Imprimir

Notícias

08/07/2020 | 10h40m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram @zachbraff

Zach Braff lembra os momentos finais de Nick Cordero

O ex-ator de Scrubs está sofrendo muito a morte de seu amigo

Zach Braff lembra os momentos finais de Nick Cordero - Reprodução/Instagram @zachbraff

O ex-ator da extinta série Scrubs, Zach Braff,  dedicou o último episódio de seu podcast 'Fake Doctors, Real Friends', ao seu melhor amigo Nick Cordero, que faleceu vítima de coronavírus, depois de 95 dias hospitalizado, lutando por sua vida.

Zach relembrou alguns detalhes comoventes sobre os momentos finais do ator da Broadway, enquanto discutia sua morte com seu amigo e também apresentador do programa, Donald Faison.

"Para esclarecer ele não tinha mais a COVID-19", explicou o ator de 45 anos. "O que a COVID fez com Nick é o que faz com muitas pessoas, a doença entra e causa estragos em seu corpo. Então ele sai e você não o tem mais, mas fica com o que os médicos chamam de 'pulmões que parecem um queijo suíço'", afirmou.

O impacto do coronavírus no mundo dos famosos
 

Cordero, que já foi indicado ao Tony - o Oscar do teatro - foi diagnosticado com um caso grave de COVID-19 em março e lutou desde então antes de finalmente sucumbir à doença no domingo, 5 de julho. A esposa de Cordero, Amanda Kloots, documentou a jornada de sua família nas mídias sociais e manteve seus seguidores informados a cada passo do caminho.

Braff, que conheceu o ator canadense enquanto trabalhava no Bullets Over Broadway em 2014, recebeu a esposa de Cordero, de 38 anos, e o filho Elvis, em sua casa em Los Angeles durante sua estadia no hospital.

Embora Amanda nunca tenha conseguido ver o marido 'plenamente consciente novamente', Braff aplaudiu Kloots por sua positividade inquebrável nos últimos três meses.

Morre o ator Nick Cordero, após dura batalha contra a Covid-19


Devido a protocolos de distanciamento social, Braff e sua namorada, Florence Pugh, foram incapazes de confortar Kloots em seu tempo de necessidade:

"Estávamos literalmente a 3 metros dela e víamos nossa amiga chorando. Você pode imaginar como isso é trágico? Seu companheiro está no hospital, você nem pode estar lá? Você não pode estar ao lado deles, não pode abraçá-los, não pode beijá-los, não pode torcer por eles. Você precisa fazer isso no FaceTime que uma enfermeira generosa organizou.", contou Zach emocionado.

Nick Cordero enfrentou várias complicações diferentes em seu diagnóstico de coronavírus, o que resultou em uma perna amputada e marca-passo temporário. No final de sua vida, 'sua pressão arterial não era forte o suficiente', significando que ele teria que perder os dedos das mãos e dos pés 'se ele tivesse vivido'.

Enquanto houve momentos de esperança, Braff disse que seu amigo 'nunca voltou' totalmente em meio a sua batalha pela saúde.

"Ele apenas se deteriorou, se deteriorou, se deteriorou, até chegar ao ponto em que o colocaram no ventilador e ele nunca mais voltou. Ele meio que acordou um pouco e houve alguns momentos emocionantes em que eles diziam 'Nick, se você puder nos ouvir, olha', e ele fazia isso, mas não fazia isso o tempo todo. Foi apenas ocasionalmente.

Apesar da perda devastadora, Zach Braff lembrou como surgiu sua conexão com Cordero e todas as 'ótimas lembranças' que eles compartilharam juntos durante seu tempo na Broadway. Antes de tocar a música de Cordero, 'Live Your Life', em sua homenagem, o ator prometeu que sempre estará a disposição da família que seu amigo deixou.

"Todos nós faremos nossa parte para dar a essa criança uma vida extraordinária", disse Zach. "Prometo que vou fazer isso pelo resto da minha vida e quero deixá-lo orgulhoso", afirmou emocionado.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico