Imprimir

Notícias

17/03/2021 | 13h00m - Publicado por: Esther Rocha | Foto: Fotomontagem

Vídeo! Grammy 2021: Nossa, o que rolou?

A consagração maior de Beyoncé, troféu de álbum do ano para Taylor Swift, Harry Styles se dando bem com o tema que faz o BBB21 chorar

Vídeo! Grammy 2021: Nossa, o que rolou? - Fotomontagem

Nosso correspondente Renan Botelho preparou o seu Kentucky Mule numa caneca de cobre cheia de gelo, se atracou a um belo balde de pipoca e assistiu a cerimonia do 63º. Grammy Awards, transmitida no último domingo, 14, pela rede CBS.

Neste vídeo ele apresenta um relatório apurado da festa realizada no Staple Center, em Los Angeles , onde a Recording Academy entregou Gramofones de Ouro à 83 categorias, incluindo Canção do Ano, Álbum do ano, Canção do ano, Artista Revelação, entre outros.

Este ano o evento precisou ser reinventado para sobreviver a crise sem precedentes da Covid-19. Nada de nababescas festas, poucos e bons convidados na plateia e protocolos de segurança seguindo todas as regras necessárias para prevenção da doença.

Comprovando o ditado “practice makes perfect” (a prática faz a perfeição), os organizadores da festa mostraram que existe glamour no fim do túnel do novo normal. O resultado foi uma cerimonia enxuta e bem orquestrada que serviu como um respiro necessário nestes tempos de más notícias e crise mundial.

A maior noite da música foi comandada pelo comediante Trevor Noah, 37, que é uma graça e não deixou a desejar.

Absoluta como a artista mais indicada do ano Beyoncé, 39 anos, voltou pra casa com quatro gramofones na bolsa e a consagração como artista com mais troféus da história da premiação, com nada menos que 28. Ao seu lado ninguém menos que o produtor musical Quincy Jones, 88,  que também tem em sua estante 28 fonógrafos dourados. Jones e Queen B só ficam atrás do maestro húngaro-britânico Sir Georg Solti, 84 anos, que tem 31 Grammys no total.

Quem também saiu da festa com sorriso de orelha a orelha foi Taylor Swift, 28. O álbum Folklore lhe rendeu um Grammy e a aclamação como  primeira artista feminina a ser premiada por Álbum do Ano três vezes. Merecido.

Harry Styles, 27, recebeu o primeiro Grammy de sua carreira como Melhor Performance Pop, Megan Thee Stallion, 26,  foi a Artista Revelação e Dua Lipa, 25, Melhor Álbum Vocal Pop  pelo trabalho Future Nostalgia.

O cobiçado troféu de Gravação do Ano ficou com Billie Eilish, a  californiana de 19 anos que a cada dia ganha mais fãs e notoriedade.

A fofa da Blue Ivy Carter, 9 anos, filha de Beyoncé e Jay Z debutou no grande prêmio da música ganhou e levou seu  primeiro Grammy de todos os tempos no início da noite na categoria de Melhor Vídeo Musical por Brown Skin Girl.

De mãozinha dada com Beyoncé, a texana Megan Thee Stallion subiu ao palco para receber o Grammy de Melhor Canção de Rap por Savage.

No entanto, foi Eilish de 19 anos que bateu um field impressionante, incluindo Beyoncé, para ganhar o Record Of The Year no final da noite com seu single de sucesso Everything I Wanted

O melhor álbum country foi dado a Miranda Lambert por Wildcard.

Habitualmente realizado no Staples Center de Los Angeles, o evento mudou da data de 31 de janeiro para 14 de março  por conta de oferecer mais espaço interno e externo e todos os protocolos de segurança foram colocados em prática.

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico