Imprimir

Notícias

03/03/2021 | 13h53m - Publicado por: Flavia Almeida | Foto: Reprodução/Instagram

Rejeitada no Big Brother Itália, Dayane Mello recebe propostas de trabalho no Brasil

Modelo catarinense superou preconceitos e ficou em quarto lugar no Grande Fratello Vip

Rejeitada no Big Brother Itália, Dayane Mello recebe propostas de trabalho no Brasil - Reprodução/Instagram

Graças à enorme repercussão da participação de Dayane Mello no Grande Fratello Vip, o Big Brother Itália, diversas marcas brasileiras sonham em ter a modelo catarinense como garota-propaganda. Para alegria de Juliano Mello, irmão e agente no Brasil da beldade, que tem analisado todas as propostas e espera o fim das obrigações contratuais de Dayane para discutirem os novos rumos da carreira da modelo. 

“Há muita procura de várias marcas e outros compromissos, assim como tivemos agências e empresários nos procurando. Ficamos felizes, porque minha irmã sempre sonhou em trabalhar no Brasil. Ela estava mais na Itália justamente por ser mais conhecida por lá — disse Juliano ao jornal Extra. 

Feliz com o carinho recebido pelos fãs brasileiros, Dayane publicou um vídeo no Twitter no qual agradeceu a todos pelo empenho. 

"Oi, Brasil. Estou muito orgulhosa de ser brasileira. Quero realmente agradecer todas as mensagens de amor e carinho, por tudo aquilo que fizeram por mim, quando estava dentro da casa. Muito obrigada, do fundo do coração, vou ser eternamente grata", disse. 

Dayane Mello: Quem é a modelo que conquistou o Brasil e despertou o ódio da Itália?

Preparando a volta

 

Juliano Melo contou que a irmã só tem olhos para a filha, após cinco meses sem ver a menina por conta do confinamento no reality. Enquanto isso, já estão sendo agilizados os trâmites para seu retorno ao Brasil. 

“Estamos vendo formas segura de Dayane vir para o Brasil. Queremos trazê-la o mais rápido possível, principalmente para ficar perto da nossa família. Ainda mais depois de tudo que aconteceu (a morte do irmão caçula). Ao mesmo tempo, queremos fazer tudo no tempo dela”. 

Durante o Grande Fratello, que começou em 14 de setembro do ano passado, Dayane passou por poucas e boas. Ela chegou a ver, ao vivo, sua mãe biológica pedindo para ser esquecida, porque a modelo frequentemente citava que foi abandonada por ela na infância. Dayane ainda assistiu por chamada de vídeo ao funeral do irmão caçula, vítima de um acidente fatal no último dia 02 de fevereiro. 

A modelo, que já havia sido vítima de xenofobia e misoginia, sofreu ataques sofridos por se assumir bissexual na reta final do programa.







Instagram

Instagram

OFuxico