Imprimir

Notícias

30/03/2020 | 13h00m - Publicado por: Giovanna Prisco | Foto: Divulgação

Príncipe Charles tem alta do isolamento após contrair coronavírus

Monarca de 71 anos ficou sete dias isolado

Príncipe Charles tem alta do isolamento após contrair coronavírus - Divulgação

Após contrair coronavírus, Príncipe Charles já teve alta do isolamento social, de acordo com informações da BBC do Reino Unido.

O monarca de 71 anos ficou sete dias isolado na Escócia e sentiu apenas sintomas leves.

"Clarence House confirma hoje que, depois de se consultar com um médico, o príncipe de Wales está fora de isolamento", disse em comunicado.

Atualmente, 1.415 pessoas já morreram de coronavírus no Reino Unido.

Cobertura completa: Saiba tudo sobre o coronavírus no mundo dos famosos

Preocupação

 

O novo coronavírus continua fazendo novas vítimas no Brasil e no mundo. Desta vez, o infectado pela Covid-19, é Príncipe Charles, de 71 anos. O monarca apresentou sintomas leves, mas testou positivo para doença.

Segundo informações da BBC, o membro da realeza encontrou-se com a mãe, a Rainha Elizabeth II, um pouco antes de sair o diagnóstico. Os dois estiveram juntos em 12 de março no Palácio de Buckingham.

Filhos de Kate e William aplaudem médicos contra coronavírus

O que é o Coronavírus

 

O Sars-Cov-2 é o mais novo integrante de uma família já conhecida. Ela é formada por vírus que tiveram origem em animais silvestres. Alguns deles infectaram humanos e já causaram outras epidemias. Coronavírus é o nome de uma família desses vírus. O nome vem por conta dos mesmos terem suas estruturas em formato de coroa. Eles costumam circular entre animais, como roedores e morcegos. Mas a doença começou a afetar humanos também. O vírus causador sofre mutações espontâneas e aleatórias, por isso ainda não há uma medicação certeira para combater a doença.

São eles os responsáveis por infecções respiratórias e já provocaram outras doenças.

Saiba mais sobre o coronavírus clicando aqui.

Coronavírus no Brasil

 

Até esta segunda-feira (30), o coronavírus teve uma disseminação bastante rápida: já foram infectados até a data, mais de 700 mil pessoas em 164 nações, com um total de 34.794 mortes. Além disso, as Secretarias Estaduais de Saúde contabilizam 4.256 infectados em todos os estados do Brasil. Segundo o Ministério da Saúde, há, até a data, 136 mortes no país.

No país foi decretado estado de emergência na semana passada e ocorreu a recomendação do fechamento de lojas, shoppings, clubes e academias, além da conscientização e proibição do uso de praias, parques, teatros, shows, etc.

Em São Paulo, o governo do Estado recomendou o cancelamento de eventos de lazer, culturais e esportivos, com mais de 500 participantes. Também determinou a suspensão imediata das aulas em universidades públicas e em escolas da rede pública e privada.

China e Coréia do Sul

 

Na segunda-feira (23) a China afirmou ter uma queda na quantidade diária de casos novos de coronavírus. Há 4 dias foram revertidos os casos de aumento e em Pequim, capital do país, foram reforçadas as medidas para combater a quantidade de infectados vindos do exterior.

A China teve 39 casos novos confirmados no domingo (22), de acordo com a Comissão Nacional de Saúde, e estes envolveram viajantes vindos do exterior, muitos deles estudantes chineses que voltavam para casa.

A Coreia do Sul também informou que teve o menor número de casos novos, desde o pico, que aconteceu no dia 29 de fevereiro. Tal queda levou mais esperança de que, o maior surto asiático fora da China, esteja recuando. Por lá, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia (KCDC) disseram que ocorreram 64 casos novos na segunda-feira (23), o que elevou a cifra nacional para 9.661. O total de mortos por lá subiu de 110 para 158. O pico aconteceu no dia 29 de fevereiro, com 909 casos.

Saiba mais sobre o coronavírus no mundo clicando aqui.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico