Notícias às 10:55

Alexandre Borges para tudo para cuidar da mãe, com Alzheimer

Alexandre Borges sorridente, ao lado da mãe, dona Rosa

Alexandre Borges sorridente, ao lado da mãe, dona Rosa (Foto: Reprodução)

Na manhã desta sexta-feira, 2 de julho, Alexandre Borges participou do café da manhã do “Mais Você”, com Ana Maria Braga. Convidado para falar da personagem Jacques Leclair, da reprise de “Tititi”, no” Vale a Pena Ver de Novo, aos 55 anos, o ator vive uma fase diferente em sua vida. Morando em Santos, litoral Sul de São Paulo, ele agora assumiu os cuidados com a mãe, dona Rosa, que sofreu um AVC e é portadora de Alzheimer.

Durante o bate papo, Ana Maria perguntou como está a vida do ator, ao se ver no ar nas reprises de novelas.

“É um alento e carinho muito grande. Antes da pandemia eu já estava cuidando da minha mãe em Santos. Ela teve um AVC e desenvolveu Alzheimer. Ela tem 82 anos, ela tinha acabado de fazer 80, fui passar final de ano com ela e achei ela estranha.  Viemos para São Paulo fazer exames e fiquei cuidando dela. Tinha esquecimento, falava várias vezes o que já tinha falado, não lembrava se almoçou ou não”, contou.

“Eu sou filho único. Vejo a ordem natural da vida. Antes de começar o isolamento social eu já estava cuidando da minha mãe em Santos. Após o diagnóstico eu decidi largar tudo, para cuidar dela. Este é um momento da vida que todo mundo passa. É a ordem natural. Você vê ali a finitude, a pessoa que te colocou no mundo, te deu amor, te ensinou todos os fundamentos da sua vida numa fragilidade tão grande. E você percebe o que é o corpo humano”, contou Borges.

Veja+: Os papéis marcantes de Alexandre Borges na TV

O ator contou que assumiu as tarefas de casa, os exercícios e a alimentação da mãe.

“Cozinho pra ela, cuido dos medicamentos dela. São momentos que você vê a finitude, numa fragilidade você olha e vê como é o corpo humano, coo é a gente ter lucidez, andar com as próprias pernas. Cuido da minha mãe, dou banho, troco fralda, cozinho pra ela”, revelou.

Fisioterapia ao som de Roberto Carlos

“Na hora da fisioterapia, da malhação dela, coloco Roberto Carlos no YouTube. Ela cantava, lembrava da letra.”

Alexandre Borges afirma que a condição de cuidar da mãe o salvou. “Isso tudo, esses cuidados com ela, me salvou. Tenho que ir à farmácia, ir comprar comida, colocar ela no banho de sol.”

Borges se emociona e fala que há um ano e meio se dedica a cuidar de dona Rosa.

Veja+: Alexandre Borges posa com fãs, ao andar de metrô

“Há um ano e meio parei e disse: ‘Vou fazer as coisas para ela’. Ela é a mulher que me deu a vida, é uma pessoa muito grata à vida, sempre vê o lado bom das coisas.”

Dona Rosa já atuou como bailarina e Alexandre Borges citou a história cheio de orgulho:

“Minha mãe foi bailarina do Teatro Municipal de Santos. Minha avó era louca para ver minha mãe como bailarina e a levava para fazer aulas de sapateado.”

Veja+: Alexandre Borges diz ter saído melhor ator do que quando entrou, em “Verão 90”