Imprimir

Notícias

27/02/2021 | 20h30m - Publicado por: ER | Foto: Reprodução Globo

Xuxa revive infância humilde e chora no Caldeirão do Huck

Sasha e Junno estiveram ao lado da loira durante o programa.

Xuxa revive infância humilde e chora no Caldeirão do Huck - Reprodução Globo

De volta para a tela da Globo Xuxa Meneghel foi homenageada por Luciano Huck em seu programa da tarde deste sábado, 28. Durante o quadro Visitando o Passado a Rainha dos Baixinhos foi levada para uma réplica do apartamento em que vivia quando garota, no bairro de Bento Ribeiro, Zona Norte do Rio de Janeiro.

O Caldeirão do Huck construiu uma réplica perfeita do apartamento que Xuxa morou dos 7 aos 17 anos, com sua família. Ao lado de Xuxa estavam a filha Sasha e o namorado, Junno Andrade.

Ao entrar no apartamento Xuxa comentou emocionada: "Cara, igualzinho. Ah, meu Deus, a minha mãe me esperava aqui (choro). É igual! Gente, igual, o tamanho, tudo. Poxa, Lu, não faz isso".

Refeita da surpresa a apresentadora percorreu todo o apartamento e reviveu  vários momentos marcantes  vivenciados com sua família.

Saudade da Aldinha

Como não poderia deixar de ser Dona Alda Meneghel foi muito lembrada pela filha saudosa. "Ela preparava o prato de todo mundo e o que as pessoas não comiam, depois ela comia. Isso para mim era muito ruim. Ver a minha mãe fazendo isso. Ela servia o meu pai primeiro e depois ela comia o que sobrava", contou a apresentadora afirmando que cenas como essa a fizeram desejar sempre dar o melhor para a mãe.

"Busquei trabalho com 12/13 anos, porque queria dar pra ela presentes, uma vida melhor, queria dar comida para ela, porque sempre gostou de pão. Tinha uma padaria na frente do nosso prédio. Ela sentia o cheiro de pão quente e falava que adorava. Nossa, queria muito dar o melhor para ela. A minha vontade de trabalhar cedo foi para poder dar coisas para a minha mãe", declarou aos prantos.

Pai distante

Luciano Huck quis saber como era a relação do pai de Xuxa com a família. Xuxa afirmou que seu Meneghel era muito distante e relembrou que batia continência para o pai, que era Tenente Coronel do Exército,  dizendo: “Bom dia, seu Meneghel”.

Xuxa seguiu falando do pai: “Quando estávamos em casa, a minha mãe falava: 'Não faz barulho porque o seu Meneghel veio do trabalho e precisa dormir’. Minha mãe cuidava muito. Tinha uma rigidez militar da porta para dentro também."

Ao lado da filha Sasha ela seguiu contando passagens de sua infância e adolescência: "Ele só abraçava a gente no Natal. Uma vez, lembro da cena que fui abraçá-lo e ele perguntou o que eu queria: 'Você está me abraçando porque quer alguma coisa’”.

Em momentos assim a apresentadora contou que sua mãe, ao ver cenas assim, dava ainda mais carinho aos filhos. Ela ressaltou o jeito carinhoso da mãe  dizendo: "Minha mãe dizia: 'Ele não recebeu, ele não sabe dar'. Eu vejo que a minha mãe também não recebeu. E ela só sabia dar. Ela não queria que a gente sentisse raiva dele. Dizia: 'Ele trabalha muito, por isso que ele não está presente'. Ele nunca foi em nenhuma comemoração do colégio, Dia dos Pais eu nunca o vi com a gente, nunca em uma formatura, nunca, nunca...". Em vários momentos Sasha comentava com a mãe sobre a saudade que sente da avó.

Primeiro beijo

Entre as lembranças da garota que viveu naquele lugar, Xuxa falou do carinho que sente ao reviver os momentos em Bento Ribeiro e ainda contou que foi no playground daquele lugar que ela deu o seu primeiro beijo: "Foi aqui que eu dei meu primeiro beijo, nesse prédio. Foi no play. Um dia dei um beijo no Dunga, amigo do meu irmão. Eu tinha 11 anos."

Momentos tristes e abusos

As lembranças tristes e os abusos que sofreu no passado não foram esquecidos. "Muita coisa aconteceu nesse apartamento... Alguns abusos, se não aqui, em lugares próximos... Por que eu resolvi falar? Porque senti que tendo uma filha, não queria que ela passasse pelo que eu passei. Achei que se eu colocasse para fora, ela ia ter mais confiança de falar coisas para mim", declarou emocionada.

Xuxa sempre tentou preservar a mãe e disse que tentava protegê-la: "Demorei muito para falar para minha mãe. Uma das coisas que aconteceu, eu colocando isso para fora, era que o abuso não foi feio comigo porque eu sobrevivi a isso, só que quando imaginei o que eu passei, a Sasha passando, fiquei tão revoltada e pensei: 'Não foi certo o que eu passei'. Me sentia culpada. Isso não cicatriza, você convive diariamente. Passei por vários tipos de abusos. Quem é abusado costuma se sentir sozinho no mundo. E você não está sozinho! Eu faço parte do seu sofrimento. Muita gente me enganou, e digo para Sasha: 'Aprende com os meus erros.'", desabafou.

No final do programa Junno homenageou Dona Alda cantando a canção Voa Passarinho, feita por ele logo após ela sofrer um AVC. Xuxa e Sasha o acompanharam no vocal.





Notícias Relacionadas

27/02/2021 | 12h50m - Michele Marreira

Loiras em ação: Eliana, Angélica e Xuxa se reencontram

23/02/2021 | 15h30m - Michele Marreira

Nova moda? Catia Paganote faz tatuagem no bumbum

16/02/2021 | 08h46m - Flávia Almeida

'Amo teu jeito de fazer amor', diz Xuxa para Junno



Instagram

Instagram

OFuxico