Notícias às 15:42

Alok vai homenagear Roberto Carlos em especial de final de ano: ‘Incrível trabalhar com ele’

Reprodução/Instagram e Claudia Schembri

No próximo final de semana, Alok fará seu primeiro especial de final de ano. Com uma estrutura 4D interativa e de realidade aumentada em um galpão de São Paulo, o quinto maior DJ do mundo contou que vai homenagear o Rei Roberto Carlos com um remix da canção Jesus Cristo.

Romana Novais vê filha pela primeira vez desde o parto

“Para fazer um especial de final de ano, eu preciso pedir a benção do Rei Roberto Carlos, né? Então, tinha rolado uma conversa e que queria prestar uma homenagem fazendo um remix de Jesus Cristo. A voz que ele me mandou era de 1970 e pouco e foi muito interessante fazer”, contou.

Mas Alok se divertiu em dizer que não foi tão fácil agradar ao Rei. “Depois que fiz a primeira versão, eu mandei para ele e o Roberto falou: ‘Então, eu queria que você mudasse umas coisas’, e eu falei: ‘Pode falar, quero seguir suas diretrizes, quero te ver feliz’ e graças a Deus deu tudo certo e foi incrível trabalhar com o Roberto, não só pelo profissional, mas como pessoa mesmo e não poderia deixar de homenageá-lo.

Entre as inovações, será utilizado nesse show o laser mais potente do mundo, que poderá ser visto do espaço.

"Vamos utilizar o Space Cannon, que dá para ser visto da extratosfera. Para você ter uma ideia, nós usamos nas ativações um laser de 50 Watts, esse tem 1000 Watts e nós estamos com três canhões desses, então vai ser bem legal poder sintetizar aquela brincadeira de que o ‘laser chegou em Marte’", afirmou.

Alok ainda aproveitou para comentar o fato que ganhou o noticíários, já que o teste que fez com o Space Cannon fez os americano acharem que estava acontecendo um ataque alienígena.

"Esse laser está sendo ativado nos Estados Unidos por uma questão de viabilizar, por conta da pandemia, então precisou ser lá. Mas até rolou um teste semana passada que foi muito engraçado. Os americanos lá de Sacramento, no norte da Califórnia, começaram a especular que era ataque alienígena, chamaram a polícia e tiveram que explicar que essa ideia era de um DJ brasileiro", se divertiu.

O evento será uma série de ações que passou por pontos icônicos de cidades brasileiras quando Alok ativou remotamente raios luminosos, integrando o País em uma grande onda energética de boas intenções.

"Quando eu fiz a primeira live, teve aquela coisa que o laser chegou na Austrália, em Manaus, em Marte e ativamos em várias cidades, foram 9 ao todo. Em Porto Alegre foi médio, porque o local estava iluminado demais e as pessoas não conseguiram ver direito, em Florianópolis eu virei meme porque falaram que eu estava com laser de canetinha, pois mais uma vez o local estava muito iluminado e ninguém conseguia ver direito. Aí no Rio de Janeiro estava tudo nublado e aí cancelamos a operação. Foi difícil, mas depois de alguns dias, tudo deu certo", contou.

Foram contempladas as seguintes metrópoles: Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Brasília, Goiânia, Salvador, Recife e Manaus.

Transmitida gratuitamente pelo canal do Youtube do artista e também pelo canal a cabo Multishow, Alok vai misturar música com conectividade e game, dois importantes pilares em sua carreira visto a forte presença de Alok nas redes sociais e nas plataformas de streaming (incluindo campeonato de games)

Este será o primeiro especial de final de ano feito pelo DJ.

Além do entretenimento, ALIVE marca o início das atividades do "Instituto Alok", para apoio a projetos de transformação social. O Instituto já anuncia parcerias em áreas como empreendedorismo, gastronomia social, parto humanizado, fortalecimento das culturas afro e indígena, e outras. Alok anunciou ainda a criação de um fundo de R$ 27 milhões para os trabalhos do Instituto, sendo composto de recursos pessoais e dos resultados financeiros da parceria com o game Garena Free Fire. Durante o Especial, serão mobilizadas doações para a campanha “Natal Sem Fome” (via QR Code).

Ataque alienígena? Lasers de Alok causam alvoroço nos EUA
Alok visita filha na UTI de maternidade