Imprimir

Notícias

24/09/2006 | 16h12m - Publicado por: Vera Jardim | Foto: Elba Kriss

Recluso num flat, Jorge Kajuru se recupera de depressão

Recluso num flat, Jorge Kajuru se recupera de depressão - Elba Kriss

Os muitos problemas de saúde, bem como profissionais e judiciais abateram extremamente o jornalista Jorge Kajuru. Em conversa telefônica com a reportagem de OFuxico, ele conta todo o drama pelo qual passa, mas pela fé que tem em Deus, já dá sinais de otimismo para voltar a ser aquele Kajuru divertido, falante e inteligente que todo mundo conhece e aprendeu a admirar.

Entre os relatos que faz aqui, Kajuru admite ter tomado vários comprimidos no início de setembro, mas nega que a finalidade tenha sido suicídio: “Tomei remédio para ficar uma semana desacordado, estava desiludido com a humanidade, quem quer se matar dá um tiro, não era o que queria”, esclarece ele, que na ocasião precisou ser atendido num hospital.

Entre as avalanches que se abateram sobre o apresentador estão a perda de seu programa Jogo Duro no SBT (esse, porém, ele diz não ter tanta culpa na história), um sério problema de visão e a perda de um processo em Goiânia, que o obriga pagar R$ 85 mil de indenização.

Vida Solitária

Atualmente, Kajuru está vivendo num flat, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, cidade na qual faz tratamento de saúde, há dois meses. Além de ter diabetes, fato que o obrigou a perder vários quilos recentemente, ele trata de uma cirurgia no olho direito, feita após um descolamento de retina. Como se não bastasse, exames apontaram que ele tem um cisto no cérebro e um entupimento coronário.

A depressão, Kajuru diz que se deve em muito à atual deficiência visual, que o impossibilita de trabalhar: “Tive um descolamento de retina e passei por duas cirurgias, uma em São Paulo, outra aqui em Ribeirão Preto. Tenho apenas 18% de visão no olho esquerdo e, do direito, que operei agora, não enxergo nada, mas os médicos dizem que vou recuperar a visão, só que leva tempo. O jogador Falcão, por exemplo, levou cinco meses”, explica Kajuru.

Promessa a Nossa Senhora Aparecida

O apresentador revela que o descolamento de retina de seu olho direito possa ter relação a uma promessa feita a Nossa Senhora de Aparecida.

“Pode ser coincidência o que vou relatar, mas diabetes não causa descolamento de retina, o que causa é uma queda, uma pancada forte na vista. Não aconteceu nada disso comigo... Meu problema ocorreu poucos dias depois de eu ter ido pedir pela saúde do Datena (José Luiz), que iria fazer a cirurgia (para a retirada de um tumor no pâncreas) e de um outro amigo que precisava, não cabe dizer aqui o nome. Fiz uma promessa a Nossa Senhora e ofereci um dos meus olhos em troca da cura deles. Após o deslocamento de retina, fiz uma cirurgia em São Paulo, que não me fez enxergar de novo e mais recentemente fiz outra aqui, no Hospital São Francisco, em Ribeirão Preto, onde me trato agora.”

Vários problemas de saúde e muito medicamento

No momento, Kajuru precisa ficar de repouso, se recuperando, para saber se terá que fazer outra operação no olho e se voltará a enxergar como antes. Não bastando isso, ele descobriu que tem uma placa de gordura na artéria e um cisto no cérebro.

“Preciso tomar remédio o dia inteiro. Se não melhorar, vou ter que fazer uma cirurgia para evitar um derrame”, lamenta Kajuru, que diz estar muito só, embora a namorada (que mora em outra cidade de São Paulo) e amigos como Datena, Adriane Galisteu, Hebe Camargo, Ivan Lins e Juca Kfouri, aos quais ele é muito grato, liguem sempre para ele, oferecendo ajuda. Como não está enxergando, depende das pessoas para tudo e do motorista César, que lhe dá os remédios -19 no total, mais um colírio -, que precisa ingerir diariamente.

Mágoa pelo abandono

O que mais lhe magoa é o fato de pessoas que ele considerava amigos, aos quais ajudou até mesmo financeiramente, hoje lhe virarem as costas. Porém, Kajuru diz que isso lhe serve muito de lição para mudar daqui para frente.

“Sou um perdulário, preciso mudar. Ajudava todo mundo, cheguei a emprestar cem mil reais a um amigo, e hoje que estou precisando desse dinheiro, ele nem me atende”, conta Kajuru, que está com as contas bancárias bloqueadas, após perder uma ação em última instância. “Fiquei revoltado com o meu País. Perdi uma ação judicial para um desembargador de Goiânia, que me processou por uma matéria que escrevi para o jornal Diário da Manhã.” O jornalista acrescenta que irá pagar seus credores, mas precisa de um tempo para se recuperar e poder retornar ao trabalho. Suas despesas estão sendo pagas hoje com a indenização que recebeu após sair do SBT, que não chegaram a entrar em suas contas de banco. Caso contrário, nem isso ele teria para viver.

Otimismo e reconhecimento

Felizmente, Kajuru vai recuperando o otimismo, tendo esperança de irá recuperar a saúde para dar continuidade a um talk show diário que faz na TV Cultura de Ribeirão Preto e preparar um piloto para entrar aos domingos no SBT, a pedido de Silvio Santos, a quem diz ter uma grande gratidão e não guardar mágoa alguma por ele ter tirado seu último programa do ar.

“Não sou Elke Maravilha. Jamais vou cuspir no prato que comi. O Silvio foi o único homem de tevê que me deu um espaço quando eu precisei. Nunca vou falar mal de uma pessoa pela qual só tenho gratidão.”

Kajuru diz que, passada essa fase, também pretende terminar um livro de poesias, que está escrevendo a pedido da Adriane Galisteu.  “Adriane me ajudou muito, sempre me liga perguntando se preciso de alguma coisa, é uma grande amiga que ganhei, assim como a Hebe, que também me ligou. O Ratinho, sei que ainda não me procurou porque não tem meu telefone que mudou, ele também é uma pessoa muito amiga.”





Notícias Relacionadas

05/11/2020 | 20h20m - OFuxico

Drake se recupera de cirurgia no joelho

29/10/2020 | 08h08m - Flávia Almeida

Palmirinha Onofre recebe alta



Instagram

Instagram

OFuxico