Imprimir

Notícias

08/04/2021 | 13h00m - Publicado por: Juliana Picanço | Foto: Reprodução/Instagram

Polícia foi acionada nove vezes à casa de Meghan Markle e principe Harry

Chamados demonstram o quanto o casal está ameaçado

Polícia foi acionada nove vezes à casa de Meghan Markle e principe Harry - Reprodução/Instagram

Desde que se mudaram para os Estados Unidos, a polícia da Califórnia foi acionada nove vezes para ir à casa de Meghan Markle e príncipe Harry, segundo a coorporação.Do total de ligações, duas foram em decorrência de invasões na época do Natal e cinco ativações de alarme de segurança. As informações são do portal The Sun.

Príncipe Harry foi quem se rebelou contra a família real
Príncipe Harry é visto durante passeio com cão

Os dados, obtidos de acordo com as leis de Liberdade de Informação dos Estados Unidos, foram divulgados depois que o casal compartilhou as suas inseguranças em relação à sua própria proteção durante a entrevista com Oprah Winfrey.

Os policiais foram chamados quatro vezes em julho do ano passado, depois de Harry e Meghan se mudarem de Los Angeles para Montecito, onde moraram temporariamente depois de deixarem o Canadá, no início da pandemia.

Meghan Markle sente 'pena de sua família', diz informante

Uma chamada é listada como uma solicitação telefônica, enquanto as outras foram rotuladas como ‘ativações de alarme’, sendo todas ocorridas nas primeiras horas da manhã.

Uma solicitação de agosto está listada como ‘Incidência de prioridade diversa’, enquanto houve um novo alarme em novembro.

Veja quem questionou a cor do bebê Archie!

Às 16h13 da véspera de Natal, os policiais foram chamados à casa depois que um homem foi acusado de invasão de propriedade. Nickolas Brooks, de 37 anos, foi liberado pela corporação, mas foi preso novamente por aparecer na casa dos Sussex no dia seguinte.

A chamada mais recente foi às 2h21 do dia 16 de fevereiro deste ano, e está listada como uma ativação de alarme.

Representantes de Harry e Meghan não quiseram comentar. Uma porta-voz do Gabinete do Xerife do Condado de Santa Bárbara se recusou a fornecer mais detalhes sobre as ligações.

Rainha Elizabeth toma segunda dose da vacina contra o Covid-19

Os arranjos de segurança do casal chegaram às manchetes após a entrevista de Winfrey. A duquesa, que está grávida de uma filha, disse que enviou cartas implorando à família de Harry para não tirar seus oficiais de proteção pessoal, avisando que ela enfrentava ameaças de morte. A proteção policial 24 horas por dia foi retirada quando eles deixaram o cargo de membros da realeza após uma reunião do órgão governamental que supervisiona essa segurança.

Meghan Markle talvez nunca retorne à Inglaterra

A escritora real Anna Pasternak ainda está falando sobre a repercussão da polêmica entrevista dos Duques de Sussex com Oprah Winfrey, e afirmou em uma conversa com a Fox News, que é possível que Meghan Markle 'nunca retorne à Inglaterra'.

A especialista em assuntos reais e autora do livro Princess in Love, sobre a Princesa Diana, comentou:

"Se Meghan Markle vai voltar para a Inglaterra? Eu acho que não, não se ela puder evitar", afirmou.

Ela continua: "Infelizmente não a vejo se tornando um membro da família real amado e querido, com o respeito e adoração do povo britânico. Acho que esse navio afundou", considera.

Príncipe William e Harry conversam pelo Zoom após conflitos

Meghan Markle e o Príncipe Harry certamente irritaram muitos britânicos após sua entrevista com Oprah Winfrey, e é disso que Pasternak fala.

De Meghan sugerindo que Kate Middleton a fez chorar ao Príncipe Harry confirmando que ele e William estão afastados, o casal contou tudo na entrevista.

Para a mulher, agora não há forma de restabelecer qualquer vínculo com a realeza inglesa.
Rebeldia

A 'culpa' da deserção dos Duques de Sussex da família real, pode ter recaído sobre Meghan Markle que se sentiu ofendida pela falta de proteção do Palácio para com ela e o filho, e o suposto comentário racista que fizeram, mas tudo isso poderia ter sido evitado se Harry não houvesse dito nada à esposa.

Princesa Diana vai bombar em Hollywood e na Broadway

Mas decidiram usar isso como um escudo para se desvincular e começar sua vida longe de Windsor e Kensington.

A escritora Lady Colin Campbell, autora de vários livros sobre a realeza, contou esta semana que o comentário foi feito pela Princesa Anne, mas que foi mal interpretado pelo sobrinho Harry, que levou pelo lado do racismo, quando o questionamento era mais sobre o comportamento de Markle dentro da realeza e o fato dela não aceitar alguns protocolos.

Agora uma fonte do jornal The Telegraph afirmou que Harry já planejava desde antes, deixar seus compromissos como membro-senior da realeza, quando ele foi vetado a tomar algumas decisões pessoais no começo de 2019.

"Houve um diálogo constante do casal ao longo das linhas de: 'Por que não podemos fazer isso? Eles não podem nos impedir de fazer o que queremos fazer '", revela o informante.

O duque e a duquesa de Sussex teriam planejado sua partida desde o início de 2019 e estavam em negociações para selar um acordo com o extinto serviço de streaming de vídeo Quibi.

O Telegraph relatou: "Eles estavam tomando as decisões e seriam eles a instruir a assessoria de imprensa sobre a linha a seguir", justifica.

Príncipe Harry foi quem se rebelou contra a família real
 

Isso contradiz com as afirmações do casal durante a entrevista com Oprah Winfrey onde o príncipe Harry disse: “Netflix e Spotify [os negócios] ... isso nunca fez parte dos planos. Não tínhamos um plano. Isso foi sugerido por outra pessoa no momento em que minha família literalmente me cortou financeiramente e eu tive que pagar pela nossa segurança".

A fonte assegura que mais uma vez eles mentiram na entrevista ou omitiram a situação real.

Idris Elba defende Príncipe Harry e Meghan Markle
Meghan Markle sente 'pena de sua família', diz informante





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico