Imprimir

Notícias

04/12/2020 | 08h11m - Publicado por: Flavia Almeida | Foto: Divulgação/TV Globo

Tiago Leifert se empolga em mais uma Rodada de Fogo, no The Voice Brasil

Reality segue em etapas ao vivo

Tiago Leifert se empolga em mais uma Rodada de Fogo, no The Voice Brasil - Divulgação/TV Globo

Tiago Leifert tem se tornando cada vez mais interativo à frente dos realities da Globo. O apresentador do The Voice Brasil deixou aflorar ainda  mais suas emoções na noite de quinta-feira (03), em mais uma Rodada de Fogo, ao vivo. Na ocasião, 11 vozes foram avaliadas pelos técnicos Carlinhos Brown, Iza, Lulu Santos e Michel Teló. 

O sanfoneiro abriu as apresentações com Douglas Ramalho, numa versão própria do hit Meu Abrigo, da banda Melim; e com Stephanie Luna, interpretando Torn, de Natalie Imbruglia. 

Teló contou que foi iniciativa de Douglas dar o seu toque à música e ele insistiu em arriscar. Deu certo e o cantor segue na competição. 

Faraônica! Iza causa com look de deusa egípcia
Segunda rodada de fogo deixa The Voice Brasil entre os mais comentados da web

“Você tem controle da sua voz. Hoje muita gente está tendo que se reinventar, tem que trabalhar do jeito que dá para sobreviver, você se vira fazendo torta de chocolate, mas no palco, você nasceu pra isso, foi uma virada de chave”, disse, lembrando que o rapaz trabalha como confeiteiro. 

Tiago interrompeu. 

“Nessa rodada não tem ‘peguei’, então, quem você escolhe?” 

“Acredito muitos em sinais e hoje meu filho, do nada, à tarde, começou a cantar uma canção que acho que é um sinal. Ele cantou Meu Abrigo e acho que foi um sinal pra você, Douglas”. 

“Agradece ao Theodoro!”, brincou Leifert.

 

Climão

O Time Brown, com a roqueira Angel Sberse ao som do clássico Jump, de Van Halen, e Cleane Sampaio, com Morena Tropicana, de Alceu Valença, fez Leifert ficar tenso. 

“Ah, não, Brown! Você não pode fazer isso! Liga pra gente, não faz a escolha das duplas sozinho! É cada dupla que você monta...” 

“Sou técnico ou não sou?”, indagou o baiano. 

“É, pra caramba!”, devolveu o apresentador. 

Angel, que ao ser salva na etapa das batalhas caiu ao deixar o palco e levou pontos no joelho, cativou a todos. Mas Lulu fez uma observação sobre sua performance. 

“Você é dona do seu estilo. Só uma coisa: abra os olhos e canta pra gente, porque sua voz já é um trovão", aconselhou. 

Cleane Sampaio foi a escolha do técnico e a web reagiu, destacando que o rock, quando não está nas mãos de Lulu, é sempre prejudicado. Ao se despedir, Brown quis fazer um convite à Angel. 

“Eu já mexi com o rock’n roll e tenho intenção de fazer algo com você”, disse. 

A cantora acabou gerando um certo climão ao responder que pretende, um dia, cantar com ele no palco do Rock in Rio. Palco esse onde Brown, em 2001, num episódio que rodou o mundo. O cantor foi vaiado e agredido com garrafas de água, ao cantar no palco rock.   

“Viu isso aí, Roberta Medina?”, amenizou ele, citando a responsável pelo festival. 
 

Voltamos à programação normal... 

O programa seguiu com o Tie Iza, destacando Luciana Ribeiro com Lost On You; Nath Porto, com Céu Azul, da banda Charlie Brown Jr; e Victor Alves, com Um Dia, Um Adeus, de Guilherme Arantes.

“Apenas parem! Apenas parem com isso”, bradou Leifert, ao final da apresentação de Luciana.

A cantora improvisou com agudos inimagináveis, surpreendendo.

“Esse fatality agudo já tinha rolado?”, quis saber Lulu.

“Não, e isso que é bom, vocês surpreendendo, deixam a gente chocados”, disse Iza.

"É ao vivo, beleza? É na voz! Cresceu com a música e esse final? Você domina demais sua voz, o palco. Foi muito bonito! Parabéns", disseTeló.

Nath Porto deixou a competição.

“Fazendo uma análise completa de quem são vocês. Luciana é uma estrela segura, compenetrada, inteligente e gentil com a música.

Nath também é uma estrela, acho lindos os caminhos que você faz, a forma como você costura as notas é diferente”.

“Vitor, você consegue emocionar a gente com essa vulnerabilidade, esse nervosismo. Minha primeira decisão é você, Luciana. O artista que vou escolher precisa entender que tem que tomar posse e estar presente no palco. A gente já te ama e a gente quer ouvir seu CC. É você, Victor. É uma honra assistir você, escuta o que te falei, se solta”, aconselhou

 

Pinta de campeão

Apontado por internautas como favoritíssimo a vencer o programa mais uma vez, o Time Teló mostrou Erika Timóteo, com Conselho, de Almir Guineto, e Glicia França, com La Belle De Jour, de Alceu Valença.

“Vou pelo sentimento do que acontece aqui e o que aconteceu aqui hoje e me emocionou, o que vai levar pra mim hoje...”, iniciou Teló.

Lulu interrompeu o colega.

“Olha a Zazaré confusa, meu Deus do céu!”, brincou.

“Você, Glícia”, escolheu.

Encerrando a rodada, o Time Lulu se apresentou com Lawany, ao som de You are the Reason, de Calum Scott, e Thef, com ClichÊ, de Vitão.

O técnico ficou extasiado com Lawany e a escolheu.

“Marília Pera me ensinou que não basta ter talento, você tem que ser amigo dele e saber administrar. Você tem 19 anos e uma compostura de diva. As dinâmicas que você fez nas partes mais delicadas da música, foram muito elegantes”, observou.

“Thef, você fez a sua parte, esse é seu jeito, a sua onda, é como você se expressa. Eu sou como você, gosto muito de você, mas a apresentação de Lawany me fez sentir mais”, disse.

Internautas comentaram edição do The Voice Brasil







Instagram

Instagram

OFuxico