Imprimir

Notícias

09/11/2020 | 12h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Mel B se recusa a pagar mais dinheiro para o ex-marido

A cantora pediu a um juiz reduzir o valor que ela tem de pagar, devido a pandemia

Mel B se recusa a pagar mais dinheiro para o ex-marido - Reprodução/Instagram

Mel B não está disposta a pagar mais dinheiro ao ex-marido, o produtor Stephen Belafonte, de quem se divorciou, alegando violência doméstica e abusos em 2017.

Segundo o jornal MailOnline, a cantora alegou que pedirá falência se for condenada a pagar mais US$ 500 mil (R$ 2,7 milhões) a ele.

Um juiz de Los Angeles ordenou que a estrela das Spice Girls cobrisse US$ 400 mil em taxas legais e US$ 100 mil em taxas de contabilidade para seu ex após o divórcio. Mas aparentemente ela fez uma petição ao juiz Mark Juhas para reduzir o valor, devido às suas próprias dificuldades financeiras neste momento.

Mel B relembra caso de racismo no início das Spice Girls

De acordo com uma fonte do diário inglês, Mel disse ao Tribunal Superior de Los Angeles em uma declaração por escrito:

"Estarei efetivamente insolvente e com toda a probabilidade terei de pedir falência. Eu simplesmente não tenho a capacidade de pagar uma quantia tão exorbitante", disse no documento, afirmando que ainda não conseguiu trabalhar durante a pandemia do coronavírus.

Isso veio depois da notícia de que Mel pediu a Eddie Murphy um aumento no apoio mensal de US$ 26 mil (R$ 141 mil) que ele paga por sua filha Angel, de 13 anos.

Ela divide sua filha mais velha Phoenix, de 21 anos, com seu ex-marido Jimmy Gulzar, e sua filha Madison, de nove, com Belafonte.

Mel C agradece pelas Spice Girls terem estourado sem a era digital

Racismo

Em entrevista ao Daily Star, Mel B relembrou alguns casos de racismo pelos quais passou durante a infância e usou seus relatos para fortalecer o movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam), que voltou a repercutir depois da morte de George Floyd, um homem negro que foi imobilizado por um policial branco com o joelho no pescoço, nos Estados Unidos.

Inclusive, a cantora falou também de situações na fase adulta, quando já era um membro da banda Spice Girls, muito famosa entre os anos 1990 e 2000.

"Quando gravamos o primeiro videoclipe de Wannabe, tínhamos uma equipe enome de estilistas. Uma das primeiras coisas que me disseram era que iam alisar o meu cabelo", contou ela, fazendo referência ao maior hit do grupo e o single de uma banda feminina mais vendido no mundo.

"Meu cabelo era a minha identidade, era o que me diferenciava do resto. Nas Spice Girls, precisamente, tínhamos que celebrar as nossas diferenças, era nisso que consistia a nossa mensagem", explicou ela, que negou a mudança nos fios.

Como dito anteriormente, Mel B ressaltou que a percepção do racismo aconteceu enquanto era criança, na escola.

"Na infância já me tornei consciente de que não veria muitas pessoas com a mesma cor de pele que eu. No entanto, foi realmente uma vez em que entrei na escola que percebi que a minha raça tinha um efeito muito particular nas outras crianças. Comecei a receber insultos que, sinceramente, não conseguia compreender."

Para escapar das pessoas que a perseguiam, faziam bullying, a britânica corria o quanto podia e isso, de certa forma, a fez virar uma atleta.

"Quando cresci mais, acabei me dando muito bem com o atletismo e ganhava todas as corridas. Passei a vida correndo a toda velocidade para me esquivar deles", recordou.





Notícias Relacionadas

09/06/2020 | 19h45m - Flávia Ávila

Mel B relembra caso de racismo no início das Spice Girls

08/05/2020 | 12h00m - Flávia Ávila

Namorada acusa Simon Cowell de affair com Mel B



Instagram

Instagram

OFuxico