Imprimir

Notícias

17/09/2020 | 17h33m - Publicado por: Flávia Ávila | Foto: Reprodução/Instagram

Rita Lee concretiza: 'Eu não quero mais tomar drogas'

Cantora participou do programa Saia Justa e falou de suas mudanças com a velhice

Rita Lee concretiza: 'Eu não quero mais tomar drogas' - Reprodução/Instagram

Rita Lee foi a grande convidada do programa Saia Justa, do canal GNT,  na última quarta-feira (16). Aos 72 anos e vivendo longe dos palcos, a cantora continua irreverente como nunca, tendo a sinceridade como ponto de destaque.

Rita Lee: ‘Acho arrogante a raça humana se achar a imagem e semelhança de Deus’

Mas engana-se quem acha que a artista continua a mesma. Com o tempo, tanto na idade como o passado dentro de casa, trouxeram novas revelações para ela. Alguns velhos hábitos jão fazem mais parte de sua vida, enquanto outros tornaram-se presentes.

"Hoje tenho vontade de ler mais, de aprender e de pintar. Você troca a libido pelo mortido, no bom sentido", contou ela. "Você não quer mais tre***, pois já tre*** a vida inteira. É que nem drogas, eu não quero mais tomar drogas, porque já tomei e sei como é", completou.

Passando a quarentena em seu sítio no interior de São Paulo com o marido, Roberto de Carvalho, ela revelou que tarefas domésticas são suas 'preferências'.

Mel Lisboa fala de volta à Globo e ser Rita Lee em filme

"Agora quero coisas que eu não sei fazer, como por exemplo lavar a louça. Eu aprendi a lavar louça, a arrumar a cama e a ser dona de casa, que era uma coisa que eu achava fantástico. E hoje estou aqui, velha e dona de casa", afirmou.

Considerada a Rainha do rock brasileiro, Rita relembrou também um pouco de sua trajetória que incluem uma passagem na apresentação do Saia Justa entre 2002 e 2003.

"Eu tive uma vida maravilhosa. Tive a sorte de ter nascido na família que eu nasci e a sorte de ter trabalhado com música durante cinquenta anos, sempre alegrando as pessoas. Tive a sorte de ter encontrado o Roberto [de Carvalho] e de ter tido três filhos maravilhosos, e agora de ter dois netos. Isso é uma sorte louca."

Além da música, Lee tem suas contribuições ao universo literário como Amiga Ursa: Uma história triste, mas com final feliz; Rita Lee; Uma autobiografia; FavoRita: Imagens inéditas, textos, devaneios e músicas proibidas e mais.

Rita Lee revelou que Fernanda Young tinha certeza de que ela era sua mãe





Notícias Relacionadas

27/10/2020 | 20h52m - Flávia Ávila

Gravadora lança edição especial de disco de Rita Lee

27/10/2020 | 19h51m - Larissa Mariano

Zoofilia é crime: Famosas aderem a campanha



Instagram

Instagram

OFuxico