Imprimir

Notícias

20/09/2020 | 18h11m - Publicado por: Andreia Takano | Foto: Reprodução/Instagram

Maria Zilda põe ponto final em mal-estar com Maitê Proença

Veterana quis colocar um fim nas especulações

Maria Zilda põe ponto final em mal-estar com Maitê Proença - Reprodução/Instagram

Nesta semana, Maria Zilda causou um verdadeiro mal-estar ao detonar Maitê Proença. A atriz veterana conversava com Carolina Ferraz em uma live e afirmou que Maitê “só faz live por dinheiro”.

Pois bem, neste fim de semana, Maria Zilda quis acabar com o bafafá e se explicou, durante live com Antônia Fontenelle.

"Eu liguei para ela como liguei para os 80 atores que passaram pelas minhas lives. Liguei para Maitê, que era minha amiga, amiga mesmo. Éramos unha e cutícula quando fizemos juntas 'Guerra dos sexos'. Liguei e disse: 'Proencinha (é assim que eu a chamo), bora fazer uma live comigo. E ela me disse que só fazia quando era paga ou como divulgação de algum trabalho. É um direito dela, eu não critiquei, não falei que era errado agir assim. Isso não me tira o respeito nem a admiração que tenho por ela", disse Maria Zilda em entrevista ao canal Na Lata.

Entenda toda a treta

Ao receber Carolina Ferraz na segunda-feira (15), Zilda deu uma alfinetada básica em Maitê Proença.

Carolina falava sobre os esforços dos artistas e o citou o projeto de Maitê, um monólogo online, que tem arrecadado dinheiro para trabalhadores do teatro. 

“Zilda, mas é interessantíssimo como essa pandemia provocou, principalmente na classe artística, uma busca por uma renovação interessante. Você vê a Maitê Proença, estreou um monólogo virtual, ela está no teatro. A Maria Ribeiro está fazendo um monólogo virtual. Você fazendo live todos os dias. A gente está se mexendo de um jeito ou de outro”, disse Carolina.

Maria Zilda interrompeu, dizendo que não ganha dinheiro algum para poder fazer os encontros virtuais. Carolina endossou.

 “É, a gente não ganha dinheiro, mas acho que a Maitê deve estar vendendo. Toda a renda ela está doando para os funcionários de teatro”, afirmou.

Foi aí que Maria Zilda disparou sua metralhadora giratória, embora dissesse que não queria entrar em polêmicas.

“Acho muito difícil, porque a Maitê gosta muito de dinheiro e, inclusive, ela só faz live se pagarem. Não estou julgando nem criticando a Maitê, ela tem direito e cada um faz o que gosta de sua vida. Isso é um direito que ninguém pode tirar”, contou.

Carolina tentou apaziguar e terminar com o climão. Ela disse que, com dinheiro ou não no projeto de Maitê, a renda estava sendo revertida. Maria Zilda disse que era apenas “uma parte” do que estava sendo arrecadado.

“É, não sei se uma parte ou tudo, mas é legal você estar fazendo um monólogo que é transmitido online para as pessoas. E isso não só ela como outras artistas como Lília Cabral e Paulo Betti”, completou Carolina.

 
 





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico