Imprimir

Notícias

12/01/2021 | 03h30m - Publicado por: Marcelo Mendes Barroso | Foto: Reprodução Instagram

Xuxa retorna ao grupo Globo e terá seriado sobre sua vida: ‘Sou cria deles!’

'Nasci na Manchete, mas sou cria da Globo'

Xuxa retorna ao grupo Globo e terá seriado sobre sua vida: ‘Sou cria deles!’ - Reprodução Instagram

No domingo (10), Xuxa Meneguel deu uma boa entrevista ao Domingo Espetacular da Record TV, onde falou sobre vários assuntos, como sua vontade de morar fora do país.

Nesta segunda-feira, a Rainha dos Baixinhos voltou soltar a voz e contar algumas passagens de sua vida abertamente. Em um papo de mais de uma hora e meia, ela participou de live com o jornalista Luis Erlanger e contou fatos como: detalhes de sua relação com Marlene Matos, o namoro com Pelé e Senna, o sentimento de gratidão pela Record e o retorno ao Grupo Globo. Veja os principais trechos da entrevista.

Marlene Mattos

Por muitos anos, Marlene Mattos foi cuidou de tudo (literalmente tudo) para Xuxa. Ela contou como essa relação se deteriorou e acabou terminando.

“Eu era um fantoche. Mas foi porque eu quis. Não foi de uma hora para a outra. Ela começou cuidando da minha vida. Eu fui deixando cada vez a minha vida na mão dela. Minha vida particular, minha vida profissional, porque as coisas se juntavam e tinha que ter uma agenda pra cuidar. Então estava tudo na mão dela.

Chegou um momento, que todo mundo já sabe. Eu decidi não trabalhar com ela porque o meu interesse era infantil, programa infantil e ela já não acreditava mais nisso. Eu queria trabalhar mais para criança. Aí eu vi umas coisas dela que não gostei e a gente deixou de trabalhar juntas. Eu fui para o Mundo da Imaginação, para as coisas que eu queria como o XSPB. Enfim, só as coisas que eu sempre acreditei e queria fazer”, revelou

Pelé

De forma resumida, mas com riqueza de detalhes, Xuxa contou como foi o período em que namorou com Pelé.

"Foi uma pessoa que conheci com 17 anos e tive um relacionamento de 6 anos com ele. Todo mundo que estava em volta de mim dizia: 'nossa, como ela está apaixonada. Como a Xuxa era de quatro para o Pelé... Foi uma pessoa importante para mim porque foi talvez meu primeiro amor, vamos dizer assim.

Nos conhecemos fazendo uma capa para a Manchete, onde o título dizia: Minha liberdade vale ouro.  Ele pegou quatro modelos, eu, Luiza, Marcia Brito e era para ter uma negra, Veluma, que em cima da hora ela não quis tirar foto com ele. Botaram a Miss Brasil na época, que veio de Brasília. Todas elas estariam vestidas de dourado. Ele que deu esse título, ele que deu essa ideia. Ele sempre fez isso na vida dele. Sempre deu o rumo do que tinha que fazer as coisas.

Na foto, eu saí virada para ele, com a mão dele na minha perna. Aí todo mundo queria saber quem era a modelo que o Pelé ficou mais viradinho. Dali ele convidou todo mundo para sair, para jantar. Eu falei que não podia, que morava em Bento Ribeiro, que era longe pra caramba. Falei que era menor. Então, ele ligou lá para casa, meu pai desligou achando que era trote: ‘Alguém ligou dizendo que era o Pelé’

Depois eu saí com ele, meu irmão foi, teve que acompanhar porque eu era menor... Depois, com o tempo ele começou a dizer...porque ele sempre falou na terceira pessoa: ‘Estão dizendo que o Pelé está te namorando. O Pelé precisa sair. Você gostaria de acompanhar o Pelé?’. Falei ‘tá bom’, fui. Comecei a ir, a ficar perto dele. Ele começou a mandar flores, coisas para minha mãe, para minha família. Ele era um galanteador. Na época eu tinha um namoradinho. Eu já não estava muito legal com meu namorado”, contou.

Ela revelou como e porque o romance chegou ao fim.

"Como dizer com poucas palavras... Comecei a descobrir que ele não era o cara que eu achava que ele era. Pra mim ele era o máximo. Então quando comecei a ver que não era... Tudo isso que as pessoas já sabem: ele me traía. Ele me dizia isso. Dizia que nossa tínhamos uma amizade colorida. Não sabia o que ele dizia isso. Acredito eu que ele dizia que era um relacionamento aberto, mas aberto só para ele, pra mim não. Era uma situação esquisita.

Quando eu fiz 23 anos minha vida estava mudando muito pra caramba. Eu perguntei pra ele: ‘Estão me chamando para ir para a Globo. O que você acha?’. Ele falou: ‘Acho que você não deveria ir, porque ser a primeira é muito difícil. Melhor você ficar na Manchete e ser a segunda'. Aí comecei a sacar que não era uma pessoa que estaria torcendo por mim. Falei: ‘Não dá!’. Queria ter alguém que some e não me bote para baixo. E aí foi...”

Senna

Outro romance importante em sua vida foi o de Ayrton Senna. Xuxa revela o piloto não mediu esforços para conhecê-la.

“Depois de quase dois anos sem o Pelé, eu vi uma manchete onde ele estava com uma vaca ou um boi, não sei. Falei: ‘Olha, gosta de bicho. É conhecido. Não vai querer meu nome nem minha grana, mas tem namorada! Mas é uma pessoa que eu queria conhecer’. Demorou uma semana, o telefone tocou, a Marlene atendeu: ‘Aí, você não queria falar com ele? Tá ele aqui no telefone!’. Quando atendi ele falou: ‘Demorei pra conseguir liguei para fulano, cicrano...até conseguir o telefone’.

Ele que foi atras para me conhecer. Depois eu fui fazer um show em BH, ele mandou o avião dele para me buscar. Quando voltei mais cedo, para ele poder me ver, aí conheci ele no outro dia. A gente ficou uns 15 dias só no papo. Eu já não estava mais aguentando. Eu, louca de vontade de beijar, de ficar, querendo rápido...

Mas foi na hora certa. A gente começou a namorar e descobri que a gente era muito parecido. Ele queria alguém para acompanhar ele. Eu queria alguém para me acompanhar... Depois todo mundo já sabe: a gente se separou e ele se apaixonou por outra pessoa. Inventei de querer ir atras dele, mas ele morreu”, disse.

Numerologia: Xuxa terá um ano de 2021 para ‘cuidar da vida financeira’

Globo

A Rainha dos Baixinhos revelou que chegou a ser sondada para trabalhar como atriz, antes de sair da Globo.

“O Schroder (Carlos Henrique, que era diretor da emissora) chegou a conversar comigo uma coisa parecida. Mas não era para deixar isso para fazer aquilo. Mas, sim, fazer isso também.

Mas sou tanto atriz como sou cantora! Só vendo disco, mas não canto. Eu também atuo, mais como uma necessidade. Não é minha praia. Não é uma coisa que sei fazer. Eu vou ter que aprender muito porque quero fazer um seriado agora. Quero fazer isso. Tem um seriado maravilhoso surgindo aí a possibilidade. Quero realmente tentar dar o meu melhor e aprender com isso”, falou.

E revelou como foi a saída da emissora carioca.

“Na saída da Globo eu não estava muito feliz. E a casa também não estava muito feliz com o que estava acontecendo. E a casa estava passando por mudanças. Me tirar era um aviso para todo mundo: ‘Se ela saiu, qualquer um pode sair, tá!’

Quando eu saí me senti bastante órfã, porque sempre fui muito mimada na Globo. Esse mimo começou a diminuir. Quando eu saí, foi tipo: 'Você não tem mais nada disso aqui. Esquece a história que você tem aqui'. Isso foi chocante.

Record e Grupo Globo

Com a troca de emissora ela voltou a se sentir valorizada, como em tempos anteriores

“Eu entrar na Record e receber o carinho de todo mundo. A ponto de toda hora os diretores, os presidentes, os caras da alta cúpula chegavam para mim e falavam: 'Você está feliz? Porque se você não estiver feliz, a gente não quer você aqui. Você está feliz?'. Agora em dezembro, eu saí da Record e fui lá me despedir do Marcelo Silva, que seria o meu Boni.

Fui lá e falei para ele: 'Gratidão pelo que eu vivi aqui. Pela possibilidade de ter aprendido e vivido tudo aqui'. E saí com uma porta que não se trancou, porque achei que a porta da Globo tinha se trancado para mim. E hoje vejo as pessoas na Globo falando com carinho de mim. Na realidade, não é de mim, é da minha história. Porque negar quem eu sou, é negar o que eles fizeram. Porque a minha história foi feita lá

Hoje tenho a possibilidade de fazer um documentário onde o Globoplay vai estar presente. É óbvio que para ter a minha história, a Globo tem que estar presente. Meu documentário vai sair com o aval da Globo. Isso é uma maneira de dizer: 'Ok. A gente realmente aceita que você é quem você é, porque nós acendemos a luz em você, nós botamos a câmera em você'.

Nasci na Manchete, mas sou cria da Globo. Conquistei e tive a possibilidade de ficar cinco anos na Record, dois anos e meio na Argentina, dois anos na Espanha, dois anos nos Estados Unidos, tive a possibilidade de viajar o mundo porque sou cria deles.

Nessa criação da artista que sou, eu me senti um pouco: 'Ops, eles não querem dar o braço a torcer de que me fizeram'. Hoje eu vejo que não. ‘Tanto que a gente deu o braço a torcer, como vamos assinar embaixo que a tua história saiu daqui'.

Xuxa revelou que vai ser difícil cortar o cordão que a prende à Record.

“Na Globo eu tive o Xou da Xuxa e acabou. Tive não sei o que e acabou. Na Record tenho uns programas que ainda vão estar lá e quero que continue com a pessoas. Tem um programa que chama Dancing Brasil que é F-a-n-t-á-s-t-i-c-o! Tudo funciona. Tive a possibilidade de fazer um programa ao vivo onde tudo funciona. Aprendi a falar com o ponto. Aprendi a ler o TP, passar o programa antes.

A dor que estou deixando é deixando o Dancing. O The Four que eu estava aprendendo a lidar... Então eles me deram dois programas pra mim de uma grandiosidade enorme, mas que eu ainda fico falando com o diretor: ‘Que tal esse para o próximo Dancing’. Porque eu quero que o próximo Dancing continue seja com quem for, mas eu vou ficar de longe dizendo: ‘Aí o meu programa ai!’, revelou.

Mudança

Ela falou sobre a vontade de morar fora do Brasil, mas deixou os fãs um pouco mais tranquilos.

"É um plano para o futuro. Não é para amanhã nem para logo. Tenho que trabalhar, fazer todos os projetos que tenho que fazer agora, que são muitos, ver o resultado desses projetos e ver o caminho que vou.

Acredito que daqui a uns dois anos posso dizer para as pessoas: 'Isso vai acontecer, isso não vai acontecer'. Mas meu trabalho ainda é aqui. Tenho muitas coisas para fazer aqui. Eu não sei o que vai acontecer com o Brasil! Não sei o que vai acontecer com o Mundo! Dizer que tenho planos de morar fora? Tenho planos, sim. Mas as pessoas e estão achando que isso vai acontecer amanhã. Não, gente, pelo amor de Deus. Vão ter que me aguentar por um bom tempo ainda. Tenho muitos trabalhos para fazer ainda", antecipou.

Xuxa critica quem não vai tomar vacina contra a Covid-19: 'Nada vai mudar'

Consciência

Para finalizar, Xuxa fez um balanço sobre a situação atual do Brasil, além de pregar a conscientização para que as pessoas se vacinem contra o coronavírus.

“A gente está passando um momento de uma coisa muito feia que é a nossa política aqui no Brasil. Uma pessoa agredir a outra porque não tem os mesmos pensamentos. Queria demais da conta que as pessoas tentassem colocar um pouco a cabeça no lugar e vissem que primeiro pensar que a gente não vive sozinho. A gente vive em uma comunidade.

A gente está passando uma pandemia no mundo. A gente está precisando se vacinar, sim. Não é a vacina de A, B ou C é a vacina para salvar vidas. Gostaria muito que as pessoas se vacinassem. Parassem de pensar: ‘Nossa, mas será que eu vou ter uma dor de cabeça?’ Possivelmente você tenha uma febre, uma dor de cabeça que normalmente vacina dá. Eu vacinei minha filha por demais da conta. As vezes ela tinha febre em um dia. As vezes tinha uma dorzinha, ficava mole. A gente sabe que isso acontece com bebê, com criança, com adolescente. Pode ser que aconteça com a gente sim! Mas ninguém vai virar jacaré. Ninguém vai virar elefante.

Queria demais que as pessoas parassem de colocar Deus pra falar de seus preconceitos, sua discriminação. Queria que parassem de colocar política acima de tudo e colocassem a vida das pessoas, a saúde das pessoas, porque a gente está vivendo um momento muito difícil. Onde gays são mortos, onde negros são mortos, onde as pessoas estão morrendo porque não tem dinheiro, não tem hospital... E as pessoas por ignorância, essa é a palavra, por ganância, as pessoas estão falando coisas horrorosas e colocando essas bandeiras acima de Deus e do mundo e da vida. É inaceitável isso.

Não sejam pessoas tapadas que ficam repetindo coisas que os outros falam. Ouçam e não repitam coisas que vocês não queriam. Passei minha vida inteira dizendo coisas que eu não queria e pago um preço grande. Me arrependo muito disso. Estou passando a minha experiência. As praias estão cheias. Acho isso um absurdo. Pelo que vimos no Ano Novo e que podemos passar no Carnaval com coisas na rua. Me sinto envergonhada de ser brasileira. De ser ser humano de ver o que as pessoas estão fazendo”, finalizou seu desabafo.

Xuxa faz crítica ao governo: ‘Sim à vacina e tchau aos Mitos!'

Xuxa participa de live com Luis Erlanger





Notícias Relacionadas

11/01/2021 | 03h30m - Marcelo Mendes Barroso

Xuxa revela vontade de morar na Itália

07/01/2021 | 18h24m - Michele Marreira

Celebridades viram sensação em museu de cera, no WhatsApp



Instagram

Instagram

OFuxico