Imprimir

Notícias

19/01/2021 | 04h31m - Publicado por: Luigi Civalli | Foto: Reprodução/Instagram

Pena de agressora de Milka Borges pode ultrapassar 16 anos de prisão, diz advogada

Influencer foi agredida em janeiro de 2020 e ficou sabendo que a cicatriz é irreversível

Pena de agressora de Milka Borges pode ultrapassar 16 anos de prisão, diz advogada - Reprodução/Instagram

Na última semana, a influencer e corretora de imóveis, Milka Borges, ficou sabendo que a cicatriz, após ter sido agredida com um copo em um restaurante em São Paulo, é irreversível e vai usar seu caso para se tornar um “símbolo contra a violência”.

O OFuxico conversou com a advogada de Milka, Dra. Carolina Fichmann, que revelou qual é a situação atual do caso.

“Em esfera criminal estamos, ainda, em sede de inquérito policial, não se tornou um processo de fato, apesar de um ano da agressão. Mas, já deve ser encerrado em breve: aguardamos, tão somente, a apresentação de um laudo complementar que demonstrará a gravidade do delito. Em seguida, caberá ao delegado relatar e ao Ministério Público oferecer a denúncia. O que ocorreu foi muito sério e as provas colhidas no inquérito demonstram atitudes criminosas não apenas da averiguada Fernanda, mas dos donos do Iulia, os irmãos Lima, também”, disse.

“Não permitiremos nenhuma impunidade e continuaremos a lutar. Fazemos isso não só pela Milka, mas porque hoje ela carrega um verdadeiro encargo: traz em seu rosto a marca de algo abominável, de violência sem justificativa, uma cicatriz carregada do discurso terrível do ‘você sabe quem está falando?’”, afirmou a advogada.

Por conta de sua experiência como advogada, Carolina acredita que Fernanda pode pegar mais de 16 anos de prisão, por se tratar de uma tentativa de homicídio.

“No nosso entendimento, não houve, tão somente, uma mera lesão corporal. Mas, uma verdadeira tentativa de homicídio. A pena da Fernanda, caso seja esse o entendimento também do Ministério Público, que é o detentor da ação penal, pode ultrapassar 16 anos. A Milka não está morta por circunstâncias completamente alheias à vontade da autora e da omissão dos proprietários do Iulia. As testemunhas ouvidas no inquérito — algumas delas que sequer conheciam a Milka — são uníssonas. O quebra cabeça está fechado”, finalizou.

Até o momento, Fernanda Bonito segue sem ter sido punida por seu ato.

Milka Borges relembra um ano de agressão: ‘Virei símbolo contra a violência’

O caso

Para quem não se lembra este foi um dos primeiros casos que chocaram o Brasil em 2020. Na época, Milka foi ao restaurante Iulia, no Jockey Club de São Paulo, comemorar seu aniversário, quando aconteceu uma briga com Fernanda Bonito que a agrediu com um copo, chegando a desfigurar o rosto da corretora de imóveis.

Na época, Milka precisou levar 90 pontos no rosto, além de ter feito 5 cirurgias para reconstrução de seu rosto.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico