Notícias às 06:00

Advogado de Britney Spears revela que ela tem medo do pai

Reprodução/Instagram/@britneyspears

Britney Spears tem medo do pai, Jamie Spears. Segundo o advogado da cantora, Samuel D. Ingham III, a artista, que está em meio a uma batalha legal para que sua tutela saia das mãos do pai, ela afirmou que não vai voltar a subir num palco enquanto Jamie for seu tutor.

Britney recentemente entrou com novos documentos por meio de seu advogado, que pediu aos tribunais para tirar seu pai definitivamente de sua posição como co-conservador de seu patrimônio, já que ela não o quer mais no controle de sua vida e carreira.

Ingham afirma que Britney não quer pisar no palco até que ele seja afastado de seu papel como administrador de seus bens e sua vida pessoal.

Durante uma audiência na terça-feira (11), Samuel D. Ingham III disse no tribunal:

Pai de Britney Spears não vai desistir de tutela da cantora
 

"Minha cliente me informou que tem medo de seu pai. Ela também afirmou que não se apresentará enquanto seu pai estiver no comando de sua carreira. Estamos realmente em uma encruzilhada.".

Em resposta, um dos advogados de Jamie, Vivian Lee Thoreen, acusou Samuel de impedir Britney de falar com Jamie.

A audiência foi realizada para determinar se Jamie Spears permanecerá como co-conservador do espólio de Britney, mas a juíza Brenda Penny finalmente decidiu não suspender Jamie, embora ela tenha dito que o assunto pode ser discutido mais adiante 'no futuro'.

No pedido original de Britney para que seu pai fosse removido de seu cargo, foi alegado que ela queria que a Bessemer Trust Company, que atualmente detém o cargo em conjunto, se tornasse a única administradora de suas finanças.

Os documentos do tribunal explicaram que a estrela de 38 anos – que tinha outra pessoa no controle de seus assuntos pessoais e financeiros desde 2008 – foi informada que sua empresa de gestão, Tristar Sports and Entertainment Group, havia renunciado a representá-la em 28 de outubro e alegou que Jamie então contratou Michael Kane, da Miller Kaplan, para assumir o comando sem avisá-la ou dar a ela a chance de entrevistar, revisar os termos de sua contratação ou considerar alternativas.

Jamie Spears não vai desistir

O pai de Britney Spears, Jamie Spears, está decidido a não deixar a filha escapar de suas mãos. Ele está defendendo seu trabalho como tutor da cantora insistindo que foi o responsável por manter os lucros dela estáveis, além de proteger sua integridade física e distanciá-la de predadores.

Jamie Spears afirmou na corte que está ajudando a manejar a vida pessoal e profissional da cantora de Toxic desde seu colapso mental há mais de uma década, embora Britney pediu no tribunal que ele não fosse mais seu tutor, e que suas finanças sejam controladas pela companhia Bessemer Trust Company.

O advogado de Britney, Sam Ingham, recentemente entrou com um processo contra Jamie, depois dele mudar o agente dela sem consultar antes, mas Jamie está brigando, insistindo que tudo que ele faz pela cantora de 38 anos é pelo bem dela.

Nos documentos judiciais obtidos pelo site TMZ, Jamie diz que ele e os outros agentes não precisam dar satisfação a Ingham se alguma coisa mudar, já que ele é simplesmente o advogado apontado pela corte para Britney, e explicou que eles contrataram Michael Kane quando seu antigo funcionário começou a receber ameaças de morte.

Jamie também perguntou qual a lógica dele não ser mais o tutor total de Britney, dizendo que foi ele quem salvou a cantora de se afundar em dívidas, e que aumentou sua fortuna em US$ 60 milhões (R$ 324 milhões).

O juíz ainda precisa se manifestar sobre essa disputa, de acordo com a publicação.

Maquiador defende tutela de Britney Spears

Britney Spears grava vídeo e manda mensagem aos fãs