Imprimir

Notícias

07/01/2021 | 07h37m - Publicado por: Flavia Almeida | Foto: Reprodução/Instagram

Programa evangélico da Record insinua que Beyoncé pratica bruxaria e magia negra

Assunto ficou entre os mais comentados no Twitter

Programa evangélico da Record insinua que Beyoncé pratica bruxaria e magia negra - Reprodução/Instagram

Uma reportagem exibida no programa Fala Que Eu Te Escuto, da Record TV, colocou a hashtag #RecordRacista entre as mais citadas do Twitter na quarta-feira (06). Na atração, que abordou bruxaria e magia negra como tema, foi insinuado que Beyoncé é adepta das práticas africanas. 

A citação foi feita ao destacar uma acusação da ex-baterista da cantora, Kimberly Thompson. Na reportagem, foi dito que trata-se de uma prática sobrenatural que causa mal às pessoas. 

Enquanto o bispo Adilson Silva falava sobre o assunto, imagens do filme Black is King, produzido pela estrela e por Jay-Z que exalta a cultura negra, ilustravam as acusações. 

“Tem muita gente se envolvendo com magia negra, inclusive pessoas famosas. Uma prática obscura, famosa mundialmente pelo sacrifício de vidas. No Brasil, muitos crimes já foram motivados pela magia negra”, disse o Bispo.

Beyoncé ora pelo mundo e por 'novos começos'

 

Queixa de 2019

 

O caso resgatado pelo programa ocorreu no começo de 2019, quando a baterista foi à justiça norte-americana afirmando que Beyoncé praticou bruxaria e magia negra contra ela. Segundo Thompson, a cantora teria ainda matado seu gato de estimação. 

Na web, o fato das cenas que remetem a religiões de matriz africana, que comumente são alvos de preconceito e até perseguição, foram mal vistas. 

“Em pleno 2021, a Record fez uma matéria insinuando que Beyoncé pratica ‘magia negra e bruxaria’. Enquanto falavam essas atrocidades, a emissora usou imagens de Black Is King, filme de Beyoncé que exalta a cultura africana!”, comentou um perfil de fãs da cantora.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico