Imprimir

Notícias

26/12/2020 | 09h10m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Tom Hanks não usará privilégios para receber vacina da Covid

Ator decidiu que ele e sua esposa vão esperar para serem vacinados

Tom Hanks não usará privilégios para receber vacina da Covid - Reprodução/Instagram

Tom Hanks e sua esposa Rita Wilson foram as primeiras celebridades a anunciarem em março passado que estavam com coronavírus, no momento em que as notícias sobre a doença estavam ganhando força. 

E agora a estrela de Forrest Gump de 64 anos, anunciou sua decisão e de sua esposa de esperarem para receber a vacina da COVID-19, depois de circular a notícia de que eles seriam os primeiros famosos a receberem a dose. 

Em conversa com a apresentadora Savannah Guthrie, Hanks comentou: "Vamos tomar depois que todos aqueles que precisam tomarem", afirmou, negando que vão usar seu status de celebridade para conseguir a vacina antes. 

Olhando para sua terrível experiência com o coronavírus, ele disse que foram os 10 dias difíceis mais difíceis que viveu, mas se alegra por ele e Wilson não terem contagiado ninguém. 

"Isso não é só para as pessoas não pegarem a doença, mas também para não infectarem os outros, caso seja uma pessoa assintomática", justificou Hanks. 

Kevin Hart revela que teve coronavírus
Felicity Jones é mãe pela primeira vez
Rita Wilson e Tom Hanks ainda têm anticorpos da Covid-19

Anticorpos

 

Rita Wilson e Tom Hanks revelaram que eles ainda têm anticorpos nove meses depois de terem contraído a Covid-19. O casal foi diagnosticado com a doença enquanto estava na Austrália, em março, e posteriormente se ofereceu para ajudar nos estudos para encontrar uma vacina, e ainda estão protegidos meses depois. 

Durante sua participação no programa de Jimmy Kimmel, Rita falou sobre o assunto. 

Kimmel comentou: "Sinto que você é a única pessoa com quem não preciso me preocupar, porque você deve estar transbordando de anticorpos agora." 

Ao que ela respondeu: "Ainda tenho anticorpos!", confirmou. 

Como parte do programa da UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles) do qual fazem parte, Rita e Tom, ambos de 64 anos, fazem exames para o coronavírus a cada dois meses. 

Ela acrescentou: "Eles nos testam e até agora ainda os temos. Eles diminuem à medida que você se afasta da infecção, mas ainda estão nos ajudando". 

A dupla também tem doado plasma para ajudar na pesquisa de uma vacina. Tom admitiu anteriormente que a doença o deixou exausto e revelou que sua esposa estava com febre alta e perdeu o paladar. 

Discutindo seus sintomas, ele disse: "Tínhamos sintomas muito diferentes. Ela estava com febre mais alta do que eu. Ela tinha uma náusea horrível. Eu tinha os ossos que pareciam feitos de biscoitos e fadiga de esmagar ossos.", relembrou.





Notícias Relacionadas

25/12/2020 | 12h29m - Flávia Almeida

Ex-BBB Victor Hugo deixa o hospital



Instagram

Instagram

OFuxico