Imprimir

Notícias

14/08/2020 | 09h29m - Publicado por: Flavia Almeida | Foto: Mateus Rios

Zeca do céu! Veja o sofrimento de Zeca Pagodinho com medo de altura

Sambista teve que subir o bondinho do Morro da Urca para fazer live

Zeca do céu! Veja o sofrimento de Zeca Pagodinho com medo de altura - Mateus Rios

Quem assistiu a live realizada por Zeca Pagodinho no último domingo (09), certamente se divertiu ao som dos hits dos sambistas e sequer imagina o perrengue que ele passou para chegar até ali.

Realizada no Morro da Urca, ponto turístico da Zona Sul do Rio de Janeiro, a transmissão ao vivo perigou não acontecer por conta do medo que Zeca tem de altura. Para chegar ao local, é preciso subir no bondinho que dá acesso aos 220 metros de altura onde está instalada a estrutura. 

Pois Zeca, valente #sqn, enfrentou o medo. A equipe do artista registrou o sufoco que ele passou. No Instagram, imagens do cantor agachado no bondinho, rezando até chegar no Morro da Urca, divertiram os seguidores.

"Zeca teve que enfrentar seu medo de altura para subir no Bondinho - ele foi rezando durante o trajeto - mas quando chegou lá em cima, o visual e a chance de cantar seus sambas deixaram o sambista imediatamente feliz", escreveu a equipe do cantor.

"O que o samba não faz", escreveu a equipe em outra imagem.

Zeca Pagodinho lê biografia durante quarentena

Leitura durante a pandemia

Ao participar do programa Altas Horas, recentemente, o sambista contou um pouco de sua rotina, ao lado da mulher, Mônica, e da filha caçula, Maria Eduarda, de 16 anos.

"Estou muito irritado nessa onda aqui. Meu apartamento é muito bom, mas fica só eu, a Mônica e a Duda. A Duda fica dentro do quarto, ninguém vê. O Noah (seu neto, de 10 anos) foi embora para a casa da mãe dele, da minha filha Eliza, e está me fazendo muita falta."

O tempo ocioso tem feito verdadeiras mudanças na vida de Zeca. Ele tem resgatado composições de seus quase 40 anos de carreira, com a ajuda da cantora Teresa Cristina.

"A Teresa Cristina está me pesquisando. Ela tem falado para mim de músicas minhas que eu nem lembrava mais. Fiquei: 'Rapaz, olha quanta coisa eu tenho, que nunca parei para pensar nisso'", contou.

Mas o que demonstrou o impacto real do confinamento na vida do artista, foi o fato dele, pela primeira vez, ter lido algumas obras que levam seu nome.

"Eu até li o meu livro, que nunca tinha lido! Vejo meu samba book, nunca tinha escutado isso. Olha a quarentena o que fez!", disse, às gargalhadas.

Live de pagode acaba em tiroteio em Angra dos Reis





Notícias Relacionadas

07/08/2020 | 17h48m - Flávia Ávila

Caetano Veloso completa 78 anos e famosos repercutem

24/07/2020 | 14h15m - Flávia Almeida

Zeca Pagodinho se rende e prepara live para o Dia dos Pais

24/07/2020 | 10h40m - Flávia Almeida

Zeca Pagodinho lê biografia durante quarentena



Instagram

Instagram

OFuxico