Imprimir

Notícias

16/06/2020 | 05h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Quarentena muda perspectiva de vida de Gwyneth Paltrow

A atriz e empresária confessa que estava trabalhando demais antes do confinamento

Quarentena muda perspectiva de vida de Gwyneth Paltrow - Reprodução/Instagram

Gwyneth Paltrow confessou que a quarentena lhe deu uma 'nova perspectiva' da vida. A atriz voltou a falar sobre o assunto na nova edição de julho/agosto da revista Shape, com a médica Dra. Nadine Burke Harris.

Com todos forçados a ficar em suas casas devido ao coronavírus, a fundadora da 'Goop' admite que o bloqueio mostrou a ela o quanto ela se sobrecarregava antes, e como estava trabalhando além da conta.

"Eu não tinha percebido o quanto o ritmo normal da vida estava sobrecarregando nossos corpos, mentes e sistemas nervosos. Como fomos forçados a entrar em nossos próprios lares, isso causou muito sofrimento emocional para alguns e para outros foi muito pacífico. No meu caso, experimentei os dois. Comecei a me acalmar, no meu cérebro e corpo. Isso me deu uma nova perspectiva sobre o quanto vou levar para a frente", justifica.

E a atriz e empresária de 47 anos afirmou ainda que antes do confinamento, ela estava 'constantemente tentando embalar momentos de bem-estar', mas agora está deixando as coisas acontecerem muito mais naturalmente e isso ajudou sua mente a se sentir 'mais calma'.

"Eu não estava realmente descomprimindo até o fim de semana ou quando saía de férias. Agora me sinto diferente, deixando meu corpo dormir e acordar em seu ritmo natural, tendo meus filhos o tempo todo, fazendo refeições juntos e tendo conversas significativas. Ficamos à mesa; nossos jantares duram uma hora e meia... Meu coração se sente mais cheio e minha mente fica mais calma a esse respeito.", reconhece.

Esforço materno

Como qualquer mãe, Gwyneth Paltrow também fez um grande esforço para colocar um grande sorriso no rosto enquanto lidava com sua separação do pai de seus filhos, Chris Martin. Em uma recente edição de seu podcast The Goop, a atriz comentou que Moses, hoje com 14 anos, e Apple, de 16, 'podiam sentir seu sofrimento emocional durante o processo de divórcio', apesar de suas tentativas de esconder sua tristeza.

E embora ela tenha feito o possível para não preocupar as crianças naquele momento de 2016, Paltrow agora conta que 'eles perceberam suas emoções não processadas'.

"Todas as crianças estão conectadas ao Wifi da mãe, mesmo que você esteja agindo como se tudo estivesse bem. Você pode ter um sorriso no rosto, [mas] eles sabem tudo. Nunca me ocorreu que minha emoção não processada pudesse ser passada aos meus filhos, mas quanto mais eu me aproximava, mais você dava às crianças um espaço para ter seus próprios sentimentos, porque elas não estavam preocupadas com 'Qual é essa emoção? estou sentindo?'.... Isso lhes permite crescer em um espaço emocionalmente resolvido".

Atualmente Gwyneth está casada com o produtor de televisão Brad Falchuck - que também tem dois filhos, Isabella e Brody, de um casamento anterior - e o casal decidiu não se mudar juntos por um ano depois de se casarem em 2018, porque queriam ter certeza de que as crianças estavam bem com a mudança.

Brad disse pouco antes de se mudar com Gwyneth, em 2019, que estava inicialmente preocupado em dividir uma casa com sua família mista, porque queria dar às crianças tempo para processar o novo relacionamento primeiro.

E quem deu a ideia à Paltrow de morarem em casas separadas, mesmo após o casamento foi sua amiga e treinadora de intimidade, Michaela Boehm.

Michaela disse: "Quando os casais começam a viver juntos, arruinam a emoção. Isso é verdade para qualquer pessoa, estrela de Hollywood ou pessoa comum. Passe um tempo separados. Isso pode levar dez minutos no final do dia de trabalho, pode haver quartos separados, ou casas separadas. Casas separadas ... faça quanto tempo for preciso".

Gwyneth Paltrow associa maquiagem com trabalho
Gwyneth Paltrow celebra os 16 anos da filha em confinamento





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico