Imprimir

Notícias

27/05/2020 | 11h49m - Publicado por: Luigi Civalli | Foto: Reprodução

William Bonner é alvo de intimidação. Globo divulga nota

Ele e sua filha receberam mensagens no Whatsapp

William Bonner é alvo de intimidação. Globo divulga nota - Reprodução

Na última terça-feira (26), a Globo emitiu uma nota de repúdio à campanha de intimidação pela qual William Bonner, apresentador do Jornal Nacional, vem passando. A nota informa que o jornalista e uma de suas filhas também receberam mensagens de WhatsApp, de número de Brasília, com dados fiscais sigilosos dele e da família.

A Globo manifestou seu apoio ao jornalista, que é um dos mais respeitados do país e ajudará na busca e na punição dos responsáveis pelo desrespeito ao sigilo previsto na Constituição.

Leia a íntegra da nota da Globo:

"A Globo repudia a campanha de intimidação que vem sofrendo o jornalista William Bonner e se solidariza com ele de forma irrestrita. Há dias, um fraudador usou de forma indevida o CPF do filho do jornalista para inscrever o jovem no programa de ajuda emergencial do governo para os mais vulneráveis da pandemia, para isso se aproveitando de falhas no sistema, que não checa na Receita Federal se pessoas sem renda são dependentes de alguém com renda, fato denunciado publicamente pelo próprio jornalista que apresentou notícia crime junto ao Ministério Público Federal no Rio de Janeiro.

Agora, tanto o jornalista quanto a sua filha receberam por WhatsApp em seus telefones pessoais mensagem vinda de um número de Brasília com uma lista de endereços relacionados a ele e os números de CPFs dele, de sua mulher, seus filhos, pai, mãe e irmãos, o que abre a porta para toda sorte de fraudes.

A Globo o apoiará para que os autores dessa divulgação de seus dados fiscais, protegidos pela Constituição, sejam encontrados e punidos. William Bonner é um dos mais respeitados jornalistas brasileiros e nenhuma campanha de intimidação o impedirá de continuar a fazer o seu trabalho correto e isento. Ele conta com o apoio integral da Globo e de seus colegas e está amparado pela Constituição e leis desse país".

William Bonner: 'Fui agredido verbalmente, insultado’
Fátima Bernardes fala de golpe sofrido pelo filho
Bolsonaro chama Rede Globo de TV Funerária em entrevista

Conversa com Bial

Na madrugada desta quarta-feira (27), no Conversa com Bial, exibido na Globo, na série de homenagens que o programa faz aos 70 anos da TV brasileira.

Na entrevista, gravada por videoconferência, com cada um em sua casa, por conta das orientações de isolamento social, Bonner falou sobre o desafio de noticiar a maior crise da história recente da humanidade. E foi citado que o compromisso em retratar a situação do Brasil diante do vírus tem motivado críticas ao Jornal Nacional, por parte dos espectadores.

"A polarização chegou a um ponto em que minha presença em determinados locais públicos era motivadora de tensões. Quando eu percebi isso, percebi isso de maneira ruim, dentro de farmácia. Fui agredido verbalmente, insultado, desafiado", disse.

Para ele, quem agora critica, em épocas passadas o elogiava pela mesma dedicação em denunciar problemas e irregularidades. E o oposto também acontece.

"Tem gente hoje me aplaudindo que estava, há dois, três anos, me xingando. Pessoas que hoje estão me xingando, há dois, três anos, batiam palmas."





Notícias Relacionadas

27/05/2020 | 10h28m - Flávia Almeida

William Bonner: 'Fui agredido verbalmente, insultado’

26/05/2020 | 20h44m - Giovanna Prisco

Fina Estampa: Íris começa a chantagear René Velmont

26/05/2020 | 20h33m - Giovanna Prisco

Totalmente Demais: Leila descobre armadilha de Fabinho



Instagram

Instagram

OFuxico