Imprimir

Notícias

12/05/2020 | 02h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Rainha Elizabeth pode não voltar às obrigações reais

Monarca britânica continua em confinamento devido a COVID-19

Rainha Elizabeth pode não voltar às obrigações reais - Reprodução/Instagram

O coronavírus deve fazer com que a Rainha Elizabeth II e o Príncipe Philip permaneçam isolados durante meses. Segundo o jornal Daily Mail, a monarca inglesa poderia nunca mais voltar às suas funções na linha de frente da realeza para preservar sua saúde, já que a COVID-19 pode durar vários meses ainda até que tudo esteja sob controle.

A rainha de 94 anos, que suspendeu todos os seus compromissos públicos quando começou a crise de saúde, não vai abdicar do trono, porém deve passar as responsabilidades ao filho, o Príncipe Charles, o herdeiro do trono, ou ao neto William, segundo na sucessão.

As reivindicações acontecem quando o primeiro-ministro britânico Boris Johnson estabeleceu na Inglaterra um 'plano de saída em três etapas'.

O biógrafo real Andrew Morton, de 66 anos, disse ao diário The Sun que temia que a rainha, cuja agenda não será retomada até o outono, nunca será capaz de retornar às suas funções habituais e provavelmente será vista somente em links de TV ou vídeo.

"É terrivelmente triste, mas não consigo ver como a rainha pode retomar seu trabalho normal. O vírus Covid-19 não desaparecerá em breve e estará conosco por meses, se não anos. Seria muito arriscado para a rainha voltar a encontrar-se com pessoas regularmente", disse Morton à publicação.
 

Celebrando os 75 anos do fim da segunda guerra mundial


A última aparição da rainha foi no Instagram da família real, com um discurso sobre os 75 anos da segunda guerra mundial, chamado como Dia da Vitória na Europa, quando a Alemanha Nazi se rendeu no dia 8 de maio de 1945.

A rainha fez o discurso especial na mesma hora em que seu pai, o rei George VI, fez uma transmissão de rádio para marcar o fim da guerra na Europa, exatamente 75 anos atrás.

"Nunca desista, nunca se desespere", disse a monarca.

A guerra terminou com uma vitória total dos aliados em 1945 e a libertação dos prisioneiros nos campos da morte. A guerra na Europa terminou com a captura de Berlim pelas tropas soviéticas e polonesas e a subsequente rendição incondicional dos alemães em 8 de maio de 1945.

A Marinha Imperial Japonesa foi derrotada pelos Estados Unidos e a invasão do arquipélago japonês foi iminente. Após o bombardeio atômico de Hiroshima e Nagasaki pelos Estados Unidos e a invasão soviética da Manchúria, a guerra na Ásia terminou em 15 de agosto de 1945, quando o Japão aceitou a rendição incondicional.

 





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico