Imprimir

Notícias

22/01/2021 | 08h15m - Publicado por: Juliana Picanço | Foto: Reprodução/Instagram

Nego do Borel lança música em meio à polêmicas com Duda Reis

Artista escreveu sobre recomeçar e ainda falou dos erros do passado

Nego do Borel lança música em meio à polêmicas com Duda Reis - Reprodução/Instagram

Em meio às polêmicas com a ex-noiva, Duda ReisNego do Borel lançou, na noite da última quinta-feira (21), uma nova música, Recomeçar. Acusado de agressão física e psicológica e estúpro pela atriz, o cantor usou as redes sociais para anunciar a novidade e reforçou que agora quer focar apenas em sua carreira.

"Eu sei que são muitas pessoas que gostam de mim e acreditam no meu trabalho. Esses dias têm sido difíceis, fazia tempo que eu não parava para compor uma canção, então eu parei e deixei meu coração falar. A partir de hoje, eu quero só fazer o que eu mais amo, que são minhas músicas e trabalhar bastante! Por favor, escutem essa canção", escreveu o artista nas redes sociais.

Duda Reis posa com Gizelly Bicalho e afirma: ‘Sororidade’
Nego do Borel é investigado por tentativa de feminicídio contra outra ex-namorada

Na letra da música, Borel fala dos erros que cometeu e afirma que fará tudo diferente daqui para frente:

“Vou beber, mas sei que vou lembrar depois. De você, daqueles momentos a sós. Sem querer, tá tudo fresco na memória. Eu sei que errei, mas quem nunca teve erro algum?Coração vagabundo, mas eu tenho um. Sei que tô preso no passado, atormentando minha mente. Mas vou fazer diferente tudo isso daqui pra frente.

Vim de lá de baixo, não vou cair fácil assim. No máximo um recesso, mas muito longe do fim. Tô fazendo dinheiro, eles fazendo fofoca. Esperando pela próxima pra falar mal de mim”.

Confira!

Acusações

A briga entre Duda Reis e Nego do Borel agitou os últimos dias, com muita lavação de roupa suja - de ambos os lados - nas mídias sociais. O ex casal foi parar no Fantástico no último domingo (17). O programa entrevistou a influencer e o cantor, separadamente, e apresentou a versão de cada um para cada assunto.

Estupro

A matéria começou explicando que Duda tomava remédios receitados por um psiquiatra, pois ela havia sido diagnosticada com depressão, síndrome do pânico, bulimia e anorexia.

“Tem até um vídeo que saiu na internet, que eu estou bem dopada. O que acontecia quando eu estava dopada era que ele chegava dos lugares onde estava e vinha a ter relação comigo. E eu aceitava. Não tinha consciência. As vezes a gente acha que estupro é a pessoa te pegar e sair te arrastando. Pegar alguma pessoa desconhecida na rua, mas não. O não é não! Quando eu tive essa consciência e fiquei mal como eu passei e me submeti a muitas coisas. E quieta. Isso é que é pior!”, disse ela.

“Eu não fiz isso. Estupro é uma coisa muito séria. Não houve sexo sem o consentimento dela. Isso que ela está falando é mentira. Não sei por que ela está falando isso. Não sei por que está inventando isso”, respondeu o cantor.

Ciúmes

“Depois do Carnaval, quando eu fui pra Sapucaí sozinha e ele não reagiu bem. Teve muito ciúmes, queria que eu fosse embora logo. Pedia para as pessoas ficarem me espionando. Quando eu cheguei, ele estava me esperando. Ele tava na cozinha, segurando uma faca e estava muito fora de si. Eu fiquei com muito medo nesse dia”, revelou.

“Não aconteceu isso. Mentira da Duda”, disse.

Nego do Borel fala ao Fantástico

Nego do Borel chora ao se defender: ‘Fiz por amor’

Violência

“As agressões eram constantes, principalmente as verbais: vai tomar naquele lugar, vai se..., vagabunda. Era confuso, porque, ao mesmo tempo que ele gostava da minha pessoa magra, ele criticava. Ele falava: ‘Nossa, olha aquela mulher ali. Que corpão’. Eu me sentia muito mal. Era uma violência muito silenciosa. Mexia muito com minha autoestima.”

“Não diminuía ela como mulher. Sempre fui amigo da Duda. Sempre falava pra ela: ‘Amor, você é linda, você é bonita’.”

“A primeira agressão que eu lembro muito, temos várias testemunhas, foi no aniversário dele. Ele veio em cima de mim e me jogou em cima de várias cadeiras”, contou.

“Não empurrei ela. A gente discutiu. Ela gritou comigo. Eu gritei com ela. De igual para igual como um casal, por causa de um ciúme que eu tive”, respondeu.

“Ele vinha em cima de mim. Ele quebrava as coisas na casa. Quando ele ficava nervoso falava: ‘Eu tô quebrando pra não quebrar você!’. Teve um episódio que ele conseguiu quebrar uma porta no meio dando cabeçada, para não me quebrar”. Revelou.

“Não, mentira também. Aconteceu uma vez, a gente estava no quarto, e não sei o motivo da nossa discussão, eu levantei e falei: ‘Caraca’. O controle do vídeo game escapou da minha mão e quebrou a televisão. Eu não vou quebrar a minha televisão, cara pra caramba, por causa de uma discussão. Quebrou, aconteceu! Não foi porque eu joguei pra não quebrar ela. Não foi isso”, justificou.

“Nesse dia, eu também tenho uma testemunha... ele me chutava. E eu fiquei roxa na canela.”

“Nunca chutei a canela dela. É mentira.”

Ameaças à família

“E a gente se questiona: ‘Se você é vítima por que não denunciava? Por que não saia tão rápido?’ Porque você é dependente da pessoa, você é cego. Eu tinha medo, sofria ameaça, até de morte. Ele falava que ia mandar matar minha família se eu não colaborasse e que eu estava mexendo com cachorro grande”, revelou.

“Nenhum momento eu falei que ia matar a família dela, o pai dela, até porque tenho muita vida pela frente, eu tenho muitas coisas para conquistar

O programa ouviu Luiz Fernando Barreiros, pai de Duda, para contar sua versão sobre o tema.

“O pior momento foi quando ela nos desmentiu nas mídias sociais. E ela faz uma declaração de que ela não tinha sido agredida. E quando li aquilo tive a certeza convicta que não era minha filha falando”, contou ele

Pai de Duda também foi ouvido

Pai de Duda Reis defende a filha: ‘É livramento’

Duda contou que foi coagida a gravar esse vídeo, desmentindo seus pais.

“Eu estava sentada e ele na minha frente em gritos, mandando eu gravar para eu cuidar da minha família. Se eu quisesse minha família viva, eu teria que gravar o vídeo. Ele sempre reforçou que eu era só dele e que não era de mais ninguém. Então comecei a perder o vínculo com as pessoas que eu amava, principalmente com a minha família, que eu me arrependo muito.

“Eu não fiz isso. Eu falava pra ela, inclusive eu tenho nas conversas... Falava pra ela assim: ‘Seus pais podem estar chateados comigo, podem não aceitar nossa relação, mas eles são seus pais. ‘Amor, vai visitar eles, vai ficar com eles, dá carinho pra eles, porque pai só tem um. Mãe só tem uma’. Eu falava isso pra ela. Ela falava: ‘Mas a minha família é você’”

Arma

A influenciadora revelou que o cantor tem um fuzil guardado em casa.

“Não é o que ele posta nos stories e mostra. O fuzil que eu vi era todo preto”, afirmou.

“Não, é mentira também. Eu tenho uma arma de air soft, que está com a polícia e ela viu essa arma diversas vezes”, justificou.

Após denúncia de Duda, polícia encontra arma de paintball na casa de Nego do Borel

Outra vítima

O programa ouviu Swellen Sauer, que foi assessora e namorou Nego em 2013, no início da carreira dele. Ela confirmou a agressividade do ex namorado.

“Ser contrariado e quebrar coisas. Ser contrariado e bater com a própria cabeça em uma placa de rua. Ser contrariado e te chamar em um camarote e te dar um soco em uma costela. Uma vez ele ficou com ciúmes e veio atras de mim. Ele estava com um carregador de celular na mão. Ele me encostou na parede e colocou o carregador (no pescoço). Na hora você não realiza muito bem o que está acontecendo, até que senti realmente e me faltou o ar. Estava com uma amiga e ele com o empresário dele. Eu chamei por eles e ele se afastou”, disse.

Swellen Sauer, ex-namorada de Borel

“Não aconteceu isso. Não entendo por que ela fala que eu enforquei ela com fio e deixei ela sem ar, dei soco na costela dela e ela não fez nenhum registro. Ir na delegacia, ela devia ter feito. Esse é o certo. Ela não fez”, questionou.

“Justamente porque eu pensava muito no trabalho. Falava: ‘Não posso destruir o CNPJ que eu estou ajudando a construir’. Isso me deixava muito confusa. As pessoas duvidam muito da gente. Aí eu entendo o porquê muitas vezes a gente não fala”, justificou.

Para encerrar, os dois deram suas palavras finais.

“Muitas coisas elas estão mentindo. Eu traí, assumo meu erro. Peço perdão e desculpa a Duda”, falou Nego.

“Muitas mulheres estão me mandando mensagens. ‘Por causa de você eu resolvi denunciar’. E é isso, é sobre isso. Quando uma mulher tá ferida nenhuma outra está bem! Impossível você ver uma mulher ferida e você ficar bem com isso”, disse Duda.

Duda Reis fala ao Fantástico

Latino sobre Nego do Borel: 'Inspiração para compor não vai faltar'







Instagram

Instagram

OFuxico