Imprimir

Notícias

04/10/2019 | 04h00m - Publicado por: Flávia Ávila | Foto: Grosby Group

Robert De Niro é acusado de assédio por ex-funcionária

O ator também movimenta um processo contra a jovem por fraude

Robert De Niro é acusado de assédio por ex-funcionária - Grosby Group

Robert De Niro, depois de entrar na justiça contra uma ex-funcionária a quem ele acusa por fraude, agora enfrenta um preocesso movido por ela contra ele.

Segundo o TMZ, Graham Chase Robinson teria sido contratada pelo ator para ser sua assistente executiva e agora o acusa de trata-la de maneira "hostil, abusiva e intimidadora". Ele ainda teria se referido a ela, frequentemente, como "pirralha" e "cadela".

Vencedor do Oscar e atualmente nos cinemas com o filme Coringa, estrelado por Joaquin Phoenix, De Niro enfrenta acusações de ser verbalmente abusivo e ter atribuído à Robinson "tarefas esteriotipadas para mulheres". A jovem complementou que o astro era visto, na maioria das vezes, embriagado, tendo comportamento mais agressivos fisicamente.

Além disso, ele teria feito comentários a respeito de sua receita para remédio de impotência sexual, pedido para a mulher "imaginar" ele quando is ao banheiro e sugerido que Graham "usasse o esperma de um colega para engravidar".

Outra reclamação no processo envolve funções inusitadas como coçar as costas de De Niro. O hollywoodiano também teria se isentado de qualquer manifestação após um homem "dar um tapa na bunda" de Robinson. 

Polêmica antiga

Robert De Niro cobra um total de US$ 6 milhões (R$ 24 milhões) por afirmar que a ex-funcionária assistia a séries durante seu expediente e fazia gastos abusivos com a verba destinada à função dela.

Agora, Graham Chase pede o valor de US$ 12 milhões (R$ 48 milhões) à corte.

 

Joaquin Phoenix é aplaudido por 8 minutos em festival de Veneza







Instagram

Instagram

OFuxico