Imprimir

Notícias

07/08/2020 | 19h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram @alexianortonjonesofficial

Protagonista de documentário da Netflix se suicida

Daisy Coleman foi encontrada morta por sua mãe

Protagonista de documentário da Netflix se suicida - Reprodução/Instagram @alexianortonjonesofficial

Daisy Coleman, que foi uma das adolescentes que apareceu no documentário da Netflix Audrie & Daisy em 2016 - se matou esta semana, segundo anunciou sua mãe.

De acordo com o site TMZ, Melinda Coleman disse que sua filha se suicidou na noite de terça-feira (4). Seu corpo foi descoberto depois que Melinda pediu à polícia para fazer uma verificação de bem-estar ao não conseguir encontrar a jovem de 23 anos.

Melinda disse: "Ela era minha melhor amiga e filha incrível. Acho que ela teve que fazer parecer que eu poderia viver sem ela. Não posso. Eu gostaria de ter tirado a dor dela!", comentou.

Raphael Coleman morre após corrida
 

Em 2016, Daisy participou do documentário Audrie & Daisy da Netflix sobre um suposto estupro.

Daisy tinha 14 anos em janeiro de 2012 quando foi supostamente estuprada em uma festa em casa depois de ser consumir álcool, embora ninguém nunca tenha sido condenado pelo crime.

O documentário focou em como Daisy, sua família e amigos lidaram com as consequências e foram rejeitados pela comunidade.

A mãe de Daisy, Melissa, disse que 'ela nunca se recuperou' do que aconteceu:

"Ela nunca se recuperou do que aqueles meninos fizeram com ela e não é justo. Minha filhinha se foi", lamentou a mulher.

Criador de Betty, a Feia, de 45 anos, é encontrado morto em motel de Miami
 

A família sofreu outra tragédia no ano passado, quando o irmão mais novo de Daisy morreu em um acidente de carro.

Post sobre a morte de Daisy Coleman

O post pode ser visto na página do Instagram @alexianortonjonesofficial.

Outras tragédias

Brad Pitt está arrasado com a notícia de que seu amigo pessoal, o artista e fotógrafo britânico Saul Fletcher cometeu suicídio depois de matar sua esposa.

De acordo com relatos do jornal Daily Mail, Fletcher esfaqueou a mulher até a morte e depois ligou para a filha para confessar o crime antes de se matar.

Saul Fletcher foi encontrado morto em seu apartamento em Berlim, na Alemanha.

Foi relatado que a filha de Fletcher telefonou para a polícia para alertar sobre o incidente por volta das 23h15 da quarta-feira, 22 de julho. Ela também alegou que seu pai confessou ao telefone ter matado sua mãe.

Quando a polícia chegou ao seu apartamento em Berlim, eles encontraram a mulher de 53 anos que morreu a facadas enquanto Fletcher já havia fugido do local em seu Porsche.

Relembre as tragédias envolvendo o elenco de Glee
 

Quatro horas depois, ele foi encontrado em uma casa de férias que possuía em um terreno perto do lago Rochowsee, em Brandemburgo.

A polícia de Brandemburgo disse que não há evidências de mais alguém envolvido na morte dupla, mas eles lançaram uma investigação para estabelecer as circunstâncias exatas do aparente assassinato-suicídio.

Fletcher vivia na Alemanha há 20 anos. Ele foi fotografado com Pitt na exposição de arte da Bienal de Veneza de 2019.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico