Imprimir

Notícias

01/04/2020 | 19h00m - Publicado por: Michele Marreira | Foto: Reprodução/Instagram

Narcisa Tamborindeguy faz sucesso com vídeo sobre Covid-19

Socialite usou do bom humor para explicar como vai se reinventar na quarentena

Narcisa Tamborindeguy faz sucesso com vídeo sobre Covid-19 - Reprodução/Instagram

O tema é sério, mas Narcisa Tamborindeguy não. A socialite mais famosa do Rio de Janeiro, não perde seu típico bom humor nem em um momento denso como esse. Aliás, a ex-participante do reality show Mulheres Ricas, está fazendo sucesso na web pelo vídeo gravado em uma Spa, onde está passando sua quarentena.

Na terça-feira (31), ela publicou em seu Instagram o que pretende fazer para ocupar o tempo em período de reclusão social.

Cobertura completa: Tudo sobre o efeito do coronavírus no mundo dos famosos

“Eu que não gosto de ficar sozinha, vou ter que aprender... Vou ter que ter ferramentas, filmes, muita leitura, muito trabalho. Ai que loucura ficar sozinha, todo undo vai ter que se isolar pra não propagar o vírus”, comentou ela.

Tombo

 

Ano passado, Narcisa Tamborindeguy entrevistou Bruno Chateaubriand para o seu canal no youtube, Ai Que Loucura.

Logo no começo do vídeo, quando a socialite foi sentar na poltrona, acabou levando um belo tombo. Bem-humorada, Narcisa levou na brincadeira.

"Ai, caí. Me levanta. Vídeo narcisada", disse ela, enquanto Bruno ria da situação.

Em outro momento, durante o prêmio Multishow, Narcisa também caiu no tapete vermelho, arrancando risadas.

Narcisa Tamborideguy surge em cama de hospital e preocupa fãs

 

Coronavírus no Brasil

 

O coronavírus teve uma disseminação bastante rápida. No Brasil, muita gente já foi infectada e há muitos registros de mortes.

No país foi decretado estado de emergência e ocorreu a recomendação do fechamento de lojas, shoppings, clubes e academias, além da conscientização e proibição do uso de praias, parques, teatros, shows, etc.

Em São Paulo, o governo do Estado recomendou o cancelamento de eventos de lazer, culturais e esportivos, com mais de 500 participantes. Também determinou a suspensão imediata das aulas em universidades públicas e em escolas da rede pública e privada.

China e Coréia do Sul

A China afirmou ter uma queda na quantidade diária de casos novos de coronavírus. Em Pequim, capital do país, foram reforçadas as medidas para combater a quantidade de infectados vindos do exterior. A Comissão Nacional de Saúde informou que os casos da China envolveram viajantes vindos do exterior, muitos deles estudantes chineses que voltavam para casa.

A Coreia do Sul também teve uma queda em relação a novos casos, desde o pico, que aconteceu no dia 29 de fevereiro. Tal queda levou mais esperança de que, o maior surto asiático fora da China, esteja recuando. Por lá, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia (KCDC) seguem acompanhando todos os casos.

Leia mais sobre o coronavírus no mundo 

O que é o Coronavírus

O Sars-Cov-2 é o mais novo integrante de uma família já conhecida. Ela é formada por vírus que tiveram origem em animais silvestres. Alguns deles infectaram humanos e já causaram outras epidemias. Coronavírus é o nome de uma família desses vírus. O nome vem por conta dos mesmos terem suas estruturas em formato de coroa. Eles costumam circular entre animais, como roedores e morcegos. Mas a doença começou a afetar humanos também. O vírus causador sofre mutações espontâneas e aleatórias, por isso ainda não há uma medicação certeira para combater a doença.

São eles os responsáveis por infecções respiratórias e já provocaram outras doenças.

Como o coronavírus começou a circular

O novo coronavírus começou a circular na China em 2019, ganhando um nome temporário de 2019 n-Cov. Depois, ocorreu o “batismo” oficial: SARS-CoV-2, sigla do nome completo em inglês: Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2 (em tradução livre: Síndrome Respiratória Aguda Grave Coronavírus).

De acordo com uma pesquisa, 80% dos infectados são leves e a taxa de mortalidade está entre pessoas idosas. Isso além de portadores de outras doenças, principalmente as cardiovasculares, que podem contrair a versão crítica da Covid-19.

Saiba mais sobre o coronavírus clicando aqui.





Notícias Relacionadas

15/04/2020 | 14h00m - Flávia Ávila

Fernando e Sorocaba farão live multiplataforma

15/04/2020 | 13h13m - Michele Marreira

Instituto Neymar Jr. celebra cinco anos de muitas atividades



Instagram

Instagram

OFuxico