Imprimir

Notícias

02/12/2020 | 08h10m - Publicado por: Flávia Almeida | Foto: Divulgação/The Voice Brasil/TV Globo

Terceira rodada de fogo do The Voice Brasil é criticada na web

Dispensa de índia causou comoção no Twitter, som alto e escolhas foram considerados injustos

Terceira rodada de fogo do The Voice Brasil é criticada na web - Divulgação/The Voice Brasil/TV Globo

A noite de terça-feira (1) foi tensa no palco do The Voice Brasil, com a terceira Rodada de Fogo. Os técnicos Carlinhos BrownIza, Lulu SantosMichel Teló tivera que decidir entre 13 vozes e, na web, o público reagiu negativamente a algumas escolhas, colocando o programa -  mais uma vez – entre os assuntos mais comentados no Twitter.

O Time Brown abriu a etapa com três cantores. Aline Souza, que já ganhou o Iluminados, no Domingão do Faustão, cantou Separação, sucesso na voz de Simone.

Tiago Leifert destacou que Carla Sceno, que cantou Ain’t No Other Man, de Christina Aguilera, foi elogiada por Ivete Sangalo.

Segunda rodada de fogo deixa The Voice Brasil entre os mais comentados da web

"Foi inacreditável. Seu vozerão é, realmente, muito grande", elogiou Lulu.

A índia Thaline karajá, de cocar, se apresentou com O Canto da Cidade, de Daniela Mercury e emocionou.

Muito nervoso ao fazer a escolha, Bronw elogiou cada uma, mas escolher Aline. A cantora fez um belo discurso de agradecimento.

“Menino, obrigada! Incentivem as crianças a sonharem, estou aqui porque fui incentivada. Incentivem as crianças pretas”, pediu.

A saída de Thaline causou grande comoção na web. Internautas reclamaram muito do fato de Brown ter reunido três potenciais candidatas na mesma disputa. O técnico fez questão de ressaltar o talento da artista.

"Você é potente e está representando seu canto, sua tribo". Quero continuar fazendo coisas com você, destacou Brown.

Falha no som e bronca de Iza marcam a rodada de fogo do The Voice Brasil

“Minha irmã, você é muito grande e sai desse programa muito vitoriosa pelo que você é, pelo que mostrou aqui. Esse país te abraça e você vai mais longe. Suas mensagens foram de extrema sabedoria. O que me fez escolher foi uma outra atitude. Aqui, sou um técnico e não posso errar com você, que é grande, é gigante. Vamos nos encontrar fora daqui porque quero continuar fazendo coisas com você. A gente tem muito a ver”, disse.

Palavrão sem querer

Também com três cantores, o Time Iza destacou o personal trainer Gui Valença, com Começaria Tudo Outra Vez, de Gonzaguinha.

"Tem postura de artista. Tem que seguir nisso, tem um vozerão. Foi bonito de ver", disse Teló.

Com o som um pouco alto, Luli cantou Disk me, hit de Pabblo Vittar. E Natasha atacou de Bixinho, de Duda Beat.

Ao fazer a escolha, Iza agradeceu.

Participante do The Voice Brasil 2020 faz show em Petrópolis

“Quero agradecer por estar aqui, sentada, assistindo vocês, neste momento que estamos vivendo. Esses artistas lembram a nossa trajetória. A música sempre me brinda, todos os dias. Me sinto realizada em fazer parte e ver a evolução de vocês”.

“Gui, é muito bom saber da sua relação com a música, sabendo que você não vive disso. A música te escolhe. Luli você é muito esperta, além de maravilhosa, linda. Natasha, a sua voz também é de outro mundo, você canta qualquer coisa. Escolho o Gui”, disse.

Pego de surpresa pela, Gui deixou escapar dois palavrões, sem perceber, causando risada nos técnicos e no apresentador.

“Ele é carioca mermo”, brincou Lulu.

The Voice Brasil: Convite especial, bloqueio e dispensas em mais uma noite de batalhas

Internautas elogiaram muito as escolhas de Michel Teló, desde o repertório à definição dos cantores. E o marido de Thaís Fersoza apresentou Manso – anunciado por Leifert como Ganso - com 93 Million Miles, de Jason Mraz; Sofia Moreno, com Saudade, de e Ralf; e Thalita Maciente, com Deixa Ela Saber, de Marília Mendonça.

“Ninguém me perguntou nada, mas essa menina é uma gênia”, disse Lulu, sobre Thalita.

O técnico então, se pronunciou.

“Sofia tem um timbre suave muito agradável, cantou uma música especial pra mim, eu amo Christian e Ralph. Manso e Sofia voaram, foi bonito. É maravilhoso quem canta e faz a gente sorrir. Thalita você fez isso, é a minha primeira escolha”, disse ele, que, em seguida, escolheu também o cantor Manso.

Polemizou

O Time Brown causou na rodada, gerando furor na web, mais uma vez. Adma Andrade cantou uma música que o baiano compôs quando foi pai pela primeira vez, Magamalabares. E disputou com Tibi, ex-líder da banda Jamz, que cantou Dancing On My Own, de Calum Scott.

“Você tem uma disputa de final!”, observou Leifert.

Internautas observaram que Tibi, que tem um enorme fã-clube, não se apresentou tão bem quanto das vezes anteriores, tendo, inclusive, feito um início fraco. Mas foi o escolhido por Brown.

“Tibi me deixou impressionado, como você reagiu a tamanho desafio. Adma, sua verdade é única, menina, você não perde de forma nenhuma a sua verdade e seu modo de ser”, disse o baiano.

The Voice Brasil: Tombo, choro coletivo e muito talento na segunda noite de batalhas

Tiago, visivelmente emocionado por Adma deixar o programa, deu seu recado ao congratular Tibi.

“Parabéns, você venceu uma das melhores disputas da noite!”, disse.

Iza fez questão de se pronunciar, quando a cantora já deixava o palco.

“Você é uma das cantoras mais incríveis que já vi. O que você fez é admirável e precisa ser dito”.

Clássico em ritmo de rock

O Time Lux encerrou a rodada com João Marcelo com Canto de Ossanha, de Vinícius de Moraes, em ritmo de rock; e Rick Santos, com A Lua e Eu.

Lulu escolheu João, mas destacou que espera mais atitude do artista.

A Rodada de Fogo segue na próxima semana.

The Voice Brasil inicia fase das batalhas com difíceis escolhas. Veja quem continua!

 




Notícias Relacionadas

14/12/2020 | 02h00m - Flávia Ávila

As relíquias das tretas e o 'museu' de A Fazenda 12

12/12/2020 | 14h14m - Larissa Mariano

Gretchen rebate críticas de sua nova harmonização facial

12/12/2020 | 07h00m - OFuxico

Rainha Elizabeth quer Príncipe William como Rei



Instagram

Instagram

OFuxico