Imprimir

Notícias

16/07/2020 | 18h12m - Publicado por: Raphael Araujo | Foto: Reprodução/Instagram/Montagem

Winona Ryder e Vanessa Paradis deixam caso de Depp e Heard

As duas ex do ator testemunhariam na briga judicial dos artistas

Winona Ryder e Vanessa Paradis deixam caso de Depp e Heard - Reprodução/Instagram/Montagem

Há quatro anos, Johnny Depp e Amber Heard travaram uma verdadeira guerra judicial por conta da separação deles, cujo final parece longe de acabar.

Em meio aos desdobramentos recentes deste caso, duas outras ex de Depp foram chamadas para testemunhar: Winona Ryder e Vanessa Paradis.

Todavia, de acordo com o site Deadline, isso não acontecerá mais, pois o advogado de Johnny revelou que a equipe jurídica entendeu que “não há necessidade de ouvi-las”.

Isso aconteceu pelo fato de elas já participaram de uma audiência preliminar e terem afirmado que o ator de Piratas do Caribe nunca foi abusivo com elas.

“Não há necessidade de reagendar essas testemunhas, por mais que teria sido um prazer tê-las aqui”, afirmou David Sherbourne, advogado do astro, que se encontraria com as atrizes por meio de videoconferência no julgamento desta semana.

Entretanto, Vanessa Paradis deve apresentar provas de apoio a Depp ainda nesta quinta-feira (16), já tendo o defendido na tal audiência preliminar.

“Conheço Johnny Depp há mais de 25 anos. Fomos parceiros por 14 anos e criamos nossos dois filhos juntos. Durante todos esses anos, eu vi Johnny ser uma pessoa e um pai gentil, atencioso, generoso e não violento. Nos sets de filmagem, os atores, diretores e equipes inteiras o adoram porque ele é humilde e respeitoso com todos, além de ser um dos melhores atores que já vimos”, disse ela.

“Estou ciente das acusações pelas quais Amber Heard acusou publicamente Johnny há mais de quatro anos. Isso não é nada parecido com o verdadeiro Johnny que eu conheci e, pela minha experiência pessoal de muitos anos, posso dizer que ele nunca foi violento ou abusivo comigo”, completou.

Entenda a batalha judicial de Johnny Depp e Amber Heard
Produção de Piratas do Caribe 'vigiava' Johnny Depp

Amber Heard mostra café da manhã inusitado de Johnny Depp

 

Na semana passada, Depp e Heard foram depor em um tribunal por conta de um processo do ator contra o jornal The Sun, que em 2018, o chamou de espancador de esposa em uma matéria produzida pelo tabloide britânico. Perante a Justiça, foi mostrado um vídeo do ator visivelmente abalado, quebrando uma garrafa no chão.

Na mesma sessão, Heard apresentou uma foto na qual revela o café da manhã do ex-marido, com a presença de compôs de cerveja e uísque, além de quatro linhas de cocaína. Ainda, no mesmo local, podem ser encontrados materiais para consumo de drogas, uma caixa de cigarros, a carteira de motorista de Depp, uma caixinha de metal com as iniciais do ator na qual as drogas seriam guardadas e um CD do músico Keith Richards.

Amber Heard apresentou fotos no tribunal em mais dois processos contra Johnny Depp

Segundo o Daily Mail, além das fotos, Amber Heard apresentou novas acusações contra Johnny Depp, acusando-o de ter jogado seu cãozinho da raçayorkshire terrier Pistol de um carro em movimento após uma noitada a base de cocaína e uísque, além de ameaçar frequentemente colocar o pet dentro do forno micro-ondas.

Depp confirmou o fato de o cão ter ingerido sua maconha e ter brincando com a possibilidade de colocar o pet no microondas, mas negou tê-lo arremessado da janela do carro.

O que você achou de Winona Ryder e Vanessa Paradis não serem mais testemunhas?





Notícias Relacionadas

16/07/2020 | 01h00m - Raphael Araujo

Entenda a batalha judicial de Johnny Depp e Amber Heard

09/07/2020 | 07h00m - Michele Marreira

Johnny Depp tem vídeo exibido em tribunal quebrando garrafa



Instagram

Instagram

OFuxico