Imprimir

Notícias

16/08/2020 | 14h15m - Publicado por: Caroline Huertas | Foto: Reprodução / Instagram

Marcelo Mancini detona Lucas Silveira após acusações de assédio

Integrantes da Banda Strike estão resolvendo caso na Justiça

Marcelo Mancini detona Lucas Silveira após acusações de assédio - Reprodução  / Instagram

A banda Strike se viu envolvida em uma grande polêmica após uma página anônima do Twitter, Exposed Emo, alegar que tinha relatos verdadeiros de assédios cometidos pelos membros. 

O perfil fez uma série de acusações que, segundo o vocalista, Marcelo Mancini, são todas falsas. O cantor entrou na Justiça ao lado dos outros integrantes para rebater as informações e tomar as medidas cabíveis contra a suposta calúnia cometida. 

Em seu perfil do Instagram, ele também resolveu compartilhar uma carta aberta aos fãs, familiares e amigos, explicando a situação e negando qualquer veracidade dos fatos.

Japinha é afastado do CPM 22 após flerte com menor de idade

Nesse desabafo, Marcelo Mancini também detonou o cantor Lucas Silveira, da banda Fresno, por ter se pronunciado a favor das acusações que os membros da Strike sofreram. 

"Não poderia deixar de registrar a tamanha decepção coletiva que muitos músicos da cena tiveram com a atitude infeliz do Lucas Fresno, onde ele se sujeitou a ir lá apoiar a causa de uma página que ele nem sabia se era verídica. Ele quis 'lacrar' em apoio à causa feminista, sendo que ele nunca militou a favor de causa nenhuma, nos soando oportunista", declarou o vocalista.  

Além dos relatos contra a Strike, também tinham alguns depoimentos sobre o fotógrafo Luringa, com quem Lucas já havia trabalhado. 

"Eu sempre tive muito carinho por ele, mas na hora que ele se pronunciou contra o Luringa (fotógrafo de algumas capas do Fresno) chamando toda atenção dos fãs da sua banda para apoiarem vítimas da página, que ele nem sabia se era legítima, e desejando justiça aos culpados, que ele nem sabia se eram de fato culpados, ele teve uma atitude errônea de querer tirar o corpo fora por receio de ser citado lá. Coisa que eu acho completamente errada, pois quem não deve não teme", continuou. 

Marcelo alegou que Lucas estava com medo de ser acusado, assim como outros integrantes da banda Fresno, e que tinha prints provando isso. 

Fresno e bandUP! arrecadam dez mil cestas básicas em live

"Esse receio do Lucas de cair na página, eu tenho printado e seria deselegante da parte dele me fazer expor essa infeliz conversa onde ele fala até da moral dos outros integrantes de sua banda. Sabemos que muitos relatos dele chegaram lá, como de outros do Fresno, de outras bandas também, mas não foram publicados pelo fato da dona da página ser fã do Fresno e passar o famoso pano para os ídolos", acusou. 

"Se os relatos eram falsos, ou não, não me compete julgar, mas ele com certeza saberá a veracidade de todos e, com essa atitude infeliz, impensada, ele jogou a consideração de muitos músicos pelo ralo. Lamentável", disparou. 

 

Marcelo Mancini se pronuncia após acusações de assédio em que a Banda Strike foi envolvida

 

Carta aberta

Na carta aberta, Marcelo Mancini pediu para que a dona da página se retratasse publicamente e pedisse desculpas, pois suas acusações fizeram com que ele e a banda Strike tivessem muitos prejuízos financeiros e perdessem trabalhos, além de serem criticados e envolverem pessoas queridas na polêmica. 

"Depois de um tempo sofrendo gravíssimas acusações falsas, nós do Strike nos empenhamos em uma investigação em parceria com um delegado especialista em crimes virtuais, juntamente com o nosso advogado, Dr. Alexandre, e com a Dra. Luciana, e descobrimos a identidade da dona da página que nos desferiu tantas falsas acusações anônimas de forma leviana", começou.

"Foi mega contraditório chegar a conclusão de que a dona responsável pela página nunca teve o menor envolvimento com a causa feminista, não teve o menor equilíbrio emocional para lidar com uma ferramenta tão grandiosa e, pelo visto, sofre de problemas psicológicos. Isso deixa claro que essa pessoa não teria menor condição de estar a frente de algo tão delicado como esse e, se não houver a retratação pública dela, nós iremos levar toda verdade sobre ela a público na justiça", avisou.

"Pessoas como essa, que se empenham por puro prazer mórbido em queimar a reputação de pessoas trabalhadoras, que ela nunca conheceu a fundo, usufruindo da luta do feminismo, se aproveitando com irresponsabilidade para atacar desafetos pessoais, atrapalhando inúmeras carreiras por pura maldade, desestabilizando emocionalmente inúmeras famílias dentro de um processo pesado de quarentena, merecem pagar caro na justiça. Isso quebra toda credibilidade de uma causa tão importante que jamais poderia ser conduzida por gente despreparada, maléfica e irresponsável", detonou. 

"Infelizmente, os danos às carreiras ludibriadas em alguns casos já são irreversíveis. No início dos ataques, ela disse que tinha assessoria jurídica, mas depois foi abandonada pelas advogadas que alegaram que a dona da página postava sem o menor critério, de forma total leviana, sem autorização das profissionais e indo contra os princípios éticos da assessoria jurídica da página, fugindo completamente do verdadeiro intuito da causa, buscando somente pela banalização, exposição e aumento de likes-views", contou.

"Ficou evidente que os ataques eram pessoais, 'tirando raríssimas exceções'. A maioria era para desprestigiar pessoas que sempre foram limpas no meio, que sempre prezaram por fortalecer os fãs, ficando óbvio que mentiras como essa não se sustentam por muito tempo e, por medo de ser pega, ela desativou a página. Ter desativado a página não repara o transtorno que ela causou a todos envolvidos", falou.

12 bandas que marcaram a adolescência dos anos 2000

"Eu fui solteiro por muito tempo, pude conhecer algumas mulheres nessa época, mas nenhuma dessas pessoas que eu me relacionei teriam motivos pra dar qualquer tipo de depoimento desse nível sobre mim, porque sempre foram bem tratadas. Já para me atacar, teria que ser daquela forma covarde, com denúncias anônimas falsas, criando cenários que eu nunca estive. Deixo aqui um desafio às autoras das denúncias, para que elas coloquem a cara para passarmos juntos por uma investigação minuciosa. Eu duvido que exista alguma verdadeira e as falsas eu já estou processando", declarou.

"Eu assisti calado essa página, mas fui juntando provas, provas e, graças a Deus, a maioria dessas pessoas que me acusaram (todas falsamente) já estão sendo processadas, onde eu tenho certeza que, pelos danos morais, receberei de todas elas o devido reparo na justiça", acrescentou. 

"O que essa menina fez foi abrir um espaço onde qualquer desafeto meu poderia ir lá desferir qualquer acusação para me prejudicar, ou para simplesmente aparecer. Ela publicava sem nenhum critério, sem nenhuma apuração, de forma covarde, escondida atrás de um computador. E isso é crime!", disparou. 

"Deixo claro que apoiamos a causa, sim, uma vez que uma coisa tão grandiosa dessa fosse administrada com a máxima responsabilidade, com o máximo critério, com gente emocionalmente equilibrada, preparada, estudada, que tratassem acusações desse porte em um tribunal de justiça e não nesse júri popular virtual, que não tem o menor embasamento para esse tipo de discussão", opinou.

"Para finalizar, deixo aqui meu humilde pedido de retração pública da página. Quero que essa página se desculpe honrosamente com o dano que ela fez na nossa carreira, com o nosso legado, por todos os compromissos perdidos por conta das falsas acusações. Fomos muito prejudicados financeiramente e emocionalmente. Nossos familiares foram expostos a esses ataques covardes, caluniosos, configurando um grande circo de ofensas. E agora quero esse reparo, que é meu por direito", pediu. 

"Se não houver esse pedido de desculpas da parte dela, já iniciaremos uma briga judicial de proporções catastróficas e eu, Marcelo, irei expor todas as conversas que circularam nos bastidores, configurando a maior merd* no ventilador da cena!", alertou.

"Obrigado a todos os verdadeiros fãs do Strike que se mantiveram lúcidos do nosso lado, nós sabemos quem vocês são e isso tudo serviu pra separar o joio do trigo. Quanto aos outros acusados, que os errados paguem na justiça e os corretos busquem seus direitos!", concluiu. 





Notícias Relacionadas

12/05/2020 | 10h00m - Raphael Araujo

Fresno e bandUP! arrecadam dez mil cestas básicas em live

18/04/2020 | 13h48m - Flávia Almeida

Anitta assiste live de Fresno e pede música

17/04/2020 | 00h30m - Luigi Civalli

Veja quais serão as muitas lives desta sexta-feira



Instagram

Instagram

OFuxico