Imprimir

Notícias

30/07/2020 | 15h24m - Publicado por: Flavia Almeida | Foto: Reprodução/Instagram

Ministro Marcos Pontes testa positivo para a Covid-19

Ele é o quinto ministro infectado pelo coronavírus

Ministro Marcos Pontes testa positivo para a Covid-19 - Reprodução/Instagram

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, contou durante uma live na noite de quarta-feira (29), que testou positivo para o novo coronavírus. O astronauta deu detalhes no bate-papo com o senador Roberto Rocha (PSDB-MA), descrevendo que teve sintomas de gripe. Na terça-feira (28), Pontes realizou o exame. No dia seguinte, o resultado foi positivo.

Michelle Bolsonaro testa positivo para o novo coronavírus

"Vou permanecer trabalhando no isolamento e continuar a despachar normalmente com isolamento. A gente vai tratar e tudo vai dar certo de Deus quiser. Vou até entrar nos testes da nitazoxanida, agora eu posso", disse.

Além de Marcos Pontes, outros quatro ministros já anunciaram que tiveram Covid-19: Milton Ribeiro, da Educação, Onyx Lorenzoni, da Cidadania, Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, e Bento Albuquerque, de Minas e Energia.

O presidente da república, Jair Messias Bolsonaro (sem partido) também afirmou, no último dia 07, que testou positivo para a doença e permaneceu por quase três semanas na residência oficial do Palácio da Alvorada. No último sábado (25), ele divulgou que um novo exame foi negativo.

Andrea Bocelli pede desculpas após fala sobre coronavírus

Primeiro astronauta brasileiro no espaço

Muito antes de ser ministro, Marcos Pontes já era bastante conhecido. Em março de 2006, ele se tornou o primeiro astronauta brasileiro, sul-americano e lusófono a ir ao espaço, na missão batizada Missão Centenário, em referência à comemoração dos cem anos do voo de Santos Dumont no avião 14 Bis. Ao longo de 10 dias, o engenheiro realizou diversos experimentos em ambientes de microgravidade.

Natural de Bauru, no interior de São Paulo, Marcos - desde criança - sonhava em pilotar aviões. Cursou tecnologia aeronáutica na Academia de Força Aérea (AFA), em Pirassununga. Logo depois, tornou-se piloto de caça pela Força Aérea Brasileira (FBA). Mas migrou de setor e também cursou engenharia aeronáutica no ITA e trabalhou como piloto de testes. Ele também fez mestrado na área engenharia de sistemas pela Naval Postgraduate School, em Monterrey (EUA).

Em 1998, o engenheiro foi selecionado por um concurso público da Agência Espacial Brasileira (AEB) para se tornar o primeiro astronauta do país.

Morre avô de ator de As Aventuras de Poliana por Covid-19





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico