Imprimir

Notícias

27/05/2020 | 13h27m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução

Príncipe William relembra Diana em novo documentário da BBC

Ele confessa que ter filhos foi um dos momentos mais aterrorizantes de sua vida...

Príncipe William relembra Diana em novo documentário da BBC - Reprodução

O príncipe William relembrou uma vez mais da mãe, a Princesa Diana, e admite que ter filhos foi um dos momentos 'mais aterrorizantes' de sua vida, porque desenterrou a dor de perder Diana, quando ele tinha apenas 15 anos de idade.

William, agora com 37 anos, fez essa confissão em um novo documentário sobre futebol e saúde mental, que estreia na televisão inglesa BBC esta semana.

O príncipe descreveu como a morte da Princesa em um acidente de carro em Paris em 1997 foi 'traumática' para ele, e como ser pai às vezes se torna 'avassalador' quando as lembranças veem à tona.

"Ter filhos é o maior momento de mudança de vida", disse ele. "Acho que quando você passa por algo traumático na vida... minha mãe morreu quando eu era muito jovem, as emoções voltam aos trancos e barrancos", justifica.

William vê a paternidade como 'uma fase muito diferente da vida' em que 'não há ninguém para ajudá-lo': "E eu definitivamente achei isso muito esmagador. Emocionalmente, coisas surgem do nada que você nunca espera ou que pensa ter enfrentado", explica.

Mas o irmão de Harry também conta com a ajuda e apoio da mulher, a duquesa de Cambridge, Kate Middleton.

"Catherine e eu em particular, apoiamos um ao outro e passamos por esses momentos juntos e evoluímos e aprendemos juntos.", contou em conversa com o jornal The Times.

William também disse que fala com seus três filhos: Príncipe George, de seis anos; Princesa Charlotte, de cinco; e o príncipe Louis, de dois anos, 'constantemente' sobre sua mãe, a princesa Diana: "É importante que eles saibam quem ela era e que ela existia", disse.


Filhos fora da escola

O príncipe William e Kate Middleton estão considerando manter os filhos, o príncipe George e a Princesa Charlotte, em casa durante o verão, quando as escolas no Reino Unido voltarem a abrir depois da quarentena pelo coronavírus. De acordo com o jornal The Sunday Times o duque e a duquesa de Cambridge querem manter sua rotina de confinamento.


As duas crianças frequentam a escola de Thomas's Battersea, no sudoeste de Londres. A princesa Charlotte estuda a última série da pré-escola, antes do primeiro ano e suas aulas devem voltar a ser presenciais em junho, enquanto as aulas do grupo do príncipe George ainda não devem voltar.

Porém, preocupados com o surto da doença que ainda não está controlado, o casal real prefere manter a família em quarentena, e quer que seus dois filhos voltem à escola em aulas presenciais ao mesmo tempo.

Lembrando também que a família está confinada em sua casa de campo de Norfolk, Anmer Hall, de modo que retornar à escola implicaria que toda a família retornasse a Londres, para sua residência no Palácio de Kensington.

Príncipe William e Harry fazem as pazes e voltam a se falar
Príncipe William e Kate homenageiam profissionais da saúde





Notícias Relacionadas

27/05/2020 | 08h15m - Flávia Almeida

Nanda Costa e Lan Lanh adiam sonho da maternidade

27/05/2020 | 08h00m - Miguel Arcanjo Prado

'Senti medo, me machucou', diz Rita Cadillac sobre ataques



Instagram

Instagram

OFuxico