Imprimir

Notícias

14/05/2020 | 00h42m - Publicado por: Flávia Ávila | Foto: Reprodução/Instagram

Rihanna: De cantora a fenômeno feminino empreendedor

Se a artista cresceu na música, hoje é referência como uma visionária mercadológica

Rihanna: De cantora a fenômeno feminino empreendedor  - Reprodução/Instagram

Dá para acreditar que Rihanna se tornou um fenômeno no universo mercadológico? Pois é, a barbadiana cresceu no universo da música e hoje é um nome de referência no mundo da moda, da beleza e empreendedorismo.

Rihanna é a mulher mais rica do Reino Unido

Com oito álbuns de estúdio no currículo, sendo o Anti (2016) o mais recente, Robyn Rihanna Fenty começou a despontar, definitivamente, fora dos estúdios musicais quando fez parceria, em 2014, com a Puma. Tornou-se então, embaixadora da marca esportiva e diretora criativa da linha destinada às mulheres.

Rihanna no show da Savage x Fenty

Anteriormente, ela assinou linhas de jeans e lingerie para a italiana Armani, em 2011. Dois anos depois foi a vez da marca britânica River Island ter uma coleção de uma coleção de roupas e acessórios assinada por Riri, que em 2015 se tornou a primeira negra a estrelar uma campanha da renomada Dior. 

Cinco vezes em que Rihanna parou o Instagram!

Influenciada pelo meio, Rihanna acabou se tornando uma grande influenciadora -  e cheia de objetivos e mudanças! Partindo para 2017, ela anunciava a criação da Fenty Beauty, seu carro chefe. Focada na diversidade, ela chegava com um leque de mais de 40 tons de base, sendo a primeira no ramo da beleza e das maquiagens a pensar nas mais diferentes peles.

Hoje, a Fenty Beauty oferece artigos que vão dos pincéis aos tipos mais cremosos de produtos como bronzer e iluminador.

Sete vezes em que Rihanna 'incendiou' a web com fotos ousadas

E como uma boa designer, a renovação de Riri não pararia por aí. Um ano depois, em 2018, veio a Savage x Fenty, uma linha de lingeries que foge dos rótulos óbvios e preza unicamente pela mulher. Sai a beleza inalcançável e a propaganda voltada aos homens; entra o amor por si mesma e a celebração por qualquer corpo existente.

Vem saber mais sobre essa tremenda empreeitada da "bad gal"!

Rihanna

Pluralidade

 

A "placa mãe" da marca é justamente não seguir um padrão. Da mesma forma que a Fenty Beauty, a Savage x Fenty foi criada à mulher gorda, magra, alta, baixa, negra, branca, asiática e por aí vai.

Quem também já apareceu usando algum modelito foi a rapper Megan Thee Stallion dançando ao som de seu hit Savage, fazendo um belo trocadilho ao nome da grife. Lizzo, uma das novas referências do cenário musical, surgiu utilizando um sutiã sem alças durante o ensaio fotográfico para a revista Elle norte-americana no ano passado, cuja foto foi compartilhada por Rihanna celebrando a sua empresa e a própria Lizzo.

Rihanna sobre novo álbum: ‘Estou tentando salvar o mundo’

Recriando a vitrine

 

Rihanna durante a divulgação do álbum Anti

Fundada em 1977 por Roy Raymond, a Victoria's Secret é bem conhecida no ramo de lingeries e cosméticos. Entretanto, ela não foi capaz de acompanhar as evoluções do própria nicho que trabalha e viu críticas contra ela crescerem.

Pai de Rihanna está curado da Covid-19: ‘Temia o pior’

No primeiro desfile da Savage x Fenty, no ano da sua criação, a passarela da Semana de Moda de Nova York viu não somente um leque de positividade corporal, mas ainda a redifinição de sensualidade: ser ou se sentir sexy vem de uma escolha própria, com objetivo em agradar primeiramente a si mesma, uma sensação que se inicia ao aceitar o seu corpo.

“Queria todas as mulheres no palco com diferentes energias, diferentes raças, tipos de corpo, diferentes estágios de sua feminilidade e cultura”, disse Rihanna na época. “Queria que as mulheres se sentissem celebradas e mostrar que nós que começamos essa m****. Este é o nosso mundo, porque realmente é."

Slick Woods apareceu para o público e câmeras exibindo o barrigão da gravidez e seu sutião foi apenas dois diferentes adereços cobrindo os mamilos.

Rihanna quer filhos e não descarta ser mãe solteira

O que não se esperava é que no ano passado, Rihanna criaria um evento que desbancasse o consolidado Victoria's Secret Fashion Show. O Savage x Fenty Show - disponível no Amazon Prime Video com algumas cenas de bastidores -  durou pouco mais de 40 minutos, aconteceu em Nova York e teve uma produção para além de um palco reto e apresentação musical.

Teve Rihanna abrindo o evento com bailarinos; diferentes cenários; Big Sean, A$AP Ferg e DJ Khaled comandando o som... O gostinho brasileiro surgiu com a faixa Malokera, uma parceria de Ludmilla, Mc Lan, Skrillex, Troyboi e Ty Dolla $ign. 

Rihanna posa toda sexy de lingerie

Pois meses depois, o famoso fashion show da Victoria's Secret foi cancelado de vez. Os boatos já aconteciam desde que Shanina Shaik, uma das Angels da marca, havia dito durante uma entrevista que o evento não aconteceria.

Internautas brincaram, dizendo que Rihanna teria "quebrado" a concorrência, entretanto, as constantes pontuações no fato da grife de Roy Raymond não abrir seu espaço para a inclusão de mais tamanhos nos manequins e abraçar a diversidade fez com que tudo mudasse, cancelando uma festa que acontecia desde 1995 e era transmitida pela TV desde 2001.

Ex-namorado de Rihanna, Hassan Jameel fica noivo de ativista

“[O show] foi uma parte muito importante da construção desse negócio, foi um aspecto importante da Victoria’s Secret e uma conquista notável de marketing. E com isso dito, estamos descobrindo como avançar no posicionamento da marca e melhor comunicá-la aos clientes“, falou Stuart B. Burgdoerfer, vice-presidente da L Brands, na época.

Estilo

 

Sim, os tamanhos disponíveis aos mais variados biotipos são a alma do negócio, só que a variedade de peças é outro ponto forte da marca.

Uma peça mais comedida ou nude (feito para diferentes tons de pele, vale lembrar); brilhos e rendas; cós alto ou baixo, apenas uma cor ou uma mistura de cores. O que não falta é um mar de opções para os mais diversos gostos!

Selvagem! Rihanna bota bumbum para jogo em foto de lingerie

Ah! O preço também é bem atrativo, indo dos US$ 39 aos US$ 99, em média. Apesar de a venda não ocorrer fisicamente no Brasil, existe envio para o País no site oficial.





Notícias Relacionadas

13/05/2020 | 10h20m - Caroline Huertas

Rihanna é a mulher mais rica do Reino Unido

07/05/2020 | 18h00m - Raphael Araujo

Iza lança EP Deezer Sessions com hits da carreira e cover



Instagram

Instagram

OFuxico