Imprimir

Notícias

14/06/2020 | 03h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Melhor amiga de Meghan Markle é acusada de racismo

Jessica Mulroney teve que se desculpar em público após ser apontada por Sasha Exeter

Melhor amiga de Meghan Markle é acusada de racismo - Reprodução/Instagram

A estilista Jessica Mulroney, amiga íntima de Meghan Markle, e apontada como a babá de seu filho Archie Harrison quando a atriz precisa sair de casa para cumprir compromissos de trabalho, foi despedida do programa de televisão Good Morning America, onde era colaboradora de moda, após sua discussão pública com Sasha Exeter, apresentadora e blogueira de estilo de vida, que a acusou de racismo, apesar do fato de a estilista ter defendido a duquesa Meghan no passado, de ser vítima de racismo no Reino Unido.

Harry e Meghan Markle gastam R$ 43 mil por dia em segurança

Por meio de um comunicado, o programa confirmou à revista US Weekly a saída da colaboradora:

"Como Jessica Mulroney disse na noite passada, ela está se afastando de seus compromissos profissionais e isso inclui o Good Morning America. Ela não aparecerá mais em nosso programa".

Mulroney, de 40 anos, estreou como colaboradora de estilo no Good Morning America em novembro de 2018.

A estilista foi criticada na quarta-feira (10), quando Exeter a acusou de racismo 'a portas fechadas', em um post no Instagram.

"Fiquei em silêncio. Chega! Estou acostumada a ser muito transparente nessa plataforma. Acho que esse é o principal motivo para a maioria de vocês me seguirem. Hoje, estou falando de algo que me assombrou na semana passada. Eu me senti como uma fraude completa lutando pela igualdade racial e usando minha voz abertamente aqui, enquanto deixava uma mulher branca calar a minha voz atrás de portas fechadas (...) compartilhando essa história muito pessoal, sei que estou correndo um grande risco de críticas, bullying (...) No entanto, devo dizer a verdade. Já basta. Espero que minha voz seja ouvida por muitos e ajude a mudar as coisas para a próxima geração e para minha filha Maxwell. Porque eu ficaria revoltada se minha filha às vezes tenha que lidar com esse nível de ignorância", disse Sasha.

No vídeo que ela postou no Instagram, Sasha observa: "Ao longo de mais ou menos uma semana, Jessica basicamente marcou todas as 'alternativas' que uma mulher branca não deveria fazer durante o maior tumulto racial da história ... Que ela me ameaçasse, uma mãe solteira, mãe negra solteira, durante uma pandemia racial, meu queixo caiu. O objetivo aqui é uma mudança genuína e transformadora. Você não pode postar que você é solidária ao tentar silenciar alguém por mensagem de texto", cobrou Exeter.

O que acontece é que Sasha pediu a Jessica através de uma mensagem para também falar em público sobre o que estava acontecendo por causa da morte de George Floyd nas mãos da polícia branca, e a amiga de Markle não quis fazê-lo.

Estúdios querem Meghan Markle em seus futuros projetos

"Como alguns de vocês devem ter visto, @sashaexeter e eu tivemos um desentendimento. Ela me chamou por não fazer o suficiente quando se tratava de participar da conversa importante e difícil sobre raça e injustiça em nossa sociedade. Entendi isso como algo pessoal, e isso está errado. Eu sei que preciso fazer melhor. Aqueles que têm uma plataforma devem usá-la para falar (...) Como lhe disse em particular, tive uma experiência muito pública e pessoal com uma amiga bem próxima, onde a raça estava na frente e no centro", escreveu Jessica, possivelmente se referindo a Meghan Markle. "Foi profundamente educativo. Aprendi muito com isso. Prometo continuar aprendendo e ouvindo como posso usar meu privilégio para elevar e apoiar vozes negras", disse Mulroney.

A melhor amiga de Meghan, e babá de Archie Harrison, emitiu um longo pedido de desculpas via Instagram na quinta-feira (11).

"Quero dizer do fundo do meu coração que cada uma das minhas desculpas a Sasha nas últimas duas semanas em particular, e novamente, tanto em público como em privado, são verdadeiras. Eu não tinha intenção de prejudicar seus meios de subsistência. Tivemos um desacordo e isso ficou fora de controle. Sinto muito (...) quero continuar o importante trabalho de combate ao racismo e espero que todos vocês continuem me responsabilizando", afirmou.

Ainda não se sabe se esse assunto vai repercutir em sua amizade com os Duques de Sussex, sendo ela tão próxima do casal.

Príncipe Harry comenta sobre futuro do filho Archie

Meghan fala sobre George Floyd

Recentemente, Meghan Markle gravou um vídeo para os formandos da Immaculate Heart, escola em Los Angeles onde a Duquesa estudou na adolescência. A atriz lamentou a morte de George Floyd, que foi morto asfixiado por um policial branco. Meghan definiu a situação como absolutamente devastadora.

A esposa do Príncipe Harry também se desculpou com os alunos por terem crescido em um mundo onde o racismo ainda está presente.

Na gravação, ela contou que estava nervosa em falar, mas percebeu que a única coisa errada a dizer é não dizer nada.

"Porque a vida de George Floyd importava e a vida de Breonna Taylor importava e a vida de Philando Castile importava e a vida de Tamir Rice importava", disse ela, se referindo a outros negros mortos por policiais nos Estados Unidos.

Para concluir, Meghan Markle pediu para que os alunos se unam e usem a voz nas próximas eleições dos Estados Unidos, pedindo mudanças.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico