Imprimir

Notícias

21/10/2020 | 09h29m - Publicado por: Flávia Almeida | Foto: Divulgação/TV Globo

Que nível! Segunda noite de audições às cegas surpreende no The Voice Brasil

Candidatos se destacaram pela escolha de repertório

Que nível! Segunda noite de audições às cegas surpreende no The Voice Brasil - Divulgação/TV Globo

Duas apresentações sem cadeiras viradas e muito talento à mostra. A segunda noite de audições às cegas na 9ª edição do The Voice Brasil mostrou que o amadorismo está passando longe dos candidatos.

Primeira apresentação da noite de terça-feira (20), Luciana cantou Adele. Os quatro técnicos viraram as cadeiras. Carlinhos Brown viu o brilho nos olhos de Teló e tratou de bloquear o colega. Muito emocionada, a candidata contou que começou a cantar recentemente, porque tinha um problema que a impedia. Lulu Santos quis saber o que era.

"Eu estava em um casamento em que a pessoa dizia: ‘mulher minha não canta na noite’”, disse.

“Então eu vou dar um recado a essa pessoa. Amigo, você perdeu uma grande mulher e uma grande cantora. Muito obrigado porque nós todos ganhamos", afirmou Lulu, levando a cantora às lágrimas.

Apesar da emoção, ela escolheu o time IZA.

The Voice Brasil: Conheça Tibí, primeiro selecionado da temporada

“Como você é chique! Estou pronta para ficar insuportável com você no meu time”, comemorou a técnica.

Enquanto isso, no Twitter, as comparações com Flayslane, do BBB 20, bombavam.

“Por um minuto pppennnsei que fosse a Flay!”, disse uma intermauta.

“Essa mina parece muito a Flay”, observou outra.

Em seguida, a ex-seminarista Erika Timóteo subiu ao palco cantando Enredo do Meu Samba. Ela contou que desistiu do convento, onde buscava o autoconhecimento e casou com seu professor de música. IZA e Teló viraram suas cadeiras para ela, que escolheu o marido de Taís Fersoza.

O rock deu o tom à apresentação de Angel, que cantou o clássico Welcome do The Jungle, encantando os quatro jurados.

“A minha energia é aquilo que vem do meu coração. Vou com Lulu”, escolheu.

The Voice Brasil: As reações após estreia de temporada

Com sua viola em mãos, o jovem Sérgio Dorneles, de 22 anos, teve a aprovação de Michel Teló logo no primeiro acorde de Boiadeiro Errante, sucesso de Sérgio Reis.

“Fico emocionado. Ele é novo, com a viola na mão, representando a música caipira”, suspirou o técnico.

A escolha de Embrasa, de Vitão, não favoreceu a gamer Vih Mendes. A jovem de 20 anos não teve nenhuma cadeira virada, mas não perdeu o pique.

“Quando isso acontece, a gente olha pra vocês e vocês estão sorrindo, tudo muda”, disse IZA.

No Twitter, a zoação correu solta por conta do intérprete da música.

“A menina canta tão bem, pena que a música é do Vitão”, escreveu uma internauta.

“Vitão tá tão rejeitado que até uma música dele eliminou uma participante do The Voice Brasil”, comentou outro.

“Já temos a primeira injustiçada desta edição”, disse outra.

O Nordeste se fez presente com Cleane Sampaio, ao som de Pedras Que Cantam, de Dominguinhos. Carlinhos Brown aprovou a moça.

Na sequência, uma releitura de Bag, de Anitta, classificou Gabriel para o Time Lulu.

“É sempre agradável que pessoa use a voz como sedução e não como malabarismo”, observou o técnico, que disputou a preferência do candidato com IZA.

A carioca Tamara Salles soltou sua voz suave em Desafinado/ Slightly Out Of Tune, de Tom Jobim. Todos viraram as cadeiras, mas Teló devolveu o bloqueio a Brown. E ganhou a candidata para seu time.

As cadeiras de Brown e IZA viraram para Bruna Black, que cantou Mais Que Nada. Ela escolheu a técnica

Filha de Parafuso, ex-integrante do Três do Nordeste, o segundo trio do país, Edra Véras quis homenagear o pai, que morreu há três anos, cantando Alguém Me Disse. Mas não conquistou os técnicos.

A coragem, talento e ousadia de Ana Lima, que cantou Dona de Mim diante da intérprete da música, foi alvo de muitos comentários na web. IZA virou a cadeira.

Encerrando a noite, a elegante Karina Zanviani cantou Sonhos, clássico de Peninha. Ex-modelo, ela começou a cantar na Alemanha e voltou ao Brasil há dez anos. Ela contou que, se tivesse que ir para uma ilha deserta e pudesse levar um disco, seria Alfagamabetizado, de Carlinhos Brown.

“Marcou minha vida. Vou com você, Brown”, disse ela, que encantou também Lulu Santos.

The Voice Brasil 2020 tem estreia com rostos conhecidos e abraço à distância

 
 
 






Instagram

Instagram

OFuxico