Imprimir

Notícias

15/05/2020 | 08h49m - Publicado por: Flávia Almeida | Foto: AgNews

Roberto Carlos adia edição de seu cruzeiro

Emoções Em Alto Mar só retorna em 2022, mas evento em terra firme será realizado

Roberto Carlos adia edição de seu cruzeiro - AgNews

Tradicional cruzeiro marítimo comandado por Roberto Carlos, o Emoções Em Alto Mar não será realizado em 2021. De acordo com a assessoria do cantor, a edição foi cancelada e o aconteceria entre os dias 06 e 10 de fevereiro de 2021 foi transferido para 2022.

"Pensando no bem-estar de todos, o Projeto Emoções em Alto Mar que aconteceria em 2021, acontecerá no Verão de 2022", diz o comunicado.

Roberto Carlos oferece rosa virtual às mães

Evento em terra firme será na Bahia

Apesar da atividade ao mar ter sido transferida, segue programada para 2021 o Projeto Emoções Praia do Forte, em terra firme, na Bahia. Será na semana dos namorados, celebrando a data romântica no Brasil.

O evento acontecerá no complexo hoteleiro Iberostar de 09 a 13 de junho de 2021.

Myrian Rios relembra clique com o ex, Roberto Carlos: 'TBT'

Manias "de boa" na quarentena

A quarentena e as orientações e isolamento e distanciamento social, por conta da pandemia do novo coronavírus, não alteraram tanto as manias do Rei. Portador assumido do Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) - condição que se manifesta, entre outras coisas, em sua acentuada mania de limpeza - ele não estranhou as mudanças de rotina, corriqueiras no dia a dia do artista há anos.

Roberto Carlos adia cruzeiro Emoções por causa do coronavírus

A Veja revela que o cantor radicalizou alguns hábitos antigos e viu uma janela de oportunidade para criar outros. Antes da pandemia, ele saía de sua casa na Urca, bairro da Zona Sul do Rio de Janeiro, pelo menos três vezes ao dia. Ao retornar, tomava banhos demorados para higienizar o corpo. Atualmente, no máximo sai uma vez, de carro, em caso de extrema necessidade. Ele às vezes vai a seu estúdio, próximo de casa, ou ao supermercado, já que gosta de comprar pessoalmente aquilo que consome.

A revista destaca ainda que a casa, antes cheia, esvaziou e é expressamente proibida a entrada de qualquer pessoa no local. Como dizia a música do extinto grupo Os Morenos, "quem está dentro, tá dentro. E quem está fora, tá fora!"

Além do cantor, com ele moram os funcionários que estão junto de Roberto há mais de 30 anos. Todos conhecem as manias do patrão, mas agora, diante da pandemia, as regras foram intensificadas. Dentro da casa, inclusive para ele, máscaras e luvas são obrigatórias, além do distanciamento de 3 metros de cada morador. Conversas, apenas por telefone ou chamadas de vídeo, que ele aprendeu a lidar durante a quarentena.

Músicas antigas ganham destaque por conta do isolamento social

O uso de álcool em gel, diz a Veja, já era hábito antigo do cantor. Ele sempre recebia muita gente em seu camarim, após os shows, conversava olho no olho e se despedia com um abraço apertado ou um forte cumprimento de mão - seguido de um providencial jato de álcool em gel. Agora, dentro de casa ou nas suas poucas saídas, Roberto agora cumprimenta as pessoas com um cumprimento budista - só que, em vez de juntar as duas mãos, como é característico na saudação oriental, leva a esquerda ao peito e curva-se em direção ao interlocutor, em sinal de respeito. Durante a live, no dia das mães, ele falou sobre isso e ressaltou que o cumprimento de cotovelos ou de canelas é desapropriado. 





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico