Imprimir

Notícias

04/09/2020 | 14h00m - Publicado por: Flávia Ávila | Foto: Reprodução/Instagram

Miley Cyrus revela fala machista de diretor do VMA e e diz não ser mais vegana

A cantora respondeu o profissional sem papas na língua

Miley Cyrus revela fala machista de diretor do VMA e e diz não ser mais vegana - Reprodução/Instagram

Miley Cyrus é dona de si e não tem medo de mandar a real. A cantora se apresentou, no último domingo (30), no VMA, uma das principais premiações da música, de forma remota. Com a pandemia do novo coronavírus, parte dos shows foram gravados e exibidos no dia.

Miley Cyrus resgata cão que vagava em estação de bombeiros

No entanto, nem tudo são flores e na última quarta-feira (2), a loira conversou com o radialista Joe Rogan, revelando um episódio bem chato que aconteceu nos bastidores da cerimônia este ano.

Ela revelou que um diretor do VMA  fez um comentário irônico de tom machista para ela durante as preparações para a sua performance. Segundo Cyrus, ela estava discutindo sobre a iluminação do palco durante sua apresentação quando entrou em conflito com o profissional.

Isso porquê, especificamente, a artista não queria que a "luz da beleza", que suaviza os traços da pessoa em relação à câmera, fosse usada.

"Eles só usam isso com as mulheres. Eu disse algo como: 'Desliguem essa p***a'. Ninguém diria ao Travis Scott ou ao Adam Levine que eles não podiam mudar a iluminação em suas performances. Então o diretor disse: 'Ok, vamos fazer igual fazemos com os caras'. Pouco depois, as pulseiras que eu estava usando no figurino começaram a se enroscar nesses adereços do palco, e ele comentou: 'Bom, se você fosse um cara, não estaríamos lidando com isso'", disse.

Miley Cyrus arrasa no VMA 2020 com look transparente

Bem direta e firme, Miley respondeu o diretor sem pestanejar.

"Eu retruquei que um cara não estaria fazendo o mesmo que eu, porque um cara não precisaria usar o sexo para vender o programa de TV que ele estava dirigindo", afirmou ela.

Veganismo

 

Ser vegana era uma parte da luta de Miley Cyrus pela causa animal, porém, esse detalhe precisou ser mudado. Durante a entrevista para o podcast de Rogan, a musa explicou que passou a introduzir peixes em sua alimentação novamente por uma questão de saúde.

“Eu fui vegana durante muito tempo, mas agora introduzi peixes e ômegas na minha alimentação porque o meu cérebro não estava funcionando bem”, contou. “Mas com relação ao meu cérebro… Claro que muitas pessoas podem ser bem sucedidas com a alimentação vegana, mas descobri que eu não".

A dona do novo hit Midnight Sky ainda mencionou se sentir melhor agora.

Miley Cyrus fala da possibilidade de reviver Hannah Montana

"Eu sinto que estou bem mais nutrida do que antes. Eu estava desnutrida. Eu lembro que fiz um show em um local que eu amo, que é o Festival de Glastonbury. É um show que eu amei, amei minha performance, mas eu me sentia “vazia” de alimentação”, reforçou ela.

De qualquer forma, ela lembrou que isso não afeta a sua continuidade dentro da causa de proteção aos aimais.

“Elas [as pessoas veganas] podem até se chatear [por ela não seguir mais a alimentação], mas eu estou acostumada com pessoas que se chateiam comigo. Olha só, se fossem na minha casa, veriam que eu tenho 22 animais na minha fazenda, em Nashville. Eu tenho mais 22 em minha casa em Calabasas. Então, ninguém pode falar que eu não luto pela causa animal“, disparou.





Notícias Relacionadas

31/08/2020 | 16h35m - Flávia Ávila

Miley Cyrus arrasa no VMA 2020 com look transparente

26/08/2020 | 13h55m - OFuxico

Morre avó de Miley Cyrus



Instagram

Instagram

OFuxico