Imprimir

Notícias

17/07/2020 | 18h34m - Publicado por: Caroline Huertas | Foto: Blad Meneghel

Xuxa desabafa: 'Ninguém aceita me ver envelhecer'

Apresentadora abriu o jogo sobre vida pessoal, críticas e as causas pelas quais luta

Xuxa desabafa: 'Ninguém aceita me ver envelhecer' - Blad Meneghel

Xuxa Meneghel tem se tornado cada vez mais uma ativista pelas causas que acredita e defende. A apresentadora sempre usa suas redes sociais para influenciar e debater sobre o veganismo, os direitos LGBTQIA+ e a democracia. 

Em entrevista para a Veja Rio, a eterna Rainha dos Baixinhos falou de como esse posicionamento é importante, principalmente na atual conjuntura do país. 

"Acho fundamental, pois, se você se calar, está aceitando [o outro lado]", disse ela, que também reconhece que isso acaba tendo um ponto negativo: a cultura do cancelamento. 

Xuxa fará livro de memórias: 'Terão coisas boas e ruins'

"Ao mesmo tempo, as redes viraram uma espécie de tribunal que condena todo mundo. Então, da mesma maneira que é bom, sensacional, é extremamente ruim ter acesso a tudo e a todos. Se alguém souber como se proteger, fale logo, pois esse é um mal do qual ninguém está conseguindo se proteger", pontuou. 

Ainda assim, o seu posicionamento tem um motivo muito maior do que o medo desses julgamentos: seu público. Eles são o seu foco e ela quer dar voz a eles, principalmente em relação aos assuntos LGBTQIA+. 

"Meus eternos baixinhos não têm idade, cor, sexo. Existe muito preconceito e, se eu puder gritar por eles, chorar com eles, dançar com eles, falar por eles, eu farei, pois minha gratidão será eterna a essa 'tribo do amor'. Tenho muita vergonha de quem levanta ódio, preconceito e desrespeito por eles. É vergonhoso ter que dizer que é contra a homofobia. Quem é a favor? Esse sim é doente, criminoso e tem que ser feito algo contra esse tipo de pessoa", disparou. 

 

Críticas

Já sobre feminismo, Xuxa afirmou que considera a luta de extrema importância, mas que ainda assim acha que as mulheres estão muito desunidas. A loira disse que sempre sofre mais críticas das mulheres do que dos homens, por exemplo, o que não deveria acontecer. 

"Não sou militante feminista, ativista, não vou às ruas, mas acho a luta do feminismo de extrema importância. A mulher está longe de ocupar um lugar de igualdade e tem muito caminho pela frente. Por outro lado, também acho que as primeiras a se desvalorizar são elas mesmas, coisa que eu não vejo acontecer com os homens. Por exemplo, eu fui muito criticada pelas minhas rugas – por mulheres.  Eu fui muito criticada pela minha careca – por mulheres. Lá atrás, fui criticada pelas minhas roupas, também por mulheres. Ou seja, nós, mulheres, queremos, exigimos respeito, mas somos as primeiras a desvalorizar, a desrespeitar a nós mesmas", ponderou. 

Xuxa Meneghel divulga vídeo de padre pedindo perdão à comunidade LGBTQIA+

Ela ainda afirmou que não lida muito bem com essas críticas e acredita que muitas delas vêm pelo fato de que as pessoas não aceitam seu envelhecimento natural, por acharem que ela ainda é a mesma de duas décadas atrás. 

"Não lido com as críticas, eu as engulo. Às vezes descem fácil, às vezes demoram a descer, mas é isso. Na verdade, tenho pena das pessoas que acham que, para ter espaço, precisam falar mal de mim. É uma merd*. Ninguém aceita como deveria aceitar. Eu faço parte do imaginário, da memória afetiva, do momento mágico das pessoas. Para muita gente eu ainda sou aquela que descia da nave de chuquinhas, a intocável, a quase E.T. Rugas não combinam com isso. Deve ser horrível me ver despencando como um ser normal", comentou. 

 

Loucuras pela estética

Em sua vida, Xuxa confessou que passou por algumas loucuras pela aparência e na busca de um padrão estético. 

"Coloquei silicone no peito e estourou, depois encapsulou três vezes e ainda saiu do lugar. Estou rezando para ter tido que mexer pela última vez. Na primeira vez, a médica, sem minha autorização, alterou outras partes do corpo, até botox aplicou. E eu odiei o resultado. Tenho fibrose até hoje e me arrependo muito de ter feito", revelou. 

Xuxa negocia com a Globo? Veja que está rolando!

Ainda assim, a apresentadora destacou que tem coisas em seu corpo que a incomodam e ela não descarta entrar na faca novamente. 

"Meu pescoço. Iria amar fazer algo para esticá-lo, mas tenho medo do resultado não ser bom. Deixo para mais para frente. Sabe-se lá se eu um dia acordo com vontade e entro na faca", confessou.

 

Envelhecimento

Apesar disso, Xuxa considera que aceita a si mesma como é e essa é sua dica para envelhecer bem, além de também encontrar alguém que te aceite como é para compartilhar esse momento.  

"O segredo para envelhecer bem é, primeiro, se aceitar, entender que isso vem pra todos, não é pessoal. Não é só você que não tem mais colágeno, não é só você que não está se reconhecendo no espelho. E que as dores na coluna e nos joelhos vão ser seus companheiros. Depois, se quiser, encontrar alguém que te ame desse jeito, que envelheça do seu lado, que venha te dizer que você está linda quando ninguém mais te acha...", falou.

Sasha mostra Xuxa e Junno vibrando: 'Toda forma de amor'

Aproveitando o momento, ela foi só elogios ao namorado, Junno Andrade, quem se encaixa perfeitamente na descrição que ela deu.

"O Ju me aceita do jeito que sou: ama me ver careca, gorda ou não, simplesmente me aceita do jeito que sou. Isso me ajuda muito, me sinto amada, desejada e tudo fica mais fácil", derreteu-se. 

Para finalizar, ela ainda falou como se imagina daqui a alguns anos e não deixou seu bom humor de lado durante a resposta. 

"Eu vou ficar uma velhinha careca, cheia de ruguinhas, rodeada de bichos, com meus netinhos por perto e, claro, com meu 'velho' Ju, deixando minha pele mais brilhosa e vistosa... Com cara de bem comida, para quem não entendeu", brincou ela. 

Xuxa doará royalties de livros para aldeia em Angola







Instagram

Instagram

OFuxico