Imprimir

Notícias

27/02/2021 | 05h00m - Publicado por: Rita García | Foto: Reprodução/Instagram

Pai de Britney Spears quebra o silêncio contra graves acusações

Quando Jamie Spears conseguiu a tutela da cantora, ela só tinha US$ 2 milhões na conta

Pai de Britney Spears quebra o silêncio contra graves acusações - Reprodução/Instagram

O pai de Britney Spears, Jamie Spears, quebrou o silêncio e está falando por meio de sua advogada, Vivian Thoreen, após o lançamento de um documentário do New York Times sobre a cantora, que agora está sendo transmitido na plataforma Hulu. O movimento online #FreeBritney tem chamado a atenção para o caso de Spears porque muitos acreditam que seu pai a está manipulando. No entanto, o pai da artista nega que esteja controlando sua filha e descartou ser o vilão da história.

Thoreen afirma que a situação não é o que parece e que Jamie é um pai amoroso que salvou a vida de sua filha.

"Quando Jamie se tornou o conservador dos bens de sua filha em 2008, ela tinha US$ 2,8 milhões no banco, apesar de ganhar dezenas de milhões de dólares anualmente.", explicou a advogada, acrescentando que foi quando o pai de Britney descobriu que as pessoas estavam se aproveitando dela financeiramente.

Vivian relembrou que Jamie Spears foi responsável por recuperar o dinheiro e a carreira da filha, que agora vale  US$ 60 milhões.

Naquela época, a queda psicológica de Britney foi bem documentada nos tabloides. Os paparazzi a seguiam por toda parte na esperança de conseguir fotos e vídeos de sua atuação irregular.

Britney estava em crise e foi colocada sob a tutela de seu pai, responsável por seus assuntos financeiros e pessoais.

Ele não é mais responsável pelos assuntos pessoais dela desde 2019. Spears atualmente é co-tutor junto com a companhia Bessemer Trust sobre os bens da cantora.

Thoreen disse em uma entrevista ao programa Good Morning America:

“Eu entendo que toda história quer ter um vilão, mas as pessoas entendem muito mal aqui. Esta é a história de um pai extremamente leal, amoroso e dedicado que salvou sua filha de uma situação de risco de morte. As pessoas a estavam prejudicando e a explorando ”, disse.

“Ele colaborou com ela para ajudá-la a recuperar a custódia dos filhos. Ele trouxe suas finanças de volta do desastre... E ele criou um ambiente seguro para ela viver sua vida do jeito que ela quer, longe da mídia que lhe causa tanta dor”, expressou.

Cabe destacar que o irmão mais velho de Britney, Bryan Spears, de 43 anos, comentou há algumas semanas em uma entrevista que inicialmente a família foi contra deixar a cantora sob a tutela do pai, porém, com o passar do tempo eles viram que foi a melhor coisa para sua irmã, já que isso salvou sua vida e suas finanças. 

 Documentário sobre Britney 'mancha' imagem de Justin Timberlake

Advogado acha prejudicial pai de Britney ter mais controle

Ameaças e acusações

 

Em sua primeira entrevista em mais de uma década, a prima e ex-assistente de Britney Spears, Alli Sims, acusou o tio e pai da cantora, Jamie Spears, de tê-la ameaçado quando trabalhava com a artista.

Em entrevista à rede NBC News, Alli alegou que o pai da cantora "ameaçou" sua vida se ela não cortasse o contato com a estrela, e por conta disso desde janeiro de 2008 ela não fala com a prima famosa.

Quando isso aconteceu, Jamie ainda não era o tutor de Spears. Ele supostamente ligou para Alli e avisou que algo aconteceria com ela se ela não se distanciasse de Britney.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico