primeiro trabalho, a primeira vez que falei em rede nacional em uma cena. Fiquei muito nervosa na época. Mas ver isso anos depois e notar o quanto a personagem cresceu para todas as atrizes presentes foi incrível. Morri de rir, achei divertido rever, e muito feliz que muita coisa mudou para melhor na minha carreira depois de cinco anos. Totalmente Demais me abriu as portas”, contou Malu, que mantém contato com suas colegas de cena até hoje, tendo inclusive atuado mais uma vez com Juliana Paiva e planejando uma peça com as meninas.

Aproveitando o assunto de teatro, Falangola comentou sobre Nossa Última Call, peça online na qual participou durante a quarentena a convite do amigo e idealizador João Campany.

“Ele tinha esse texto escrito sobre um término de casamento, mas após o início da pandemia, ele deu uma adaptada quando ele soube de situação similar de uma amiga dele. Quando recebi o convite, topei na hora pois adoro essas loucuras”, garantiu a atriz.

“Ensaiamos durante três meses, fomos contemplados com um edital do governo, e foi uma experiência de tirar o fôlego. Tínhamos uma equipe completa dentro das nossas casas. Nos transformamos nessa pandemia para nos adaptar e fazer nossa produção ir ao ar”, falou ela, explicando também porque a peça era exibida por meio de lives no Instagram.

“Como fomos contemplados pelo edital do governo, não poderíamos cobrar ingresso e/ou fazer algo fechado, e sabendo da realidade do Brasil, na qual muitas pessoas não têm acesso ou se interessam pelo teatro, então o Instagram foi a plataforma mais abrangente que encontramos”.

“Nós não queríamos ganhar dinheiro com isso pois já havíamos sido contemplados, então vamos levar essa experiência ao máximo do público. Então por um mês, iniciamos lives e seguíamos o roteiro. Inclusive, muita gente que pegava no meio não entendia o que estava acontecendo, pois a gente chorava, brigava na peça, e vários amigos mandavam mensagens para meus familiares perguntado se eu estava bem. Mas foi muito legal, e recebi mensagens de pessoas que nunca foram ao teatro na vida que estavam acompanhando semanalmente. Foi um presente que o João me deu”, declarou Malu.

Em relação a projetos futuros, a artista revelou ter alguns textos dela prontos para saírem do papel, inclusive monólogos, além de esperar chamadas da TV. Ela também filmou um longa durante o isolamento social, passando um tempo de quarentena com um amigo dela. Quanto a detalhes do filme, ela não pôde contá-los ainda, apenas que ele está em pré-produção.

Casamento adiado

 

Malu Falangola precisou adiar o casamento em decorrência da pandemia do novo coronavírus

A pandemia do novo coronavírus também trouxe um importante fato para a vida de Malu: o adiamento de seu casamento com o engenheiro Walter Ramacciotti Netto.

“Foi uma decisão que pareceu meio que óbvia, natural. Olhar a situação de mundo e dizer: ‘não vai rolar!’ Não só pela gente, mas por todos os convidados também, afinal, minha família é nordestina e a dele do Sul. Então falamos 'vamos organizar o pensamento', e ao vermos que seria muita gente se deslocando nesse momento delicado, virou uma coisa óbvia o adiamento”, contou a atriz.

“Não fizemos uma festa, mas estamos morando juntos. O casamento meio que está acontecendo. A festa em si é mais que a ‘abertura’ disso. Mas ela vem ano que vem, espero que seja logo”, completou, informando também que eles se mudaram recentemente para a mesma casa. Antes, ela estava de quarentena com a mãe.

“Fiquei com ela até o final das gravações da novela, e quando acabou decidimos começar esse ‘casório’, e estamos em meio a caixas ainda”, disse.

Já sobre a pandemia em si, ela considera uma consequência de nossas ações de muito tempo, principalmente em relação a empatia humana.

“Eu me deparei com muita situação estranha. Já estamos em uma situação complicada e as pessoas não se ajudam, não se apoiam. É uma mensagem meio forte que estamos recebendo e precisamos abrir os olhos e ver quem é quem. Essa minha visão sobre o assunto”, afirmou.

Passando a quarentena no Rio de Janeiro, ela está muito preocupada com seus familiares por estar muito tempo longe deles e com contato reduzido.

“Morrendo de saudades da minha família no nordeste, principalmente dos meus pais, mas ficando em casa e tocando tudo aqui no Rio esperando tudo isso passar”, disse, junto com hobbies e atividades realizadas no isolamento.

“Me dediquei a aprender a tocar violão, sabia pouquíssimas músicas e agora meu reportório cresceu. Ioga e meditação eu nunca havia praticando tanto. Era uma questão e saúde mental mesmo, pessoalmente bem importante, principalmente para lidar com as notícias que saiam [...] no início eu lia tudo, queria saber o que era, preocupada com minha família no nordeste, mas percebi que estava ficando muito nervosa com as notícias, que mudava de uma hora para outra, então aprendi que era uma questão de barrar mesmo”, concluiu Malu Falangola.

Que a pandemia passe e todos os planos de Malu se concretizem, não é mesmo?





Notícias Relacionadas

08/10/2020 | 11h28m - Flávia Almeida

Próxima temporada de Malhação é adiada

08/10/2020 | 10h15m - Giovanna Prisco

Influencer com câncer morre após contrair Covid-19



Instagram

Instagram

OFuxico